sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Novas regras para ônibus do Rio começam a valer a partir do dia 6

29/10/2010 - G1, com informações do RJTV

Fetranspor estima que frota estará totalmente modificada dentro de um ano.
Consórcios vencedores farão trajetos de empresas que deixarão de existir.

Video:

A partir de 6 de novembro passam a valer as novas regras para os ônibus da cidade do Rio de Janeiro. Entre as mudanças previstas, além da identificação das frotas por cores padrão, estão a implantação de câmeras de vídeo, tacógrafos eletrônicos e o uso do rastreador GPS para acompanhar a movimentação da frota. Algumas linhas de ônibus também devem ser remanejadas de áreas onde há excesso de veículos para regiões onde o transporte é precário.

Os primeiros coletivos a se adequarem às novas regras são os da linha Lins-Praça XV, que já circulam pelo Rio de cara nova. A mudança no novo visual da frota municipal, no entanto, deve acontecer gradualmente. As concessionárias têm que adequar 7,5% da frota por mês para que em um ano todos os ônibus estejam de cara nova, de acordo com estimativas da Fetranspor.
saiba mais
Passageiros reclamam de motoristas de ônibus que param fora da hora

Os ônibus municipais foram divididos por quatro grandes áreas, administradas por quatro diferentes concessionárias. Cada uma delas terá detalhes em uma cor predominante na frota: na Zona Oeste, o concessionária Santa Cruz usará o vermelho; na região da Barra e Jacarepaguá, a Transcarioca usará azul; na Zona Sul, a Intersul terá o amarelo em destaque; e na Zona Norte, o consórcio Internorte usará a cor verde. Já o Centro será a região de destino de todas as áreas.

Algumas empresas vão desaparecer
Nessa reformulação, algumas empresas de ônibus que não participaram da licitação vão desaparecer: Breda, Auto Diesel, Erig, Amigos Unidos, Feital, Zona Oeste e Top Rio.

De acordo com a Fetranspor, os consórcios que venceram a licitação vão assumir todos os trajetos feitos por essas empresas. A única diferença, por enquanto, ainda segundo a Fetranpor, é que será usado um adesivo para esconder o nome dessas empresas nos ônibus, já que elas não poderão mais atuar a partir do próximo dia 6.
Modelo de Ônibus novo no Rio
Cor dos ônibus é definida de acordo com área de circulação (Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio)

Bilhete Único Carioca

Dia 6 de novembro também é a data escolhida para a implantação do Bilhete Único Carioca(BUC), o sistema de integração das linhas de ônibus municipais do Rio. A partir desta data, o passageiro poderá pegar dois ônibus em um intervalo máximo de duas horas pagando uma passagem de R$ 2,40.

O usuário só poderá usufruir da tarifa do Bilhete Único Carioca, após seu cadastramento no site do RioCard, vinculando o CPF ao número do cartão.

Quem já possui o Bilhete Único Intermunicipal e o Vale Transporte RioCard não precisa se cadastrar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário