domingo, 31 de janeiro de 2016

Linhas de ônibus encurtadas pela prefeitura do Rio circulam quase vazias, dizem motoristas e despachantes

31/01/2016 - Extra

EXT CI - Rio, 27/01/2016, Linhas de ônibus encurtadas - Algumas linhas de ônibus tiveram seus trajetos encurtados, diminuindo o número de passageiros. Na foto, ônibus da linha 464 em Vila Isabel. Foto: Márcio Alves / Agência O Globo
EXT CI - Rio, 27/01/2016, Linhas de ônibus encurtadas - Algumas linhas de ônibus tiveram seus trajetos encurtados, diminuindo o número de passageiros. Na foto, ônibus da linha 464 em Vila Isabel. Foto: Márcio Alves / Agência O Globo Foto: Márcio Alves / Agência O Globo

Elisa Clavery

Sábado de manhã. Um motorista da linha 464 (Maracanã-Praia de Botafogo) faz sua segunda viagem sem passageiros, aproveitando a solidão no coletivo para ouvir um axé pelo seu celular. Sem se identificar, ele explica: desde que a linha teve seu percurso encurtado — antes, o ponto final era no Leblon, na Zona Sul do Rio —, os passageiros diminuíram.

— Eles sumiram, ninguém quer fazer baldeação.

O sumiço dos usuários não é exclusividade dos fins de semana. Nem da 464. Nas linhas 433 (Vila Isabel-Praia de Botafogo) e 434 (Grajaú-Praia de Botafogo), que também diminuíram o trajeto, despachantes e motoristas confirmam que há menos passageiros — e estimam uma queda de 50%.
— Antes, carregava cerca de 500 passageiros entre 7h e 12h. Agora, tenho carregado pouco mais de 200 — diz o motorista da 433. — Não sei se eles estão pegando metrô ou pagando pelo táxi, mas estão buscando alternativas.

Vendedor de doces na Praça Tobias Barreto, em Vila Isabel, Zona Norte do Rio — ponto final da linha 464 —, Jorge Silvestre, de 50 anos, reclama que as mudanças enfraqueceram seu negócio.

— Eu costumava chegar na praça para trabalhar às 6h, mas vi que não valia a pena, porque não tinha quase ninguém. Passei a chegar às 9h, quando começa a ter mais gente — diz Jorge.

EXT CI - Rio, 27/01/2016, Linhas de ônibus encurtadas - Algumas linhas de ônibus tiveram seus trajetos encurtados, diminuindo o número de passageiros. Na foto, vendedor Jorge Silvestre de Oliveira no ponto final da linha 464, em Vila Isabel. Foto: Márcio Alves / Agência O Globo
EXT CI - Rio, 27/01/2016, Linhas de ônibus encurtadas - Algumas linhas de ônibus tiveram seus trajetos encurtados, diminuindo o número de passageiros. Na foto, vendedor Jorge Silvestre de Oliveira no ponto final da linha 464, em Vila Isabel. Foto: Márcio Alves / Agência O Globo Foto: Márcio Alves / Agência O Globo

Uma das justificativas da SMTR para a racionalização é que muitas linhas circulavam com ônibus vazios, pois faziam trajetos semelhantes. Para o engenheiro de tráfego e professor da Uerj Alexandre Rojas, o projeto pode ser um tiro no pé para desafogar o trânsito. Insatisfeitos em fazer baldeação — 20% dos passageiros passaram a pegar duas conduções após a mudança, segundo a Secretaria municipal de Transportes —, alguns podem preferir o carro:

— Quando o passageiro vê dificuldades, escolhe o carro. Essa medida, que era para melhorar o tráfego, pode aumentar a quantidade de veículos — diz o especialista: — Os órgãos deveriam avaliar essas mudanças, ouvir o que os usuários têm a dizer. Pode ser que o sistema original seja melhor do que esse. Não há problema nenhum em admitir que erraram.

Sobre o esvaziamento das linhas, a SMTR justificou que “os ônibus estão oferecendo mais conforto aos passageiros e esse era um dos objetivos da racionalização”. Questionado, o RioÔnibus não comentou sobre a redução do número de passageiros, nem se isso prejudica financeiramente as empresas responsáveis.

O serviço das linhas 433, 434 e 464 foram divididos, segundo a secretaria. As linhas agora ligam os passageiros da Grande Tijuca à Lapa e quem quiser sair da Zona Norte para a Zona Sul pode usar os ônibus que passam pelos túneis Rebouças e Santa Bárbara, que são a 432 e a 435.

Ainda não foram divulgados relatórios oficiais com a quantidade de usuários das linhas encurtadas. A SMTR informou que os dados são gerados a cada 45 dias e os relatórios de dezembro — primeiro mês após o encurtamento das linhas 464, 433 e 434 — estarão disponíveis em fevereiro.

A secretaria informou, ainda, que 70% dos usuários já utilizam o Bilhete Único e que o cartão pode ser adquirido nas lojas RioCard, nas bilheterias do BRT, nas máquinas de autoatendimento e no site.

O Ministério Público do Estado do Rio informou que vai recorrer da decisão da Justiça, que indeferiu o pedido de liminar do órgão para impedir as alterações nos ônibus.
Falta de informação nos pontos de ônibus

Apesar de a racionalização das linhas que passam pela Zona Sul ter começado em outubro do ano passado, os usuários ainda dividem dúvidas nos pontos de ônibus. O estudante de Recife André Araújo, de 17 anos, que o diga. No Rio para fazer turismo, ele e a prima ficaram por mais de 40 minutos num ponto de Copacabana, Zona Sul do Rio, à espera do já extinto 511, que levava ao bairro da Urca. Culpa da placa do ponto, que ainda sugere o uso da linha.

— A gente não queria pegar táxi, mas já estava pensando em andar mais e pegar o metrô — disse André, que só desistiu de esperar após ser avisado pela equipe do EXTRA que seu ônibus não chegaria.

EXT CI - Rio, 27/01/2016, Linhas de ônibus encurtadas - Algumas linhas de ônibus tiveram seus trajetos encurtados, diminuindo o número de passageiros. Na foto, André e Aparecida no ponto de ônibus da Nossa Senhora de Copacabana, em Copa. Foto: Márcio Alves / Agência O Globo
EXT CI - Rio, 27/01/2016, Linhas de ônibus encurtadas - Algumas linhas de ônibus tiveram seus trajetos encurtados, diminuindo o número de passageiros. Na foto, André e Aparecida no ponto de ônibus da Nossa Senhora de Copacabana, em Copa. Foto: Márcio Alves / Agência O Globo Foto: Márcio Alves / Agência O Globo

Um motorista da linha 434, que não quis se identificar, diz que a falta de informação confunde os passageiros e sobrecarrega motoristas e trocadores, solicitados o tempo todo:
— Todo mundo para o motorista para perguntar, às vezes sobre linhas que eu nem conheço. Se a gente ficar dando informação o dia todo, nem dá para trabalhar mais.
A SMTR disse que a comunicação com o passageiro é responsabilidade do RioÔnibus.

Segundo o RioÔnibus, agentes de informação estiveram em 94 pontos de grande movimentação de passageiros, distribuindo 600 mil folhetos da semana anterior às mudanças até a semana seguinte. Cerca de 2.150 cartazes foram colados nos ônibus e em pontos de parada, e placas foram instaladas nos pontos finais das linhas alteradas. “Todas as informações em folhetos, cartazes e placas passam pela aprovação prévia da Secretaria Municipal de Transportes”, assim como os pontos e a quantidade de panfleteiros, informou o consórcio.

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/rio/linhas-de-onibus-encurtadas-pela-prefeitura-do-rio-circulam-quase-vazias-dizem-motoristas-despachantes-18575372.html#ixzz3yrJPhiwP

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Pelo menos 100 ônibus deixam de circular na Zona Oeste nesta segunda

24/01/2016 - O Dia

Empresas montam plano para assumir linhas da Algarve

GUSTAVO RIBEIRO

Rio - Pelo menos, 393 mil passageiros eram transportados por dia pela Viação Algarve, que operava na Zona Oeste e encerrou suas atividades na madrugada desta segunda-feira. A informação está relatório de operações de julho, último que consta no site da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR). O fechamento da empresa, que alega dificuldades financeiras, foi antecipado neste sábado pelo DIA.

A Viação Andorinha é uma das cinco empresas do Rio que encerraram as atividades desde o ano passado
Foto: Divulgação

Foi montado um plano de contingência e, segundo o Rio Ônibus (sindicato das empresas do setor), as demais companhias do Consórcio Santa Cruz, da qual a Algarve fazia parte, assumirão as linhas atingidas: 388, 750, 752, 754, 756, 759, 857, 858, 871, 872, 873, 881, 892, 2303, 2307, 2308, 2309, 2331 e LECD14. O Sindicato dos Motoristas e Cobradores (Sintraturb) estima, no entanto, que cerca de 100 veículos deixarão de circular na região.

“Quando uma empresa fecha, as outras do mesmo consórcio tiram dois ou três carros próprios de cada linha delas e colocam nas linhas afetadas”, explica Sebastião José da Silva, vice-presidente do Sintraturb-Rio. “Será uma operação capenga até normalizar. Os ônibus certamente terão intervalos maiores”, prevê.

O Rio Ônibus afirma que “as empresas do consórcio estão mobilizando sua frota para atuar em regime especial de operação.” Ainda segundo a instituição, o plano de contingência está sendo discutido com a SMTR para a reorganização das linhas. Desde o ano passado, a Algarve é a quinta empresa a encerrar atividades sob alegação de problemas financeiros. O Rio Ônibus informou ainda que a saída das cinco companhias representam necessidade de substituição de 450 veículos.

O vice-presidente da Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Dionísio Lins (PP), anunciou que vai realizar, após o recesso, audiência pública com representantes do Sintraturb, do Rio Ônibus e da Fetranspor (Federação das empresas). Ele quer averiguar o que levou ao fechamento da Algarve e de outras quatro empresas no ano passado, todas do grupo Breda Rio.

“A situação chegou a um ponto incontrolável. É preciso que haja subsídio do governo para evitar mais desemprego no setor”, diz o deputado.

O Sintraturb calcula que a Algarve tinha 462 funcionários. O Rio Ônibus informou que vai regularizar a situação dos empregados e que o consórcio deverá absorver parte dos demitidos. A SMTR informou que a responsabilidade de manter o transporte é do consórcio Santa Cruz e que a nova operação será detalhada hoje.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Mais duas linhas de ônibus serão extintas neste sábado; veja o que muda

20/01/2016 - O Dia

Alterações fazem parte do plano de racionalização das linhas que cortam a Zona Sul do Rio

GUSTAVO RIBEIRO

Rio - Nova etapa da racionalização dos ônibus que cortam a Zona Sul do Rio será iniciada neste sábado, 23 de janeiro. Três linhas serão atingidas: 548 (Alvorada Metrô Botafogo - via Av. das Américas / Jóquei - circular), 317 (Central x Alvorada - via Túnel Santa Bárbara - circular) e 957 (Maré x Alvorada - via Botafogo / Av. Sernambetiba).

A linha 548 só terá a numeração modificada para Integrada 3 (Alvorada x Metrô Botafogo - via Av. das Américas / Jardim Botânico - circular), mas o itinerário será mantido. As linhas 317 e 957 serão extintas.

Segundo a Secretaria Municipal de Transportes, a alternativa para os passageiros da 317 será a linha 309 (Alvorada x Central – via Botafogo/ Av. Sernambetiba); já para os passageiros da 957, a opção será a 955 (Maré xAlvorada – via Linha Amarela).

Ainda de acordo com o órgão da prefeitura, o objetivo das mudanças é reorganizar o sistema, garantir transporte público mais eficiente para a população, com diminuição no tempo de deslocamento e melhoria na fluidez do trânsito. Outras etapas devem ser implementadas até março

Rio: ônibus executivos têm aumento neste sábado; confira tarifas

 15/01/2015 - O Dia

Segundo a Secretaria Municipal de Transportes, reajuste de 11,56% é para preservar o equilíbrio financeiro do sistema

GUSTAVO RIBEIRO

Tarifas dos ônibus executivos sofrem reajuste
Foto: João Laet / Agência O Dia

Rio - As tarifas dos ônibus executivos da cidade do Rio, conhecidos como “frescões”, vão aumentar 11,56% neste sábado. A autorização do reajuste foi publicada no Diário Oficial do município nesta sexta-feira.

Segundo a Secretaria Municipal de Transportes, o aumento seguiu a mesma proporção do aplicado à tarifa do Bilhete Único Carioca. O cálculo teve como base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) fornecido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), considerando a variação percentual do último ano.

A prefeitura informou que o reajuste é respaldado na lei que instituiu o Bilhete Único Carioca, de julho de 2010, que dispõe acerca da preservação do equilíbrio-econômico financeiro do sistema. Para definição dos valores foi adotado o critério do arredondamento estatístico, considerando o intervalo de 5 centavos. A resolução entra em vigor a partir de 0h do dia 16 de janeiro.

A passagem dos ônibus convencionais também sofreu reajuste no início deste mês, passando de R$ 3,40 para R$ 3,80.

As novas tarifas

2014 GAVEA X RODOVIARIA R$ 11,00 
2015 CASTELO X LEBLON (CIRCULAR) R$ 11,00 
2017 RODOVIARIA X LEBLON (CIRCULAR) R$ 11,00 
2018 AEROPORTO INTERNACIONAL DO RJ X ALVORADA R$ 16,35 
2020 PENINSULA X RODOVIARIA R$ 16,35 
2101 AEROPORTO INTERNACIONAL X AEROPORTO SANTOS DUMONT R$ 14,30 
2110 GADERNIA AZUL X CASTELO R$ 14,30 
2111 PRACA SECA X CASTELO( VIA AV. MENEZES CORTES) R$ 16,35 
2112 TAQUARA X CASTELO (VIA LINHA AMARELA) R$ 16,35 
2114 FREGUESIA X CASTELO R$ 16,35 
2115 PECHINCHA X CASTELO (VIA ITANHANGA) R$ 16,35
2145 AEROPORTO INTERNACIONAL X AEROPORTO SANTOS DUMONT R$ 14,30 
2203 GRAJAU X CASTELO (CIRCULAR) R$ 11,00 
2251 ENGENHO DE DENTRO X CASTELO (EXPRESSO) R$ 11,00 
2295 PAVUNA X CASTELO R$ 14,30 
2302 MARIOPOLIS X CASTELO R$ 14,30 
2303 CESARAO X CARIOCA (VIA PALMARES E PRES.VARGAS) R$ 11,00 
2304 SEPETIBA X CARIOCA (VIA AV.PADRE G.DECAMINADA) R$ 16,35 
2305 JARDIM AMERICA X CASTELO R$ 11,00 
2307 JARDIM SETE DE ABRIL X CASTELO (VIA AV.P. VARGAS) R$ 16,35 
2308 COSMOS X CARIOCA R$ 11,00 
2309 URUCANIA X CARIOCA R$ 11,00 
2310 BANGU X CANDELARIA R$ 16,35 
2329 RECREIO X CASTELO (VIA AV.SERNAMBETIBA) R$ 16,35 
2330 RODOVIARIAXB.DA TIJUCA (L. AMARELA) CIRC. R$ 16,35 
2331 SANTA CRUZ X CASTELO (VIA PRACA MAUA) R$ 16,35 
2332 CAMPO GRANDE X CASTELO (VIA AV. SANTA CRUZ) R$ 16,35 
2332 SV - CAMPO GRANDE X CASTELO(V. AV.SANTA CRUZ/PCA.XV) R$ 16,35 
2333 RECREIO X CASTELO (VIA AV.DAS AMERICAS) R$ 16,35 
2333 SV - RECREIOXCASTELO(V.AV.DASAMERICAS/ GUIOMARNOVAES) R$ 16,35 
2334 CAMPO GRANDE X CASTELO (V.EST.DA ILHA E B. TIJUCA) R$ 16,35 
2334 SV - C.GRANDE X CASTELO (V.CACHAMORRA E B. TIJUCA) R$ 16,35 
2335 SANTA CRUZ X CASTELO (VIA BARRA DA TIJUCA) R$ 16,35 
2336 CAMPO GRANDE X CASTELO (VIA AV. BRASIL) R$ 16,35 
2337 SANTA CRUZ X CASTELO (VIA SEPETIBA) R$ 16,35 
2338 CAMPO GRANDE X CASTELO (VIA ESTRADA DO MAGARCA) R$ 16,35 
2339 CAMPO GRANDE X CASTELO(VIA ESTR. DA POSSE) R$ 16,35 

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Mudanças nos ônibus da Zona Sul, segunda fase, parte 2

02/01/2016 - Diário do Transporte Coletivo

https://diariodotransportecoletivo.wordpress.com/

Após as mudanças nas linhas que percorrem a Rua Jardim Botânico, ainda estão previstas mais encurtamentos em outras linhas, conforme levantado pelo blog Ônibus Carioca. Algumas linhas simplesmente mudarão de número para se tornar Troncal ou Integrada (como a Integrada 3, que é exatamente o 548, que, por sua vez, já mudou de número sem mudança alguma de itinerário, quando era 524). Outro destaque é a continuação da linha 309 que, apesar de encurtada da Central para o Castelo, ainda vai fazer a ligação Barra-Centro, sendo a única linha convencional (que não seja frescão) a fazer essa ligação direta. Uma mudança curiosa é a do 509, que, particularmente, nunca cheguei a ver na rua, provavelmente nem foi colocado em prática, e já vai mudar de Horto x Gávea para Horto x General Osório. Nada é dito sobre o 416, mas, se já era operado com precariedade há alguns anos, agora, deve ser totalmente esquecido, já que a última linha longa para o Horto, o 409, não chegará mais lá, sendo desviada para a Gávea.

mudancas_zsul

As mudanças mais polêmicas são as linhas da região da Penha e Grande Tijuca para a Zona Sul, a serem encurtadas no Centro e, possivelmente, acabando de vez com a tentativa de repadronizar a numeração dos ônibus, que seguia o critério do caminho (Perimetral/Radial) e, com a licitação do Eduardo Paes e toda a mudança inicial de números, passou a seguir o critério de destino final (4XX servido para ligações Norte x Sul, por exemplo, independente do caminho percorrido). Com essas mudanças, é provável que linhas da centena 4XX fiquem fazendo ligação Norte x Centro, já que não é mais possível alocar números na centena 3XX (que, basicamente, se tornou o critério pra quase toda ligação com o Centro) e farão o que era pra ter sido feito antes: manter os números que não precisassem ser mudados. Por outro lado, insistem em mudar outros números para letras (INT e TRO) sem nenhum significado, já que linha Integrada ou Troncal não tem diferença nenhuma com uma linha convencional, tanto tarifária quanto no serviço. Além do problema com a numeração, tem o problema mais grave da baldeação, quebrando a viagem em duas, com grande parte de passageiros simplesmente deixando um ônibus lotado para lotar outro e seguir viagem, velho problema que já foi dito neste blog várias vezes.

O anúncio pode ser visto no Diário Oficial do dia 28 de Dezembro de 2015 (página 64) e o trecho anunciando as mudanças, junto com os prazos, está transcrito abaixo e pode ser visto no site do Diário Oficial. A lista completa de linhas troncais e integradas, as mudanças e datas podem ser vistas na postagem Mudanças nas Linhas da Zona Sul, aqui no blog.

ATOS DO SECRETÁRIO

RESOLUÇÃO SMTR No 2.624 RIO DE JANEIRO, 23 DE DEZEMBRO DE 2015

Dispõe sobre o Planejamento Operacional para dar continuidade a Implantação da Racionalização das Linhas de Ônibus na área da Zona Sul da Cidade O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES, no uso de suas atribuições legais, e: CONSIDERANDO a necessidade de otimizar o tempo de deslocamento dos ônibus e a consequente redução dos tempos de viagem na área da Zona Sul da cidade; CONSIDERANDO a necessidade de evitar a sobreposição de linhas com mesmo itinerário, a capacidade de ocupação ociosa identificada nos veículos, e a consequente melhoria no desempenho das linhas de ônibus que operam na área da Zona Sul da cidade; CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade a implantação da Racionalização das Linhas de Ônibus na área da Zona Sul da Cidade, em sua Fase 2.

RESOLVE: Art. 1º – Estabelecer o planejamento operacional para a racionalização das linhas de ônibus na área acima mencionada com a criação de Linhas Integradas, Linhas Troncais, extinção, encurtamento/alteração ou criação de Linhas Regulares bem como as suas fases, conforme abaixo relacionado:

FASE 2.1

Criação da Linha Troncal 5 – Alto Gávea x Central (via Praia de Botafogo/Praia do Flamengo/ Primeiro de Março)

Criação da Linha Troncal 9 – São Conrado x Central (via Jardim Botânico/Túnel Santa Bárbara)

Criação da Linha Troncal 10 – Pça General Osório x Pça Cruz Vermelha (via Lagoa/Botafogo/Lapa)

Extinção das seguintes linhas:

143 – Central x Gávea (via Parque do Flamengo/Jóquei)
161 – Lapa x Leblon (via Jóquei- circular)
162 – Lapa x Leblon (via Copacabana – circular)
170 – Rodoviária x Gávea (circular)
172 – Central x São Conrado (via Jóquei/Túnel Santa Bárbara)
173 – Rodoviária x Leblon (via Túnel Santa Bárbara – circular)
178 – São Conrado x Rodoviária (via Central)

Encurtamento/Alteração das seguintes linhas (anteriormente previstas para Fase 1)

474 – Jacaré x Jardim de Alah para jacaré x Copacabana (via Túnel Santa Bárbara)
484 – Olaria x Copacabana via Aterro – circular) para Olaria x Candelária (circular)
413 – Muda x Jardim de Alah (via Aterro) para Muda x Castelo (circular)
475 – Méier x Prado Junior (circular) para Méier x Castelo (circular)

Criação da seguinte linha: 112 – Alto Gávea x Rodoviária (via Túnel Rebouças)

FASE 2.2

Criação da Linha Integrada 3 –Alvorada x Metrô Botafogo (via Av. das Américas)

Extinção das seguintes linhas:

317 – Central x Alvorada (via Túnel Santa Bárbara – circular)
548 – Alvorada x Metrô Botafogo (via Av. das Américas/ Jóquei – circular)
957 – Maré x Alvorada (via Botafogo/Av. Sernambetiba)

Encurtamento da seguinte linha:

309 – Central x Alvorada (via Botafogo/Av. Sernambetiba) para Castelo x Alvorada (via Botafogo/Av. Lucio Costa)

FASE 2.3

Criação da Linha Troncal 7 – Central x Cosme Velho (via Túnel Santa Bárbara)

Criação da Linha Troncal 8 – Cosme Velho x Carioca (via Av. Chile/ Assembléia/ Tiradentes/ Riachuelo)

Extinção das seguintes linhas:

180 – Cosme Velho x Central (via Largo do Machado)
183 – Laranjeiras x Central (via Túnel Santa Bárbara)
184 – Laranjeiras x Central 405 – Ramos x Cosme Velho

Alteração na seguinte linha: 157 – Gávea x Central – via Lagoa / Leblon para 510 –Gávea/PUC x Metrô Botafogo (via Fonte da Saudade –circular)

FASE 2.4

Alterações nas seguintes linhas:

409 – Saens Pena x Jardim Botânico (Horto) para Saens Pena x Gávea (via Túnel Santa Bárbara) 410 – Saens Pena x Gávea para Saens Pena x Praia de Botafogo (circular)
438 – Vila Isabel x Leblon (via Jóquei – circular) para Vila Isabel x Candelária (circular)
509 – Horto x Jardim de Alah (circular) para Horto x General Osório (via Gávea –circular)

Criação da seguinte linha:

508 – Horto x Metrô Botafogo (via Jardim Botânico)

FASE 2.5

Alterações das seguintes linhas:

422 – Grajaú x Cosme Velho para Grajaú x Pça Tiradentes (circular)
497 – Penha x Cosme Velho para Penha x Pça Tiradentes (circular)
498 –Circular da Penha x Cosme Velho para Circular da Penha x Pça Tiradentes (circular)

Art. 2º – Estabelecer os prazos de implantação para a FASE 2 no período de janeiro a março de 2016, conforme distribuição:

FASE 2.1 Previsão de início de operação da Linha Troncal 5 – Alto Gávea x Central (via Praia de Botafogo/Praia do Flamengo/ Primeiro de Março) – dia 09 de janeiro de 2016 Previsão de início de operação da Linha Troncal 9 – São Conrado X Central (via Jardim Botânico/Túnel Santa Bárbara) – dia 09 de janeiro de 2016 Previsão de início de operação da Linha Troncal 10 – Pça General Osório x Pça Cruz Vermelha (via Lagoa/Botafogo/Lapa) – dia 09 de janeiro de 2016 Início do processo de extinção, alteração e criação das linhas – dia 09 de janeiro de 2016 se estendendo ao longo do período da FASE 2.

FASE 2.2 Início de operação da Linha Integrada 3 – Alvorada x Metrô Botafogo (via Av. das Américas) – dia 23 de janeiro de 2016 Início do processo de extinção e encurtamento das linhas – dia 23 de janeiro de 2016 se estendendo ao longo do período da FASE 2.

FASE 2.3 Criação da Linha Troncal 7 – Central x Cosme Velho (via Túnel Santa Bárbara) – dia 20 de fevereiro de 2016 Criação da Linha Troncal 8 – Cosme Velho x Carioca (via Av. Chile/ Assembléia/ Tiradentes/ Riachuelo) – dia 20 de fevereiro de 2016 Início do processo de extinção e alteração das linhas – dia 20 de fevereiro de 2016 se estendendo ao longo do período da FASE 2.

FASE 2.4 Início do processo de alteração e criação das linhas – dia 27 de fevereiro de 2016 se estendendo ao longo do período da FASE 2.

FASE 2.5 Início do processo de alterações das linhas – dia 05 de março de 2016 se estendendo ao longo do período da FASE 2.

Rio enfrenta primeiro dia útil da extinção de sete linhas para a Zona Sul

11/01/2016 - O Dia

Passageiros reclamam de falta de orientação sobre as mudanças ocorridas após a retirada das linhas

ANGÉLICA MARTINS

Rio - Hoje é o primeiro dia útil de mais uma fase da reestruturação dos coletivos que cruzam a Zona Sul do Rio. No último sábado, mais sete linhas de ônibus foram extintas e quatro criadas. Mais uma vez, as mudanças pegaram os passageiros de surpresa, que tiveram dificuldades para encontrar as conduções. O projeto, que teve início em outubro do ano passado, continua no próximo dia 16, com a alteração de mais quatro linhas.

Deixaram de circular 143, 161, 162, 170, 172, 173 e 178. Para substituí-las, entraram em operação as linhas troncais 5 (Alto Gávea — Central, via Praia de Botafogo), 9 (São Conrado — Central, via Jardim Botânico e Túnel Santa Bárbara) e a 10 (General Osório — Cruz Vermelha, via Jd. Botânico e Lapa), além da linha 112 (Alto Gávea — Rodoviária , via Túnel Rebouças — Circular).

A moradora da Gávea Malena Quintanilha, 36 anos, ficou perdida e reclamou da falta de informação
Foto: André Mourão / Agência O Dia

Nos pontos de ônibus, a recente mudança ainda deixava os passageiros confusos e sem informação no fim de semana. “Não vi nenhum anúncio, as placas não são explicativas e estou perdida”, criticou a moradora da Gávea Malena Quintanilha, 36 anos. Ela embarcava no antigo 170 com frequência, no ponto da Rua Marquês de São Vicente, mas não tinha conhecimento da mudança da linha para o troncal 5.

O casal Pedro Mendonça, 33, e Juliana Simões, 35, também foi surpreendido pelas mudanças. Os dois fazem o trajeto entre Santa Teresa e Gávea com frequência, mas no primeiro dia da mudança, eles se perderam e só encontraram os agentes do Rio Ônibus quando chegaram no destino. “Tivemos que pegar três ônibus depois de muita busca por informação. Além disso, nosso custo com as passagens também aumentou, de duas para três. É um absurdo”, disse Pedro.

No dia 16 de janeiro, a linha 474, que atualmente faz o trajeto Jacaré — Jardim de Alah, terá o trajeto modificado. A linha passará a fazer a ligação entre as Zonas Norte e Sul pelo Túnel Santa Bárbara e o ponto final será no Posto 6, em Copacabana, e não mais no Leblon. Segundo o secretário municipal de Transportes, Rafael Picciani, o encurtamento foi feito porque levantamento de consultoria que assessora a reestruturação indicou que a maior demanda da linha era até Copacabana. Os passageiros que usavam a 474 da Zona Norte para o Centro passam a ter como opção a linha 475, que deixa de ir até Copacabana e retorna a partir do Castelo.

Outra linha que terá o itinerário encurtado a partir do dia 16 é a 484, que também deixará de seguir até Copacabana e terá seu trajeto encurtado na Candelária, no Centro. Os passageiros que utilizarem essa linha e quiserem seguir viagem até a Zona Sul poderão fazer a integração com a Troncal 1 (General Osório — Central, via Aterro do Flamengo). Já quem quiser ir direto para a Zona Sul, sem baldeação, tem como opção a linha 483 (Penha — Copacabana), que faz a ligação entre as Zonas Norte e Sul pelo Túnel Santa Bárbara. A linha 413, que seguia até o Jardim de Alah, também será encurtada no Castelo a partir do dia 16. Para seguir pela Zona Sul, a opção é integrar com as troncais 1, 3 e 4 nas avenidas Presidente Vargas e Rio Branco.

De acordo com a Secretaria Municipal de Transportes, o projeto de racionalização dos ônibus da Zona Sul envolve 124 linhas: 41 serão modificadas; 16, criadas; 13, mantidas; e 70 linhas extintas.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Paes dá mais prazo para ônibus continuarem sem ar

 Decreto reduz meta para 2016. Objetivo, que era de ter 100% da frota climatizada, agora é de 70%
   
POR GUSTAVO GOULART / LUIZ ERNESTO MAGALHÃES 

01/01/2016 - O Globo

Passageiros enfrentam calor durante viagem em ônibus sem ar-condicionado - Guito Moreto/16-12-2015 / Agência O Globo

RIO - O carioca vai ter que esperar mais tempo para contar com toda a frota de ônibus equipada com ar-condicionado. No decreto que autorizou o aumento das passagens de R$ 3,40 para R$ 3,80 (11,7%) a partir deste sábado, o prefeito Eduardo Paes estabeleceu que 70% das viagens serão feitas em veículos climatizados até o fim de 2016. O percentual contraria uma das metas anunciadas pelo próprio Paes em 2012, por meio do Plano Estratégico do município para o período de 2013 a 2016, que pode ser consultado no próprio site da prefeitura. No capítulo reservado ao transporte público, um dos objetivos previstos era de “modernizar 100% da frota de ônibus até 2016, adotando ônibus modernos com ar-condicionado, motor traseiro, combustível verde e recursos de acessibilidade".

Pelo decreto, as empresas em 2015 sequer cumpriram a meta de acelerar a modernização da frota, apesar de ao longo do ano passado terem recebido para isso R$ 0,058 por passageiro transportado quando a tarifa foi reajustada de R$ 3,00 para R$ 3,40. O objetivo era comprar 2.233 ônibus, dos quais 708 sem qualquer incentivo no preço da tarifa, já que estavam incluídos na renovação da frota por fim da vida útil. Outros 1.525 seriam substituídos de forma antecipada devido ao acréscimo dos R$ 0,058. Mas, desse total, foram comprados apenas 917 (50,13% do previsto).

Na nova tarifa, a prefeitura passou a prever um acréscimo de 0,039 para antecipar a renovação da frota em 2016 com a intenção de atingir os 70% das viagens com refrigeração até o fim de 2016. A Secretaria municipal de Transportes afirma que a meta de 50% para 2015 foi cumprida. Sem apresentar qualquer planilha, o órgão diz que o total chegou a 57,9% no fim do ano.

A assessoria do secretário municipal de Transportes, Rafael Picciani, alegou que a meta de 100% dos ônibus com ar só poderá ser cumprida quando o BRT Transbrasil (Centro-Deodoro) ficar pronto. A previsão atual é que as obras só terminem em 2017. Com o Transbrasil, as empresas terão que comprar veículos suficientes para transportar 820 mil passageiros por dia. Nos BRTs, todos os ônibus empregados são refrigerados.

GRATUIDADES INCLUÍDAS

Sobre o não cumprimento da meta, a secretaria ressaltou que, no cálculo para a tarifa de 2016, estão sendo descontados R$ 0,015 dos R$ 0,058 concedidos no ano passado. Sobre o percentual das viagens com ar, o órgão afirma que o cálculo tomou como base o monitoramento da frota por GPS, já que pelos arquivos seria possível saber quantos veículos contam com o sistema.

No cálculo das tarifas, a prefeitura voltou a incluir as gratuidades dos alunos da rede municipal. Mas o total caiu a cerca da metade. A secretaria disse que o valor de 2015 ressarciu as empresas pelas gratuidades de 2014 e do ano passado.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/paes-da-mais-prazo-para-onibus-continuarem-sem-ar-18392893#ixzz3w0vdYp1L 
© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.