sábado, 30 de outubro de 2010

Ônibus com novas cores é aprovado por passageiros

30/10/2010 - O Dia

Em uma semana, começam a valer o Bilhete Único Carioca e o código disciplinar de transporte

Rio - Os novos ônibus municipais do Rio foram aprovados pelos passageiros no primeiro dia de testes, ontem. Um veículo da linha 232 (Lins-Praça 15) circulou com a pintura-padrão (fundo prata em verde, cor que vai caracterizar os que circulam na Zona Norte) que passará a ser adotada pela frota municipal no sábado dia 6, data em que também começa a funcionar o Bilhete Único Carioca. A estreia da nova frota foi anunciada ontem no ‘Informe do DIA’.


A expectativa é que 7,5% da frota municipal (600 ônibus) sejam renovados por mês | Foto: Paulo Araújo / Agência O Dia

“Ficou mais bonito. No início, as pessoas devem estranhar, mas eu aprovei”, opinou a ambulante Lenir de Lima, 60 anos. O corretor de seguros Anderson Tavares Celeste, 33 anos, tem a mesma opinião, mas espera que a frota que liga a Zona Norte ao Centro aumente. O início da operação dos quatro consórcios vencedores da licitação para operar os ônibus municipais, antes marcado para hoje, foi adiado em uma semana. 

Sábado que vem, as seis empresas encerram as atividades. As 80 linha das viações Amigos Unidos, Breda, Auto Diesel, Zona Oeste e Top Rio serão absorvidas pelos consórcios. Inicialmente, os ônibus desses trajetos circularão com adesivos sobre o nome das antigas empresas. Segundo a Fetranspor, não haverá redução da frota. “Espero que o número de ônibus aumente”, afirmou a auxiliar administrativa Elaine Mesquita, 35, uma das passageiras do novo coletivo testado ontem. 

A expectativa é que 7,5% da frota municipal (600 ônibus) sejam renovados por mês. Os veculos terão câmeras e GPS. As empresas também passam a ser regidas por um Código Disciplinar de Transporte de Passageiros a partir do dia 6.

Interessados em adquirir o Bilhete Único Carioca devem se apressar. O cadastro pode ser feito pelo site www.riobilheteunico.com.br. O benefício só pode ser usado 48 horas após o cadastramento.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Novas regras para ônibus do Rio começam a valer a partir do dia 6

29/10/2010 - G1, com informações do RJTV

Fetranspor estima que frota estará totalmente modificada dentro de um ano.
Consórcios vencedores farão trajetos de empresas que deixarão de existir.

Video:

A partir de 6 de novembro passam a valer as novas regras para os ônibus da cidade do Rio de Janeiro. Entre as mudanças previstas, além da identificação das frotas por cores padrão, estão a implantação de câmeras de vídeo, tacógrafos eletrônicos e o uso do rastreador GPS para acompanhar a movimentação da frota. Algumas linhas de ônibus também devem ser remanejadas de áreas onde há excesso de veículos para regiões onde o transporte é precário.

Os primeiros coletivos a se adequarem às novas regras são os da linha Lins-Praça XV, que já circulam pelo Rio de cara nova. A mudança no novo visual da frota municipal, no entanto, deve acontecer gradualmente. As concessionárias têm que adequar 7,5% da frota por mês para que em um ano todos os ônibus estejam de cara nova, de acordo com estimativas da Fetranspor.
saiba mais
Passageiros reclamam de motoristas de ônibus que param fora da hora

Os ônibus municipais foram divididos por quatro grandes áreas, administradas por quatro diferentes concessionárias. Cada uma delas terá detalhes em uma cor predominante na frota: na Zona Oeste, o concessionária Santa Cruz usará o vermelho; na região da Barra e Jacarepaguá, a Transcarioca usará azul; na Zona Sul, a Intersul terá o amarelo em destaque; e na Zona Norte, o consórcio Internorte usará a cor verde. Já o Centro será a região de destino de todas as áreas.

Algumas empresas vão desaparecer
Nessa reformulação, algumas empresas de ônibus que não participaram da licitação vão desaparecer: Breda, Auto Diesel, Erig, Amigos Unidos, Feital, Zona Oeste e Top Rio.

De acordo com a Fetranspor, os consórcios que venceram a licitação vão assumir todos os trajetos feitos por essas empresas. A única diferença, por enquanto, ainda segundo a Fetranpor, é que será usado um adesivo para esconder o nome dessas empresas nos ônibus, já que elas não poderão mais atuar a partir do próximo dia 6.
Modelo de Ônibus novo no Rio
Cor dos ônibus é definida de acordo com área de circulação (Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio)

Bilhete Único Carioca

Dia 6 de novembro também é a data escolhida para a implantação do Bilhete Único Carioca(BUC), o sistema de integração das linhas de ônibus municipais do Rio. A partir desta data, o passageiro poderá pegar dois ônibus em um intervalo máximo de duas horas pagando uma passagem de R$ 2,40.

O usuário só poderá usufruir da tarifa do Bilhete Único Carioca, após seu cadastramento no site do RioCard, vinculando o CPF ao número do cartão.

Quem já possui o Bilhete Único Intermunicipal e o Vale Transporte RioCard não precisa se cadastrar.


quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Em teste, ônibus ‘verde’ parador gera polêmica

26/10/2010 - O Dia - Diogo Dias

Dispositivo que desliga motor nos sinais e pontos reduz poluição e prolonga viagem

Rio - Em teste na cidade, um sistema que promete reduzir a quantidade de ruídos e gases poluentes emitidos pelos ônibus está dividindo a opinião dos passageiros. O dispositivo desliga automaticamente o motor do coletivo quando ele para em sinais de trânsito ou nos pontos. Apesar da contribuição para o meio ambiente, muitos usuários reclamam que aviagem está mais demorada.

Foto: Paulo Alvadia / Agência O Dia
O motor do ônibus é desligado em paradas longas, superiores a dez segundos | Foto: Paulo Alvadia / Agência O Dia

Por enquanto, a experiência está sendo feita pela Viação Breda em três dos 30 ônibus da linha 497 (Cosme Velho x Penha). O motor é desligado em paradas longas, superiores a dez segundos. 

A novidade não agradou a alguns passageiros. “Não concordo. De paradinha em paradinha, a gente perde pelo menos 10 minutos. Trabalho com pessoas doentes e não posso me atrasar de jeito nenhum”, reclama a enfermeira Maria da Graça de Paula, 60 anos. 

O estudante Severino Macena, 21 anos, tem opinião parecida. “Quando você está no ônibus, só quer chegar logo ao seu destino. Esta novidade ainda vai causar muita confusão”, aposta. 

Para testar o sistema, O DIA percorreu o trecho entre Cosme Velho e Praça da Cruz Vermelha nos dois modelos de ônibus. As viagens foram feitas no mesmo horário, mas em dias diferentes. O veículo convencional demorou 27 minutos para percorrer 6,5 km. Já o equipado com a nova tecnologia fez o mesmo trajeto em 33 minutos — uma diferença de cinco minutos.

Especialistas creem que a novidade não vai gerar engarrafamentos. Segundo o engenheiro de transportes Alexandre Rojas, o veículo pode arrancar rapidamente após o motor ser religado. “A diferença na viagem é mínima ou nenhuma”, explica. Ele ressalta que, com a tecnologia, o passageiro terá mais conforto. 

“Tem menos barulho e menos calor do motor. Este tipo de ônibus é interessante tanto para a sociedade quanto para empresários, que economizam combustível”, afirma. De acordo com ele, o motor dos veículos equipados com o novo sistema funcionam na rotação ideal. Por isso, consomem menos combustível e emitem menos gases poluentes. 

Segundo Guilherme Wilson, gerente de operações de mobilidade da Fetranspor, se a eficácia da novidade for comprovada, outras empresas serão estimuladas a adotá-la.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Ônibus de cara nova só no dia 6

27/10/2010 - Extra Online - Ana Carolina Torres e Luiz Ernesto Magalhães

MUDANÇAS NO TRANSPORTE

Pablo Jacob

A Prefeitura do Rio decidiu adiar, para o próximo dia 6, a entrada em circulação dos primeiros ônibus com as cores dos consórcios que venceram a licitação organizada pela Secretaria municipal de Transportes para reorganizar o sistema e implantar o bilhete único. Inicialmente, a previsão era que isso acontecesse a partir da próxima semana.

Oficialmente, a decisão foi tomada para que haja coincidência de datas entre a circulação dos ônibus com cores novas e a entrada em operação do bilhete único com o novo padrão. A razão, porém, seria outra: as empresas têm dúvidas sobre as tonalidades que devem ser adotadas e ainda discutem tema com a prefeitura.

Resolução no Diário Oficial com regras para a padronização será publicada hoje. A orientação será para que os concessionários adotem o novo padrão dentro de um ano. Por mês, em média, 7,5% da frota seriam pintadas. Ou seja, cerca de 700 coletivos por mês. 
Os quatro consórcios que ganharam a licitação para operar as linhas do município do Rio não se adaptaram ainda às regras da prefeitura — que prevê pintura padrão para os coletivos e aparelhos de segurança, como câmeras, tacógrafos eletrônicos e GPS. 

Das cinco garagens onde o EXTRA esteve nesta terça-feira, em apenas uma havia dois ônibus com a pintura nova. 


— Não podemos simplesmente mudar a frota toda da noite para o dia. Estamos aguardando os ônibus novos — disse uma funcionária da Transurb, no Engenho de Dentro, que faz parte do consórcio Internorte, que vai operar na Zona Norte.

Na Viação Redentor, integrante do consórcio Transcarioca, o funcionário Jorge Cerqueira informou que os ônibus ainda não foram pintados porque a própria prefeitura mudou quatro vezes as cores padrão.

As viagens integradas vão custar R$ 2,40 

O Bilhete Único Carioca (BUC) faz parte da integração das linhas de ônibus municipais da cidade. Com ele, os passageiros poderão realizar duas viagens num período de duas horas, a um custo de R$ 2,40.

Até o momento, cerca de 1,8 milhão de usuários já estão aptos a utilizar o BUC. Quem quiser se inscrever pode fazê-lo pelo site www.riobilheteunico.com.br ou num dos oito postos: terminal rodoviário Alvorada; shopping Bangu; Secretaria municipal de Saúde; Rio Poupa Tempo, na Rua da Ajuda 5,; Central do Brasil; Regional Administrativa de Irajá, na Avenida Monsenhor Felix 512; Terminal Rodoviário de Madureira e Regional Administrativa de Santa Cruz, na Rua Fernanda 155.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Prefeitura adia início de operação de novos ônibus

26/10/2010 - Extra Online - Luiz Ernesto Magalhães

RIO - A prefeitura decidiu adiar para o próximo dia 6 de novembro a entrada em circulação dos primeiros ônibus com as cores dos consórcios que venceram a licitação organizada pela Secretaria municipal de Transportes para reorganizar o sistema e implantar o bilhete único. Inicialmente, a previsão era que isso acontecesse a partir da próxima semana.

Oficialmente, a decisão foi tomada para que haja uma coincidência de datas da entrada em operação dos bilhete único com o novo padrão. A razão, porém, seria outra: as empresas ainda têm dúvidas sobre as tonalidades que devem ser adotadas e ainda discutem o tema com a prefeitura.

Nesta quarta-feira, a prefeitura publica no Diário Oficial do Município as regras para implantação do novo padrão visual dos consórcios que venceram a licitação para operar as novas linhas de ônibus na cidade. A substituição das cores tradicionais das empresas pelos novos modelos será feita em cerca de um ano. A cada mês, pelo menos 7,5% da frota terão que adotar o novo visual. Isso equivale a cerca de 700 carros por mês.

domingo, 24 de outubro de 2010

Prefeitura do Rio vai instalar radares para fiscalizar corredores de ônibus em Copacabana

22/10/2010 - O Globo - Selma Schmidt

MONITORAMENTO



RIO - A circulação nos dois primeiroscorredores exclusivos de ônibus que a prefeitura implantará em janeiro em Copacabana será controlada por radares, anunciou, nesta sexta-feira, o prefeito Eduardo Paes. Automóveis, táxis, vans e veículos de carga e descarga só poderão usar as seletivas até a primeira rua que dê mão à direita. Durante reunião com técnicos da Secretaria municipal de Transportes e da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio), o secretário Alexandre Sansão bateu o martelo sobre medidas operacionais para a implementação desses corredores. Segundo Sansão, deixarão de passar na Avenida Nossa Senhora de Copacabana e na Rua Barata Ribeiro 120 ônibus, em média, por hora. Ou seja, uma redução de 30% na quantidade dos coletivos (400/hora) que trafegam pelas duas principais vias do bairro.

- Com a diminuição dos coletivos em Copacabana, pretendemos melhorar o desempenho dos ônibus. Nossa estimativa é que a velocidade deles, que hoje é de menos de 15km/h, passe a 20, 25km/h - prevê Sansão.

Além da delimitação de duas faixas - de um total de quatro - para ônibus, o projeto de criação dos corredores também reorganiza e sinaliza os pontos. A exemplo das estações do metrô, eles ganharão nomes - de uma rua, uma praça ou um local importante próximo - e cores, para facilitar a identificação pelo passageiro. Serão criados três grupos de linhas, cada um deles com uma cor, que estará nos veículos e nos pontos.

- A distância entre um ponto e outro será de cem metros. Mas cada grupo de linhas terá pontos de 300 em 300 metros - explica Sansão.Táxis à esquerda; vans sem espaço

De acordo com a presidente da CET-Rio, Cláudia Secin, a rede de monitoramento da circulação nos corredores será formada por 23 câmaras. A tecnologia do equipamento permitirá acompanhar e multar os veículos que deixarem de dobrar na primeira direita a dar mão. Já a fiscalização da parada irregular para embarque e desembarque, acrescenta Cláudia, será feita por guardas municipais e agentes da CET-Rio.

Duas linhas azuis serão pintadas nas bordas dos dois corredores exclusivos. Segregadores amarelos, com cerca de quatro centímetros de altura, vão separar os corredores das faixas destinadas aos demais veículos. Em forma de trapézio, os tachões serão dispostos de forma a dificultar e a facilitar o acesso, dependendo do trecho do corredor.

- Não haverá barreiras. Usaremos os segregadores de forma não agressiva - diz Cláudia, acrescentando que os tachões serão intercalados com placas de led para facilitar a visualização dos corredores à noite.

As duas faixas dos corredores exclusivos serão delimitadas por pintura branca. A palavra "ônibus" estará escrita na pista. A sinalização será complementada por placas, que indicarão as ruas onde será possível dobrar à direita. E, ainda, por quatro painéis luminosos com mensagens informativas.

O dia de janeiro em que os corredores de Copacabana serão inaugurados ainda depende de definição:

- O certo é que será em janeiro, para coincidir com as férias escolares - diz Sansão.

Para os veículos que não são ônibus, haverá as duas faixas da esquerda dos corredores. Aos táxis só será permitido parar à esquerda. Como não possuem portas dos dois lados, as vans só poderão embarcar e desembarcar passageiros em vias transversais ou paralelas aos corredores.

A primeira semana deve ser de adaptação, sem a aplicação de multas. Em seguida, segundo o secretário, a fiscalização será rígida. Não será feito cadastramento, mas o secretário garante que os carros poderão usar a seletiva para entrar e sair de garagens.

Os detalhes sobre os ônibus que deixarão de passar em Copacabana estão sendo finalizados. O secretário informou apenas que "algumas linhas serão seccionadas", ou seja, terão o trajeto encurtado.

Na opinião do presidente da Sociedade Amigos de Copacabana, Horácio Magalhães, a fiscalização é o grande desafio para a implementação dos corredores:

- Dependendo do volume de ônibus, que criam barreiras físicas, o motorista pode precisar percorrer mais de um quarteirão para entrar e sair de sua garagem.

Contagem feita pela Sociedade Amigos de Copacabana identificou 44 prédios com garagem na Avenida Nossa Senhora de Copacabana e 58 na Rua Barata Ribeiro.

Mais uma preocupação de Horácio é quanto aos táxis:

- Eles poderão formar um grande paredão na faixa da esquerda, sobrando uma única faixa para a circulação dos demais veículos.

As vias exclusivas para ônibus em Copacabana são parte do corredor de tráfego que a prefeitura pretende implantar ligando o bairro ao Centro. Ao todo estão planejados 20 corredores (entre eles Saens Peña-Centro e Penha-Centro) com prioridade para o ônibus. Além de quatro BRTs (vias expressos para ônibus articulados): o TransOeste, ligando o Jardim Oceânico (Barra da Tijuca) à Santa Cruz, que terá 56 quilômetros; o TransCarioca, entre a Barra e o Aeroporto Internacional Tom Jobim; o da Avenida Brasil, do Centro até Santa Cruz; oTransOlímpíco, com 26 quilômetros, entre a Barra e Deodoro.

- O prefeito quer que os corredores de Copacabana sejam um modelo que possa ser expandido pelo resto da cidade - afirma a presidente da CET-Rio.

Consórcios podem suprimir linhas de ônibus na cidade do Rio

22/10/2010 - O Globo

TRANSPORTES

RIO - A estreia dos quatro consórcios que venceram a licitação da prefeitura para a operação dos ônibus municipais (Intersul, Internorte, Transcarioca e Santa Cruz), no próximo dia 30, pode dar início ao processo de reordenamento do sistema. A assessoria do Rio Ônibus (sindicato que reúne as empresas de ônibus da capital) informou que os empresários estão estudando uma proposta de supressão de algumas linhas e serviços (variações da mesma linha), que fazem trajetos sobrepostos a outros. O estudo será apresentado na semana que vem ao secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão a quem cabe tomar a decisão. A Rio Ônibus garantiu que a retirada imediata de alguns veículos de circulação, se aprovada, não prejudicará os passageiros.

A Rio Ônibus assegurou ainda que as linhas das seis empresas que deixarão de funcionar no dia 30 serão absorvidas pelos consórcios. Segundo a entidade, os consórcios estão se organizando para operar esses trajetos. Sansão lembrou que, formalmente, os consórcios assumiram a responsabilidade jurídica por essas linhas.

- Elas poderão adquirir os ônibus das empresas que deixarão de operar, colocar ônibus novos, usar veículos de empresas do consórcios. Elas têm a liberdade de escolher como vão fazer. No caso de usarem os veículos das empresas que vão sair, terão de cobrir o nome delas. O número e o trajeto das linhas também tem de estar no ônibus - explica Sansão.

Entre as seis empresas que deixarão de operar no dia 30 está a Amigos Unidos, que atualmente é responsável por linhas como a 107 (Central-Urca), a 176 (Central-São Conrado) e a 521 (Vidigal-Metrô Botafogo). A Breda, a Auto Diesel e a Zona Oeste são outras empresas que não participam dos consórcios. Deixarão de operar ainda os ônibus municipais a Erig e a Top Rio. A Santa Sofia e a Ocidental já não fazem parte do sistema municipal atual, sendo as suas linhas operadas por um pool de empresas.

No primeiro dia de operação dos consórcios deverão circular 200 ônibus - todos novos - com a nova padronização externa fixada por resolução da Secretaria de Transportes. Brancos, os coletivos terão detalhes em outra cor, para identificar a região onde trafegam. Já a implantação do Bilhete Único Carioca acontecerá no dia 6 de novembro, no sábado posterior ao segundo turno das eleições.

sábado, 23 de outubro de 2010

Lotação na Década de 1950

23/10/2010 - o OutRo MunDo - OutStAnDinGs - Condi di Lido




Acervi Renato Acervo Renato Libeck

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Subprefeitura derruba construções irregulares no trajeto da Transoeste

22/10/2010 - O Globo 

CORREDOR EXPRESSO

Trator derruba contrução irregular. Foto: Divulgação/ Subprefeitura da Barra e Jacarepaguá

RIO - A Subprefeitura da Barra e Jacarepaguá removeu, nesta sexta-feira, seis construções comerciais irregulares dentro do traçado do projeto de duplicação da Avenida das Américas, no Recreio. A ação faz parte das obras da Transoeste, corredor expresso que fará a ligação entre a Barra da Tijuca e Santa Cruz . Foram retiradas duas oficinas mecânicas, uma marcenaria, uma loja de móveis de vime, uma lanchonete e uma loja de bicicletas.

Os estabelecimentos foram notificados e, segundo a subprefeitura, a maioria estava desocupada. A operação contou com apoio de equipes da Secretaria Municipal de Obras, Defesa Civil, Comlurb, Guarda Municipal, Cedae, Light e polícias Militar e Civil.

Ônibus no Rio começam a circular com novo visual no dia 30

21/10/2010 - Selma Schmidt

BRANCOS



RIO - A Secretaria municipal de Transportes confirmou nesta quinta-feira que os quatro consórcios de empresas, vencedores de licitação promovida pela prefeitura, passarão a operar as linhas de ônibus da capital no próximo dia 30. O Bilhete Único Carioca (BUC) , no entanto, só começará a valer no dia 6 de novembro. O prefeito Eduardo Paes decidiu adiar a implantação do BUC para o primeiro sábado após o segundo turno das eleições, a fim de não criar confusão e não atrapalhar o processo eleitoral.

A intenção da Rio Ônibus (sindicato que reúne as empresas de ônibus do Rio) é que, na estreia, 200 veículos novos comecem a circular já com a nova padronagem visual . Conforme resolução da Secretaria de Transportes, os ônibus municipais serão brancos, com alguns detalhes em outra cor, para identificar a região onde eles circularão. Amarelo identificará as linhas do consórcio Intersul (Zona Sul e Grande Tijuca); verde as do Internorte (Zona Norte); azul as do Transcarioca (Jacarepaguá, Barra e Recreio); e vermelho as do consórcio Santa Cruz (Zona Oeste).

O contrato da prefeitura com os quatro consórcios, para operar as linhas municipais pelos próximos 20 ano s, foi assinado no dia 17 de setembro. Eles assumem sob a vigência de um Código Disciplinar mais rigoroso para as empresas e os motoristas de ônibus. Com o novo código, ações como não parar no ponto, circular com veículos em mau estado de conservação, usar celular ao volante dos ônibus e permitir o acesso de ambulantes aos coletivos poderão gerar multas que vão de 20 a 520 Ufirs-RJ (de R$ 40 a R$ 1.050 aproximadamente).

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Transoeste ganhará 23 estações a mais com mudança no traçado

20/10/2010 - O Globo - Isabela Bastos



RIO - Por conta da ampliação em 24 quilômetros, anunciada esta semana pelo prefeito Eduardo Paes, o Transoeste (corredor expresso de ônibus articulado, BRT, ligando a Barra a Santa Cruz) ganhará mais 23 estações, além das 30 que já estavam previstas no projeto orginal. A via segregada - que inicialmente teria 32 quilômetros entre o Terminal Alvorada e a Estrada da Pedra - ganhará mais seis quilômetros na expansão até o Jardim Oceânico (onde se ligará à Linha 4 do Metrô) e 18 quilômetros dentro de Santa Cruz e Campo Grande, para fazer a integração com as estações de trem desses bairros. 

Projeto de novo trecho deve ficar pronto em um mês 

As expansões nos dois extremos do corredor ainda estão sendo detalhadas pela Secretaria municipal de Transportes. A previsão é que o projeto básico dos novos trechos fique pronto em um mês. Mas já se sabe que, no trajeto entre o Alvorada e o Jardim Oceânico, os ônibus circularão pelas faixas centrais da Avenida das Américas até o Shopping Downtown. Nesse ponto, o BRT fará uma grande curva para seguir pela Avenida Luiz Carlos Prestes (Via Parque), de onde atravessará o Canal de Marapendi por uma nova ponte que será construída, desembarcando nas imediações do Condado de Cascais. 

- O viaduto que liga as avenidas Armando Lombardi e Américas, perto do Downtown, será ampliado, para que o BRT possa passar por baixo dele para chegar à Via Parque sem interferir no trânsito das avenidas - explica o secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto. 

O terreno onde funcionou o antigo motel Maxim´s foi escolhido para receber a estação terminal, segundo o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão. A prefeitura anunciara, no final de 2009, que estudava expandir o Transoeste até o Jardim Oceânico. Mas, à época, a previsão era de que o corredor desembocasse na Praça do Pomar, no Tijucamar. O impacto viário e urbanístico dessa opção, contudo, fez a prefeitura voltar atrás. 
- Desistimos porque as interferências no Jardim Oceânico seriam maiores se o terminal ficasse na praça. Perto do Condado de Caiscais o impacto é menor e é mais fácil de integrar com o metrô - explica Sansão. 

Mudança trará mais 120 mil passageiros

Na outra ponta do Transoeste, em Santa Cruz, o BRT não terminará mais na Estrada da Pedra como previsto originalmente. A via segregada se estenderá por mais sete quilômetros pela Rua Felipe Cardoso, até a estação de trem de Santa Cruz. Uma variante de 11 quilômetros será implantada na Avenida Cesário de Mello até a estação de trem de Campo Grande, nas imediações do 40 BPM (Campo Grande). 

Com a ampliação, a prefeitura espera aumentar de cem para até 220 mil passageiros por dia circulando no corredor. Já os custos, que estavam orçados em R$ 692,1 milhões foram elevados para cerca de R$ 800 milhões. Segundo o secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto, as expansões serão divididas em dois lotes que serão licitados ainda este ano. O prazo original de entrega do corredor, marcado para junho de 2012, está mantido, diz Pinto. 

Na Barra, para que os passageiros do corredor expresso de ônibus possam acessar direto metrô, está sendo planejada uma grande passagem subterrânea de pedestres com cerca de 150 metros de extensão. A passagem ligará o terminal do BRT no Condado de Cascais até a estação do metrô, que será construída no subsolo da Avenida Armando Lombardi, em frente ao shopping BarraPoint. 

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Ponto de ônibus pirata engarrafa o Leblon

19/10/2010 - O Globo 

CONTRA A DESORDEM



RIO - O corretor de seguros Ionio Gamboa Freire, de 44 anos, enfrenta quase todo dia um grande congestionamento para chegar em casa, na Avenida Borges de Medeiros, no Leblon, onde há um ponto irregular de ônibus piratas. Ionio foi um dos primeiros a usar o Twitter @ILEGALeDAI para reclamar do problema. Enquanto era entrevistado pelo GLOBO, na noite de terça-feira, o subprefeito da Zona Sul, Bruno Ramos, passava, por acaso, pelo local. Sorte do corretor, que pôde ver na hora seu pedido chegar à prefeitura.

- Eu realmente não sabia desse ponto irregular de ônibus piratas na Avenida Borges de Medeiros. Vou conversar com o secretário de Transportes (Alexandre Sansão) para que seja criada uma rotina de fiscalização. Também vamos acionar a Guarda Municipal para que a ação da prefeitura se mantenha no local - disse Bruno Ramos, que vinha de uma reunião com comerciantes do bairro.

Siga o @ILEGALeDAI no Twitter

Leitor fala sobre participação no @ILEGALeDAI

Canal para denunciar desordem urbana

Além de ouvir as promessas do subprefeito, Ionio Freire ganhou um cartão de visitas com os telefones de Bruno Ramos. Para o morador do Leblon, o Twitter do @ILEGALeDAI é um mecanismo perfeito para denunciar irregularidades. O corretor de seguros disse que vai enviar tweets com fotos toda vez que a irregularidade voltar a acontecer:

- No Twitter, abro a boca. Qualquer ilegalidade ou desrespeito, eu faço um tweet pelo celular ou no computador. Trabalho no Centro há 25 anos e diariamente vejo irregularidades. Alias, parece que o Centro inteiro é uma ilegalidade. A quantidade de camelôs é tão grande que parece até uma praga. Tem caminhão parado na rua, muito lixo, moradores de rua. O Largo de São Francisco é uma praça que fica cheia de mendigos.

No início da noite de terça, O GLOBO flagrou ônibus piratas fazendo ponto na Avenida Borges de Medeiros entre a Lagoa e a Avenida Ataulfo de Paiva. Eles ficam parados na via enquanto não houver um certo número passageiros para fazer a viagem, geralmente em direção à Baixada Fluminense. Moradores alegam que os veículos só partem quando já estão cheios. Enquanto isso, a avenida fica obstruída pelo ônibus.

No vidro dianteiro dos coletivos, cartazes manuscritos exibem o itinerário e dão a impressão de que as pessoas que exploram o serviço têm certeza da impunidade. Parados, os ônibus prejudicam o trânsito. Ionio também reclamou que sua garagem muitas vezes fica obstruída por ônibus.

A Guarda Municipal enviará uma equipe com técnicos para fazer uma vistoria não apenas na Avenida Borges de Medeiros, mas também nas vias que cercam o Shopping Leblon.

Prefeitura lança edital que reformula sistema de ônibus de toda a cidade

15/06/2010 - Prefeitura - ACS/SMTR

TRANSPORTE

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), publica hoje aviso de edital do novo modelo para a rede de transportes rodoviária municipal e que inclui a implantação do Bilhete Único, no valor de R$ 2,40, além da renovação de toda a frota de ônibus até 2016. 

De acordo com o edital, a cidade será dividida em cinco Redes de Transportes Regionais (RTRs), das quais quatro serão Regiões de Exploração a serem licitadas: a Região 2 (Zona Sul e Grande Tijuca); Região 3 (Zona Norte); Região 4 (Baixada de Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Recreio); e a Região 5 (Zona Oeste). A Região 1 (Centro) não será licitada pois, no novo Modelo, é considerada área neutra e de uso comum, como ponto de destino, para todas as demais regiões. 

Cada região será licitada no modelo de concessão, com exigências específicas dentro das suas necessidades - como o aumento do número de veículos e da quantidade de linhas, no caso da Zona Oeste, ou a redução, no caso das Zonas Sul e Norte. 

Entre as vantagens do novo modelo estão o aumento da mobilidade; da integração entre os próprios ônibus; adequação da oferta de transporte à demanda; e melhora da qualidade dos ônibus, com uso de tecnologia mais limpa. Com isso, a Prefeitura incentiva o uso do transporte público, para liberar o trânsito, melhorar a qualidade ambiental, com reflexos positivos para a economia da cidade.

O edital trará os cronogramas para todas as mudanças, inclusive estabelecendo metas anuais de renovação da frota, com a obrigação de chegar a 2016 com 100% dos veículos dentro do novo padrão, que inclui direção hidráulica, suspensão a ar, escadas de acesso rebaixadas e elevador para pessoas com deficiência, motor traseiro (para reduzir a poluição sonora dentro dos coletivos) e carroceria dupla articulada, entre outras melhorias.

Prefeitura autoriza obras do corredor expresso que ligará Barra da Tijuca à Guaratiba

12/02/2010 - Agência Rio 

A Prefeitura publica hoje, dia 12, no Diário Oficial do Município, a pré-qualificação para a licitação da obra do TransOeste, corredor expresso que vai ligar a Barra da Tijuca a Guaratiba. Serão investidos R$ 631 milhões na implantação da via, que inclui a abertura do Túnel da Grota Funda, antiga reivindicação da população. A previsão é de que a obra comece no primeiro semestre de 2010 e seja finalizada em dois anos.

Atualmente, o trajeto Santa Cruz–Barra da Tijuca tem aproximadamente 50 km de extensão, viagem que corresponde, de ônibus, a uma hora e 40 minutos, em média. Com a construção do TransOeste e a implantação de BRTs (sistema de ônibus articulados), esse percurso será de 38,5 km, com tempo de viagem caindo para uma hora.

Para a implantação do sistema, a Avenida Dom João VI (antigo trecho da Avenida das Américas) terá uma parte duplicada. Haverá faixa exclusiva para ônibus na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca, e no Recreio dos Bandeirantes.

TransOeste: SMO inicia construção de viaduto

02/09/2010 - Agência Rio 

Trânsito nas duas pistas centrais da Avenida das Américas fica interditado ao tráfego de veículos no sentido Zona Sul

A Secretaria Municipal de Obras (SMO) iniciou as obras de implantação de um viaduto na Avenida das Américas, no cruzamento com a Avenida Salvador Allende. A intervenção, de aproximadamente 250 metros por sentido, é uma das etapas mais importantes da construção do Transoeste, corredor expresso que vai ligar a Barra da Tijuca a Santa Cruz.

A obra será a primeira a ter as melhorias percebidas pela população, já que a meta da SMO é finalizar o viaduto até o início do verão. Antiga expectativa dos moradores da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes, o viaduto vai eliminar o cruzamento, com sinal de trânsito, das avenidas das Américas e Salvador Allende, possibilitando a passagem direta dos veículos e eliminando as retenções diárias ocasionadas pela parada nos sinais hoje existentes. A elevação da via também vai ajudar a amenizar os engarrafamentos que comumente acontecem nos horários de pico nas praias da região. Além de possibilitar fluidez para os usuários, haverá melhoria nas condições de transporte, conforto e segurança.

O primeiro passo para a implantação do viaduto foi executar os desvios provisórios para fechar as pistas centrais da Avenida das Américas, onde serão cravadas as estacas para a construção do viaduto. A medida viabilizou o início dos serviços de infraestrutura. 

Para execução do viaduto, a CET-Rio interdita ao tráfego, a partir de hoje, 26, as duas pistas centrais da Avenida das Américas, sentido Zona Sul, em um trecho de 250 metros, por sentido, na altura do cruzamento da Avenida Salvador Allende.

Durante a construção, o desvio do tráfego será feito pelas duas pistas laterais com três faixas cada uma. A ligação entre as avenidas Balthazar da Silveira e Salvador Allende será mantida. Operadores de tráfego estarão no local orientando os motoristas e o fluxo nos desvios.

Os trabalhos são executados durante os sete dias da semana, inclusive em horário noturno quando necessário. O prazo previsto de conclusão do viaduto é dezembro de 2010.

A SMO iniciou no dia 8 de julho a implantação do corredor Transoeste, cujo custo total das obras é R$ 692,1 milhões, incluindo outros serviços importantes como a abertura do túnel da Grota Funda. O corredor, de 32 km de extensão, deverá ficar pronto em dois anos.

Município investe R$ 692,1 milhões na implantação da Transoeste

08/07/2010 - Agência Rio 

Corredor expresso que vai ligar a Barra da Tijuca à Santa Cruz

A Secretaria Municipal de Obras inicia hoje a implantação da Transoeste, corredor expresso que vai ligar a Barra da Tijuca à Santa Cruz. A Prefeitura do Rio vai investir R$ 692,1 milhões nas obras, que incluem a abertura do Túnel da Grota Funda e devem ser concluídas em dois anos.

A Transoeste vai reduzir pela metade o tempo médio de viagem entre os dois bairros e é um dos três corredores que compõem o projeto de preparação viária da cidade para a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, ao lado da Transolímpica e da Transcarioca.

O corredor não terá pedágio e a Serra da Grota Funda continuará em funcionamento. Serão 32 km de extensão, com 30 estações de BRTs (Bus Rapid Transit) – corredor expresso de ônibus articulados. A obra inclui a restauração de 255 mil metros quadrados e a implantação de 522 mil metros quadrados de pavimento.

Obras da Transoeste avançam no Recreio

10/08/2010 - Agência Rio 

Dando andamento às obras da Transoeste, a Subprefeitura da Barra e Jacarepaguá removeu, hoje, dia 10, uma loja de artigos de decoração e jardim que se encontra dentro do traçado do projeto de duplicação da Avenida das Américas, no Recreio. O estabelecimento foi notificado no final de julho, e o comerciante não apresentou qualquer resistência, colaborando com a equipe da Prefeitura na retirada dos objetos da loja.

“Essa obra trará muitos benefícios para todos da região, por isso não vamos medir esforços para que os trabalhos prossigam da melhor forma possível, e para que os prazos sejam cumpridos”, disse o subprefeito Tiago Mohamed.

A Transoeste é um corredor expresso que ligará a Barra da Tijuca a Santa Cruz. Com investimento de R$ 692,1 milhões, a obra terá 32 km de extensão, com 30 estações de BRTs (Bus Rapid Transit) – corredor de ônibus articulados com linhas expressas e paradoras. As obras incluem a duplicação da Avenida das Américas, no Recreio, um viaduto no cruzamento entre a Avenida das Américas e Av. Salvador Allende e a abertura do túnel da Grota Funda.

Transoeste ganhará 23 estações a mais com mudança no traçado

20/10/2010 - O Globo - Isabela Bastos

AMPLIAÇÃO

RIO - Por conta da ampliação em 24 quilômetros, anunciada esta semana pelo prefeito Eduardo Paes, o Transoeste (corredor expresso de ônibus articulado, BRT, ligando a Barra a Santa Cruz) ganhará mais 23 estações, além das 30 que já estavam previstas no projeto orginal. A via segregada - que inicialmente teria 32 quilômetros entre o Terminal Alvorada e a Estrada da Pedra - ganhará mais seis quilômetros na expansão até o Jardim Oceânico (onde se ligará à Linha 4 do Metrô) e 18 quilômetros dentro de Santa Cruz e Campo Grande, para fazer a integração com as estações de trem desses bairros.

Projeto de novo trecho deve ficar pronto em um mês

As expansões nos dois extremos do corredor ainda estão sendo detalhadas pela Secretaria municipal de Transportes. A previsão é que o projeto básico dos novos trechos fique pronto em um mês. Mas já se sabe que, no trajeto entre o Alvorada e o Jardim Oceânico, os ônibus circularão pelas faixas centrais da Avenida das Américas até o Shopping Downtown. Nesse ponto, o BRT fará uma grande curva para seguir pela Avenida Luiz Carlos Prestes (Via Parque), de onde atravessará o Canal de Marapendi por uma nova ponte que será construída, desembarcando nas imediações do Condado de Cascais.

- O viaduto que liga as avenidas Armando Lombardi e Américas, perto do Downtown, será ampliado, para que o BRT possa passar por baixo dele para chegar à Via Parque sem interferir no trânsito das avenidas - explica o secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto.

O terreno onde funcionou o antigo motel Maxim´s foi escolhido para receber a estação terminal, segundo o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão. A prefeitura anunciara, no final de 2009, que estudava expandir o Transoeste até o Jardim Oceânico. Mas, à época, a previsão era de que o corredor desembocasse na Praça do Pomar, no Tijucamar. O impacto viário e urbanístico dessa opção, contudo, fez a prefeitura voltar atrás.

- Desistimos porque as interferências no Jardim Oceânico seriam maiores se o terminal ficasse na praça. Perto do Condado de Caiscais o impacto é menor e é mais fácil de integrar com o metrô - explica Sansão.Mudança trará mais 120 mil passageiros

Na outra ponta do Transoeste, em Santa Cruz, o BRT não terminará mais na Estrada da Pedra como previsto originalmente. A via segregada se estenderá por mais sete quilômetros pela Rua Felipe Cardoso, até a estação de trem de Santa Cruz. Uma variante de 11 quilômetros será implantada na Avenida Cesário de Mello até a estação de trem de Campo Grande, nas imediações do 40 BPM (Campo Grande).

Com a ampliação, a prefeitura espera aumentar de cem para até 220 mil passageiros por dia circulando no corredor. Já os custos, que estavam orçados em R$ 692,1 milhões foram elevados para cerca de R$ 800 milhões. Segundo o secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto, as expansões serão divididas em dois lotes que serão licitados ainda este ano. O prazo original de entrega do corredor, marcado para junho de 2012, está mantido, diz Pinto.

Na Barra, para que os passageiros do corredor expresso de ônibus possam acessar direto metrô, está sendo planejada uma grande passagem subterrânea de pedestres com cerca de 150 metros de extensão. A passagem ligará o terminal do BRT no Condado de Cascais até a estação do metrô, que será construída no subsolo da Avenida Armando Lombardi, em frente ao shopping BarraPoint.


Secretaria de Transportes define critérios para identidade visual

18/10/2010 - Agência Rio 

Resolução da Secretaria Municipal de Transportes, no Diário Oficial desta segunda-feira (18), define critérios para padrões técnicos de identidade visual externa dos ônibus dos quatro consórcios vencedores da licitação da Prefeitura.

Ônibus básicos, midiônibus e miniônibus deverão ter essa indicação em películas adesivas e pintura de identificação do Serviço Público de Passageiros por Ônibus na traseira, frente, laterais e capota superior externa: na cor amarela, nos veículos do Consórcio Intersul; verde, nas do Consórcio Internorte; azul, nos do Consórcio Transcarioca; e vermelha, nos do Consórcio Santa Cruz.

Não serão admitidos outros tipos de inscrição nos veículos autorizados, fixa a resolução, com detalhes e desenhos para orientação dos quatro consórcios. Em outra resolução, a Secretaria também estabelece critérios para identidade visual de outros veículos que compõem o Sistema de Transporte Público do Município do Rio.

As empresas devem providenciar as modificações necessárias ao cumprimento dessa resolução em todos os veículos aprovados junto à Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização, de acordo com cronograna a ser divulgado pela secretaria.

Bilhete Único Carioca tem mais de 4 mil inscritos

18/10/2010 - Agência Rio 

Desde o dia 10 de outubro, quando se iniciaram as inscrições, 4.154 pessoas já se cadastraram para receber o Bilhete Único Carioca, com o qual os usuários dos ônibus urbanos municipais poderão pegar até duas conduções pelo preço de uma, dentro do período de duas horas.

O Bilhete Único é a principal novidade da política tarifária que a Prefeitura do Rio de Janeiro instituirá a partir do dia 6 de novembro, quando o sistema começar a funcionar. É também um dos pilares do novo planejamento de transporte para a cidade.

Embora pequeno, o número não reflete a parcela da população já habilitada, uma vez que os portadores de cartões de Bilhete Único intermunicipal, de vale-transporte RioCard ou de outras modalidades de cartão RioCard (Expresso e Jovem, desde que o usuário tenha o CPF registrado) poderão usufruir as vantagens do benefício tão logo o Bilhete Único Carioca esteja em funcionamento.

Atualmente existem 1.473.329 pessoas nessa condição. Do total de pessoas cadastradas, 3.467 o fizeram pelo site www.riobilheteunico.com.br, enquanto 687 preferiram ir até um dos oito postos de cadastramento.




terça-feira, 19 de outubro de 2010

Prefeito do Rio anuncia mudança no projeto do Transoeste

19/10/2010 - Transporte Idéias

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou uma mudança no projeto do Transoeste, sistema de corredor expresso exclusivo para ônibus articulados (Bus Rapid Transit - BRTs). A via será ampliada nas duas extremidades: Barra da Tijuca, onde chegará ao Jardim Oceânico, e em direção à zona oeste, que vai até o centro de Campo Grande, não mais até Santa Cruz, conforme previsto.

A obra do Transoeste é um dos investimentos do Rio para os Jogos Olímpicos de 2016. Com o novo traçado, o custo subirá de R$ 692 milhões para R$ 800 milhões, e o trajeto passará a ter 56 quilômetros, não mais 32. Uma nova licitação será realizada.

O Transoeste é o único BRT cujas obras já começaram. O objetivo do corredor é amenizar o trânsito na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade.

A prefeitura do Rio de Janeiro espera terminar o Transoeste até 2012. Outros três BRTs também serão construídos: Transcarioca (Barra-Aeroporto Internacional Tom Jobim), Transolímpica (Barra-Deodoro) e outro na Avenida Brasil (Caju-Santa Cruz).

Bilhete Único Carioca ainda com pouca procura


 18/10/2010 - O Globo - Selma Schmidt

EXPECTATIVA DE UM MILHÃO DE CADASTROS

RIO - O Bilhete Único Carioca entrará em vigor no dia 6 de novembro, mas ainda são poucos os usuários que se cadastraram pelo site ou num dos oito postos montados pelo Rio Ônibus (sindicato que reúne as empresas da capital). Do dia 10 até as 14h de segunda-feira, apenas 4.154 pessoas se habilitaram a usar o cartão, que permitirá viajar por duas horas, pagando R$ 2,40. Apesar da pequena procura até agora, a expectativa do vice-presidente do Rio Ônibus, Otacílio Monteiro, é que o número de cadastrados passe de um milhão.

- Quando se aproximar a data da entrada em vigor do cartão, a procura vai aumentar muito - diz Monteiro.

Os cerca de 1,47 milhão de passageiros que já têm o bilhete único intermunicipal ou o vale-transporte não deverão se cadastrar novamente. O CPF do usuário é habilitado apenas para um cartão, que pode ser usado no sistema municipal e no intermunicipal.

A Secretaria municipal de Transportes confirmou que os quatro consórcios vencedores da licitação começam a operar o sistema de ônibus no próximo dia 30. A expectativa de Monteiro é que 200 coletivos com a nova identidade visual - todos novos - estejam circulando nessa data.

Segundo resolução da Secretaria de Transportes, em até um ano, todos os coletivos municipais (8,5 mil) deverão obedecer à nova padronização externa. Os veículos serão brancos, com alguns detalhes em outra cor, para identificar a região onde eles circularão. Assim, verde identificará as linhas da concessionária Santa Cruz (Zona Oeste); laranja, as da Internorte (Zona Norte); amarelo, as da Transcarioca (Jacarepaguá, Barra e Recreio); e azul, as da Intersul (Zona Sul e Grande Tijuca).

Os padrões externos temporários para as vans licitadas também foram decididos por resolução. O branco é a cor básica. Na porta para acesso dos passageiros, em azul, haverá a logomarca do sistema e o número de identificação do veículo. Na parte traseira, deverá constar o telefone da Secretaria de Transportes.

Ainda não há uma data para as vans padronizadas começarem a circular, o que depende do fim do processo de licitação na Zona Oeste. Até agora, foram licitados nove lotes, com trajetos em Guaratiba, Mato Alto, Campo Grande, Santa Cruz, Sepetiba e Paciência. Outros dois lotes, de Bangu, ainda serão licitados. O processo se estenderá para a Zona Norte, começando pela Ilha do Governador.

O cadastramento para o Bilhete Único Carioca pode ser feito no sitewww.riobilheteunico.com.br ou em oito postos: no Terminal Rodoviário Alvorada, na Avenida das Américas (Barra); no Shopping Bangu, na Rua Fonseca 240, segundo piso; na Secretaria de Transportes, Rua Dona Mariana 48, Botafogo; na Rua da Ajuda 5, no Centro; na Central do Brasil; na RA de Irajá, na Avenida Monsenhor Félix 512; no terminal rodoviário de Madureira, na Praça Armando Cruz; e na RA de Santa Cruz, na Rua Fernanda 155.

Ônibus terão letreiros com números maiores

18/10/2010 - O Dia - Beatriz Salomão

Novo formato visa facilitar a identificação das linhas, que terão o mesmo visual

Rio - A partir do dia 30, passageiros poderão conferir a nova roupagem dos ônibus municipais que vão operar as linhas vencedoras da licitação. Cada consórcio terá uma cor (azul, verde, amarelo ou vermelho) de acordo com a área de atuação. Como várias linhas terão a mesma identificação, o letreiro com o número do ônibus será ampliado para não confundir o usuário.

Foto: Reprodução
Para evitar confusão no momento do passageiro pegar o ônibus os números serão ampliados | Foto: Reprodução

A mudança foi publicada ontem no Diário Oficial do Município. O Consórcio A Intersul (Baixada de Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Recreio) será amarelo, o B Internorte (Zona Oeste), verde, o C Transcarioca (Zona Sul e Grande Tijuca), azul, e o D Santa-Cruz (Zona Norte) vermelho. Os adesivos e a pintura serão instalados na traseira, frente, laterais e capota. Junto ao número da ordem, virá a letra de identificação.

As empresas têm um ano para se adequar à norma. No dia 30, quando começa a valer o Bilhete Único Municipal, cerca de 250 ônibus estarão nos novos moldes. A frota nova já virá com a pintura.

Já os veículos do Sistema de Transporte Público Local, vans em licitação, terão que informar na parte dianteira o número de assentos reservados à gratuidade. 

Também ontem foi anunciado que a Transoeste, corredor exclusivo para ônibus BRT que ligaria Barra da Tijuca a Santa Cruz, será ampliada, e o custo da obra vai subir em R$ 100 milhões. No novo projeto, o trajeto será estendido de Santa Cruz a Campo Grande. No outro extremo, o corredor irá até o Jardim Oceânico.


segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Identidade Visual Externa do Transporte Local

Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro

RESOLUÇÃO SMTR Nº 2044 DE 15 DE OUTUBRO DE 2010

ESTABELECE CRITÉRIOS PARA PADRÕES TÉCNICOS TEMPORÁRIOS DE IDENTIDADE VISUAL EXTERNA DOS VÉICULOS DO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO LOCAL – STPL, DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor;

CONSIDERANDO a Lei nº 2.422 de 04 de junho de 1996.

CONSIDERANDO o que dispõe o Decreto n° 31.052 de 08 de setembro de 2009;

CONSIDERANDO a necessidade de agilizarmos os procedimentos para licenciamento do Sistema de Transporte Público Local – STPL em conformidade com o certame licitatório;

CONSIDERANDO a decisão exarada nos processos administrativos n°s 03/004. 579/2009, 03/004. 600/2009, 03/004. 601/2009, 03 /004. 602/2009.

RESOLVE:

Art. 1º – Os veículos que irão compor o Sistema de Transporte Publico Local – STPL, utilizarão de forma temporária películas adesivas e/ou pintura de identificação do Sistema que serão instalados na traseira, frente, laterais e capota superior externa, contendo os dizeres e logomarca conforme Anexo I.

Art. 2º - A codificação de identificação da ligação, deverá estar em concordância com a resolução SMTR nº 1995 de 13 de Abril de 2010.

Art. 3º - Na parte traseira do veículo deverá constar o telefone de sugestões e reclamações da SMTR.

Art. 4º - Na porta dianteira direita deverá conter a informação a respeito do número de lugares reservados as gratuidades, com os seguintes dizeres:

“Este veículo está obrigado à transportar 1 (2) gratuidade (s)”.

Art. 5º - O logotipo do Sistema Internacional de Acessibilidade, SIA, junto à porta de embarque e desembarque utilizados pelos portadores de acessibilidades especiais e na lateral oposta, quando do veículo adaptado para este fim.

Art. 6º- As pessoas jurídicas do STPL deverão promover as modificações necessárias ao cumprimento desta Resolução em todos os veículos aprovados junto a Coordenadoria de Licenciamento conforme cronograma a ser editado pela Secretaria Municipal de Transportes.

Art. 7º - Não serão admitidos quaisquer outros tipos de inscrição nos veículos autorizados, senão os definidos nesta Resolução.

Art. 8º- Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrario.


Novo projeto da Transoeste aumenta custos em mais de R$ 100 milhões

18/10/2010 - RJTV

Trajeto será estendido de Santa Cruz até o Centro de Campo Grande.
Prefeitura promete construir Transoeste até as Olimpiadas de 2016.

A Prefeitura do Rio anunciou mudanças no projeto da Transoeste, um dos corredores exclusivos para ônibus BRT, sistema inteligente de transporte, que o município promete construir até as Olimpíadas de 2016. O trajeto que iria da Barra da Tijuca até Santa Cruz vai aumentar para os dois lados e o custo da obra vai subir em R$ 100 milhões.

“Você vai ter um BRT saindo aqui da Barra, vindo pelo litoral, em direção à Zona Oeste. Você vai ter um outro cortando aqui, fazendo uma ligação com subúrbio, indo até a Ilha do Governador, que tá aqui. Você tem um outro cortando o maciço da Pedra Branca, chegando em Deodoro, na Avenida Brasil. E você tem o outro da Avenida Brasil chegando até o Centro da cidade”, explica o prefeito Eduardo Paes.

De todos esses corredores, só a Transoeste está em obras. O viaduto está em construção e começou a duplicação de vias e perfuração do Túnel da Grota Funda. A prefeitura promete terminar a via até 2012.

No projeto original, a Transoeste ligava a Barra da Tijuca até Santa Cruz. Mas a Transoeste foi ampliada. O trajeto agora será estendido de Santa Cruz até o Centro de Campo Grande. E no outro extremo, na Barra, o corredor irá até o Jardim Oceânico.Com a mudança, o BRT da Transoeste passa a ser o maior em tamanho, aumentando de 32 para 56 quilômetros. Uma nova licitação será realizada para o novo trajeto. Com a ampliação, o custo total da obra passa de R$ 692 milhões para R$ 800 milhões.

O BRT é um sistema com ônibus articulado, que terá faixas exclusivas. O projeto das estações está pronto. Elas terão estrutura em aço e portas automáticas.

Identidade Visual Externa da Frota

18/10/2010 - Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro

Secretaria Municipal de Transportes
ATO DO SECRETÁRIO
RESOLUÇÃO SMTR Nº 2043 DE 15 DE OUTUBRO DE 2010

ESTABELECE CRITÉRIOS PARA PADRÕES TÉCNICOS DE IDENTIDADE VISUAL EXTERNA DOS VÉICULOS DO SERVIÇO PÚBLICO DE PASSAGEIRO POR ÔNIBUS – SPPO, DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor;

CONSIDERANDO a Lei nº 2.422 de 04 de junho de 1996.

CONSIDERANDO o que dispõe o Decreto n° 12713 de 01 de março de 1994;

CONSIDERANDO a necessidade de agilizarmos os procedimentos para licenciamento do Serviço Público De Passageiro Por Ônibus – SPPO em conformidade com o certame licitatório;

CONSIDERANDO a decisão exarada nos processos administrativos n°s 03/002. 514/2010, 03/002. 515/2010, 03/002. 516/2010, 03/002. 517/2010.

CONSIDERANDO a necessidade de estabelecer melhor identificação visual para os usuários do Sistema

RESOLVE:

Art. 1º – Os veículos que irão compor o Serviço Público De Passageiro Por ÔnIbus – SPPO , utilizarão na carroceria externa películas adesivas e pintura de identificação do Serviço que serão instalados na traseira, frente, laterais e capota superior externa, contendo os dizeres e logomarca conforme os Anexos,:

Anexo I – Ônibus Básico
Anexo II _ Midiônibus
Anexo III _ Mínionibus

Parágrafo Único - Os veículos poderão variar de acordo com o número de portas de cada modelo especificadamente.

Art. 2º - Os consórcios vencedores do certame licitatório utilizarão cores diferenciadas por identidade visual, à saber:
A - Consórcio Intersul _ AMARELO
B - Consórcio Internorte _ VERDE
C - Consórcio Transcarioca _ AZUL
D - Consórcio Santa-Cruz _ VERMELHO

Parágrafo Único – Os veículos terão também o primeiro digito do alfa-numérico descrito neste Artigo como identificador do consórcio, junto ao número de ordem.

Art. 3º- Os consórcios referenciados no Art.2º deverão promover as modificações necessárias ao cumprimento desta Resolução em todos os veículos aprovados junto a Coordenadoria de Licenciamento conforme cronograma a ser editado pela Secretaria Municipal de Transportes.

Art. 4º - Não serão admitidos quaisquer outros tipos de inscrição nos veículos autorizados, senão os definidos nesta Resolução.

Art. 5º - Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrario.

domingo, 17 de outubro de 2010

Ônibus a hidrogênio

Primeira linha convencional a operar com ônibus a hidrogénio. Início da operação previsto para o segundo semestre de 2010.




 Busscar Urbanuss Pluss LF - Chassi  HVR



Fotos: Clube do Trecho, maio de 2010

Ônibus a hidrogênio



2010

BNDES deve aprovar este mês financiamento de ônibus expresso no Rio

15/10/2010 - Valor Online -  Rafael Rosas

RIO - A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deve aprovar em até três semanas o financiamento para a construção da linha de ônibus expresso (BRT, sigla de Bus Rapid Transit) que ligará a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional Tom Jobim. O custo estimado do projeto é de R$ 1,2 bilhão e o banco de fomento poderá arcar com mais de 90% desse valor.

As estimativas foram feitas hoje pelo diretor de inclusão social e crédito do BNDES, Élvio Gaspar, para quem a tendência nos financiamentos destinados a hotéis, modais de transporte e arenas que serão erguidos ou reformados para a Copa de 2014 e para a Olimpíada de 2016 é de taxas menores e prazos maiores para os que atenderem requisitos de sustentabilidade ambiental e social.

De acordo com o executivo, a diretoria do banco vai aprovar inicialmente a construção do corretor de tráfego para os BRTs. O objetivo do banco é obter metas para reduzir impactos ambientais na compra dos equipamentos que serão utilizados.

“Estamos discutindo com a Prefeitura para que [os veículos] tenham baixa emissão e vamos discutir com os contratantes a tecnologia”, disse Gaspar, que participou de seminário na Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), no Rio de Janeiro.

O diretor do banco garantiu que não haverá pressão para o uso de uma determinada tecnologia – o que poderia elevar o preço da tarifa para os usuários –, mas a concessão de condições mais vantajosas no crédito dado a projetos ambientalmente e socialmente sustentáveis. Como exemplo, lembrou os projetos dos dois hotéis já beneficiados com recursos do ProCopa no Rio de Janeiro. A reforma do Glória terá financiamento com prazo de 15 anos, enquanto a construção do Ibis Copacabana terá prazo de 18 anos.

“Vai dar muito certo porque é economicamente vantajoso”, frisou Gaspar, lembrando que os juros anuais caem de 8,4% para 6,9% no caso de hotéis que cumprem as sugestões ambientais e sociais dadas pelo banco de fomento, como melhor aproveitamento energético, coleta de água e de resíduos sólidos. “Não vamos deixar de financiar, mas estabelecer diferenças de taxa e de prazo que cobrem com folga e estimulam economicamente a decisão do empreendedor”, acrescentou.

sábado, 16 de outubro de 2010

Primeiro dia para cadastramento do Bilhete Único tem minifila

14/10/2010 - O Dia  - Diogo Dias

A expectativa é de que o número de pedidos chegue a 1 milhão

Foto: Alessandro Costa / Agência O Dia

Rio - Ontem, primeiro dia de cadastramento do Bilhete Único Carioca nos balcões de atendimento, a procura pelo serviço ainda foi pequena. Desde domingo, só 300 usuários fizeram o pedido do cartão pela Internet. A expectativa, no entanto, é de que o número chegue a 1 milhão. Enquanto cariocas buscavam facilitar o deslocamento na cidade, cerca de 40 mil usuários de ônibus da Viação Amigos Unidos foram afetados por paralisação de motoristas e cobradores da Viação Amigos Unidos.

Na internet forami coantabilizados 300 cadastramentos do Bilhete Único desde domingo | Foto: Alessandro Costa / Agência O Dia

Na pequena fila formada na loja do Bilhete Único na Central do Brasil, o garçom Antônio José Rodrigues de Souza, 36 anos, contabilizava o alívio para o bolso. “Vou gastar quase metade com transporte. A economia é muito boa, e a fila certamente vai ficar maior”, observou.

Os usuários poderão fazer 2 viagens municipais, em 2 horas, pagando R$ 2,40 a partir de 6 de novembro. Quem usa dois ônibus na ida e dois na volta do trabalho gastará R$ 4,80 por dia, em vez dos atuais R$ 9,40. É possível pedir o cartão pelo site www.riobilheteunico.com.br. 

Quem teve que esperar muito na fila ontem foram passageiros das 13 linhas operadas pela Amigos Unidos, cujos funcionários reclamavam atraso no pagamento. “Eu e meu filho esperamos meia hora em pé, embaixo do sol. Ninguém avisou da greve”, disse Fabiano Pereira, 33. Se não receberem até sexta, motoristas prometem paralisar de novo.


Obra da TransOeste fecha meia pista de vias em Guaratiba

12/10/2010 - Agência Rio 

Do primeiro minuto de quarta-feira (13), à meia-noite de 31 de dezembro, em Guratiba, para obra do Projeto TransOeste, será fechada ao tráfego meia pista de rolamento em toda a extensão da Estrada do Mato Alto e na Rua Campo Formoso, entre as estradas do Mato Alto e do Cabuçu.

Conforme autorização da Coordenadoria de Regulamentação e Infrações Viárias, o fechamento será em trechos intercalados de até 500 metros, com orientação de Siga e Pare onde há sentido duplo de tráfego.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Termina a greve dos rodoviários da empresa Amigos Unidos

13/10/2010 - O Dia 

Foto:Alessandro Costa / Agência O Dia
A paralisação dos funcionários da Amigos Unidos durou apenas um dia mas deixou muitoas pessoas a pé | Foto: Alessandro Costa / Agência O Dia


Rio - O Sindicato dos Rodoviários do Rio de Janeiro informou, nesta quarta-feira, que os ônibus da Viação Amigos Unidos, que ficaram parados durante a manhã em decorrência de uma greve, estão voltando aos poucos a circular.

O sindicato informou que os funcionários da Amigos Unidos cruzaram os braços por reivindicar salários atrasados, férias vencidas e fundo de garantia não depositados. O retorno ao trabalho foi decidido após reunião com representantes da empresa.

Com a paralisação, ônibus de 17 linhas deixaram de circular. De acordo com o sindicato, a Amigos Unidos se comprometeu a realizar o pagamento do salário de setembro até a próxima sexta-feira - o pagamento deste mês será feito nas próximas semanas.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Lotação na Década de 1950


Acervo Renato Libeck

Em 14/10/2010, às 09:11:51, Renato Libeck disse: 
Consta ser oficialmente a primeira mulher da cidade do Rio de Janeiro a ser admitida como motorista de ônibus. O retrovisor do ônibus e o tamanho do volante nos dá uma indicação do ônibus ser um Mercedes Benz, anos 50, chamado popularmente de " Bicudinho ". Aquela plaqueta de alumínio rebitada acima do parabrisas, lembrando vagamente a letra M é própria de uma carroceria marca Metropolitana, que usou e abusou do emprego do alumínio em suas carrocerias. Por sinal as melhores.

Extraído do fotolog "-o OutRo MunDo - OutStAnDinGs" de Conde di Lido em 14/10/2010