quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Vila Isabel ganha terceiro corredor BRS

01/09/2015 - Secretaria Municipal

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, fará a implantação do 14° corredor BRS da cidade no Boulevard 28 de Setembro, em Vila Isabel, na Zona Norte, no próximo sábado, 5 de setembro. Esse é o terceiro BRS do bairro, que já conta com o BRS Teodoro da Silva e BRS Visconde de Santa Isabel. A faixa de circulação exclusiva para ônibus vai funcionar na pista da direita no trecho entre a Praça Maracanã (Rua Felipe Camarão) e Praça Barão de Drumond. Com isso, a cidade somará 54,3 quilômetros de BRS, espalhados pelas zonas Norte, Sul e Centro. A medida foi publicada na edição desta terça-feira, 1º de setembro, do Diário Oficial do Município.

A faixa exclusiva terá 1,5 quilômetros de extensão com oito pontos de ônibus divididos em dois grupos: BRS 2, 6, 7; e 4, 5 e Intermunicipal. Ao todo, 36 linhas vão trafegar pela faixa, sendo 31 municipais e cinco intermunicipais.

Nos dias úteis, das 6h às 21h, e, aos sábados, das 6h às 14h (menos aos domingos e feriados), a circulação na faixa à direita do tráfego no trecho mencionado será permitida apenas aos ônibus ou micro-ônibus, de linhas municipais e intermunicipais regulamentadas, nos respectivos pontos de parada sinalizados; táxis regulamentados com passageiros, não sendo permitido o embarque e desembarque no lado direito, considerando o sentido de circulação da via; veículos regulamentados e devidamente identificados para transporte escolar e para transporte de portador de necessidades especiais, portando autorização específica emitida pelos órgãos de trânsito. É importante destacar que, para a implantação da faixa exclusiva, haverá restrições de estacionamento e parada na via (veja abaixo).

A preparação para a implantação do BRS teve início com a pintura da faixa azul e colocação de sinalização, tais como placas de proibição de estacionamento dos lados esquerdo e direito e placas de orientação e regulamentação ao longo do Boulevard 28 de Setembro. Além disso, a via ganhou dois novos pontos de ônibus. Em todos, foram colocados abrigos para melhor atender os usuários do sistema.

Para informar sobre as mudanças,  foi iniciada, na segunda-feira (31/08), a distribuição de 60 mil folhetos – trabalho que será realizado durante duas semanas. O esquema operacional do BRS 28 de Setembro terá apoio de agentes da CET-Rio que vão orientar motoristas sobre as regras.

A exemplo das demais faixas exclusivas para ônibus da cidade, o BRS 28 de Setembro contará com fiscalização eletrônica e os motoristas que desrespeitarem as regras estarão sujeitos à multa.

Normas de Circulação

Podem acessar a faixa azul do BRS e efetuar o embarque e desembarque os seguintes veículos:

- Ônibus ou micro-ônibus de linhas regulamentadas nos respectivos pontos de parada sinalizados;

- Veículos regulamentados e devidamente identificados para transporte escolar;

- Táxis regulamentados com passageiros, não sendo permitido o embarque e desembarque no lado direito da faixa azul;

- Táxis regulamentados e identificados para o transporte de portador de necessidades especiais.

Os demais veículos estão autorizados a efetuar o embarque e desembarque no lado esquerdo das vias com BRS mas poderão utilizar a faixa para efetuar giro à direita e acessar estacionamentos.

Horários de funcionamento

• 6h às 21h (dias úteis)
• 6h às 14h (sábados)
• Livre aos domingos e feriados

Restrições de estacionamento e parada

1 – Ficam proibidos a parada e o estacionamento ao longo da faixa da direita junto às edificações

2 - Durante o horário do BRS (seg a sex das 6 às 21h e sábado das 6 às 14h), fica proibido o estacionamento nas baias da pista da direita

3 - O estacionamento rotativo nas baias do lado direito fica extinto

4 - Por determinação da SMTR, nas baias, só será permitido: embarque e desembarque, estacionamento para portador de deficiência física, ponto da táxi e carga e descarga.

5 - O embarque e desembarque serão implantados próximo às escolas, cursos e clínicas.

6 - Será permitido o estacionamento para deficientes físicos em quatro baias ao longo da via.

7 - Junto à Associação Atlética de Vila Isabel será implantado um ponto de Táxi.

8 - Todos os pontos de carga e descarga existentes hoje serão mantidos, exceto os que ficam nas baias de ponto de ônibus. Serão criados novos locais de carga e descarga, além de vagas específicas para o transporte de valores.

9 - Fora dos horários do BRS será permitido o estacionamento (seg a sex das 21 às 6h, sábados após às 14h e domingos e feriados o dia todo)


Confira os novos pontos dos ônibus no BRS 28 de Setembro:

BRS 2

420 – Vila Isabel- Praia de Botafogo (via Túnel Santa Bárbara- circular)
421 – Vila Isabel – Prado Júnior (circular)
423 – Grajaú – Real Grandeza (circular)
425 – Grajaú –Real Grandeza (via Túnel Santa Bárbara – circular)
432 – Vila Isabel – Gávea (via Túnel Santa Bárbara)
433 – Vila Isabel – Leblon (circular)
434 – Grajaú – Leblon (circular)
435 – Grajaú –Gávea (via Túnel Santa Bárbara)
436 – Grajaú – Leblon (via Túnel Rebouças – circular)
438 – Vila Isabel – Leblon (via Jóquei – circular)
439 – Vila Isabel – Leblon (via Túnel Rebouças/Jóquei –circular)

BRS 4

232- Lins –Castelo (via Rua Aquidabã)

BRS 5

306 – Praça Seca – Castelo (via Avenida Menezes Cortes)
341 – Taquara – Candelária
346 – Madureira – Candelária
353 – Madureira – Rodoviária
368 – RioCentro – Castelo
390 – Curicica – Candelária (via Estrada do Guerenguê)
2110 – Gardênia Azul – Castelo
2111 – Praça Seca – Castelo ( via Avenida Menezes Cortes)
2114- Freguesia – Castelo

BRS 6

605- Vila Isabel – São Francisco Xavier
609 – São Francisco Xavier- Méier
623 – Penha – Saens Peña (via Túnel Noel Rosa – circular)
625 – Olaria – Saens Peña (circular)
627 – Inhaúma – Saens Peña
630 – Penha (Iapi) – Saens Peña
638 – Saens Peña –Marechal Hermes (circular)
639 – Jardim América – Saens Peña (via Rocha Miranda

BRS 7

600 – Taquara – Saens Peña (via Cidade de Deus/Avenida Menezes Cortes)
612 – Curicica – Praça Saens Peña (via Cidade de Deus/ Avenida Menezes Cortes)

BRS Intermunicipal

134B – Nova Iguaçu-Vila Isabel (via Shopping Iguatemi)
428A – São Gonçalo – Vila Isabel (via Uerj)
488L – Duque de Caxias –Usina
703D – Santa Rosa – Vila Isabel (via PPCS)
1703D- Santa Rosa-Vila Isabel (via PPCS) 

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Prefeitura anuncia ampliação de estações do BRT Transoeste

18/08/2015 - O Dia

Magarça, Mato Alto e Curral Falso devem ser transformadas em terminais, informou a Secretaria Municipal de Obras

O DIA

Rio - Além das promessas de aumentar os terminais do BRT Santa Cruz e Alvorada, a Secretaria Municipal de Obras (SMO) divulgou que há estudos para ampliar as estações Magarça, Mato Alto e Curral Falso, do Transoeste, e transformá-las em terminais. As obras, que visam a amenizar os efeitos da superlotação, ainda não têm prazo para ocorrer, exceto a do Alvorada. 

O secretário municipal de Transportes, Rafael Picciani, comentou, em gravação de entrevista ao programa "Deles e Delas", da TV CNT, que vai ao ar no sábado, que o Terminal Alvorada será ampliado antes das reformas no corredor Transoeste.

Segundo a SMO, as intervenções no Alvorada estão em fase de mobilização de canteiro e execução da 4ª faixa da Avenida das Américas, sentido Recreio. "Com a extensão deste terminal, a área de circulação dos ônibus BRT será potencializada mediante a duplicação do número de pistas existentes no local. As baias para ônibus também serão ampliadas", afirmou a pasta em nota. A capacidade do Alvorada é de 35 mil passageiros por hora e deve dobrar.

Prefeitura divulga prazos para retirar de circulação 28 linhas de ônibus da Zona Sul

24/08/2015 - O Globo

Leia: Prefeitura adia redução de frota - O Globo

RIO — A Secretaria municipal de Transportes publicou nesta segunda-feira, no Diário Oficial, os prazos para a implementação do corte de 35% dos ônibus que circulam pela Zona Sul do Rio. Até o fim do ano, serão eliminadas 28 linhas, que serão substituídas por cinco novas. Outras 21 linhas terão o trajeto reduzido. Com o encurtamento, os passageiros precisarão fazer baldeações, o que provocou polêmica entre os usuários, conforme O GLOBO noticiou na semana passada.

O objetivo da prefeitura é resolver o problema de sobreposição de linhas e diminuir o número de ônibus que circulam vazios. As mudanças serão feitas progressivamente. No dia 3 de outubro, serão eliminadas 22 linhas. No mesmo dia, começarão a operar as linhas integradas 1 (Alvorada-Rio Sul, via Lagoa-Barra), 2 (Alvorada-Rio Sul, via Avenida Niemeyer) e 8 (Recreio-Rio Sul, via Lagoa-Barra).

A linha Troncal 1, que ligará a General Osório à Central, passando pela Nossa Senhora de Copabanaca e pelo Aterro do Flamengo, será implementada no dia 24 de outubro. Já o encurtamento no trajeto de 11 linhas será realizado a partir do dia 7 de novembro.

A estimativa da prefeitura é que a racionalização de linhas retire 700 coletivos dos cerca de dois mil que trafegam hoje pela Zona Sul. Com o corte, a velocidade dos coletivos deverá aumentar em 30% nas vias com BRS.

A segunda fase da operação começará no dia 5 de dezembro, com a extinção de 6 linhas e a implementação da Linha Troncal 3, que ligará a Gávea à Central, passando pela Nossa Senhora de Copacabana e pelo Aterro do Flamengo. O encurtamento de outras 10 linhas será feito no dia 12 de dezembro.

VEJA ABAIXO A LISTA COMPLETA

Linhas que serão extintas no dia 3 de outubro:

314 – Central x Barra da Tijuca (via Copacabana/Av. das Américas)

332 – Alvorada x Castelo (via Av. Lucio Costa)

501 – Barra da Tijuca x Gávea (via Av. das Américas) - Circular

502 – Recreio x Gávea (via Av. das Américas) - Circular

318 – Barra Sul x Castelo

177 – São Conrado x Candelária - Circular

360 – Carioca x Recreio dos Bandeirantes

504 – Piabas x Gávea (via Av. Benvindo de Novaes)

535 – Alvorada x Leme (via Av. Niemeyer/Copacabana)

120 – Central x Prado Junior – Circular

121 – Central x Copacabana – Circular

122 – Central x Prado Junior (via Praça Tiradentes) - Circular

125 – Central x General Osório (via Aterro do Flamengo) – Circular

129 – Rodoviária x Praia de Botafogo (via Túnel Santa Barbara) Circular

305 – Rodoviária x Barra da Tijuca (via Túnel Rebouças)

405 - Ramos x Cosme Velho

411 – Usina x Prado Junior - Circular

454 – Meier x Prado Junior - Circular

458 – Norte Shopping x Praia de Botafogo (via Túnel Santa Bárbara) - Circular

480 – Olaria x Prado Junior - Circular

481 – Penha x Praia de Botafogo (via Túnel Santa Bárbara) - Circular

505 – Recreio dos Bandeirantes x Gávea – Circular

Linhas que serão encurtadas no dia 7 de novembro:

404 – Cordovil x Leblon (via Av. Brasil) – Circular para Cordovil x Siqueira Campos (via Av. Brasil) - Circular

441 – Caju x Lido (via São Cristóvão) – Circular para Caju x Humaitá (via Túnel Rebouças) - Circular

442 – Maré x Copacabana (via Praça Mauá) – Circular para Maré x Candelária - Circular

455 – Meier x Copacabana (via Parque do Flamengo) para Méier x Candelária - Circular

456 – Norte Shopping x General Osório (via Túnel Santa Bárbara) para Norte Shopping X Mourisco (via Túnel Santa Bárbara) - Circular

457 – Abolição x General Osório (via Túnel Santa Bárbara) para Abolição x Mourisco (via Túnel Santa Bárbara) - Circular

475 – Meier x Prado Junior – Circular para Méier x Castelo - Circular

483 – Penha x Copacabana – Circular para Penha x Siqueira Campos (via Túnel Santa Bárbara)

484 – Olaria x Copacabana (via Parque do Flamengo) – Circular para Olaria x Candelária - Circular

485 – Penha x General Osório (via Linha Vermelha/Túnel Santa Bárbara) para Penha x Siqueira Campos (via Linha Vermelha/Túnel Santa Bárbara)

486 – General Osório x Fundão – Circular para Siqueira Campos x Fundão (via Túnel Santa Bárbara)

Linhas que serão extintas no dia 5 de dezembro:

123 - Jardim de Alah x Candelaria - Circular

132- Central x Leblon (via Aterro do Flamengo) - Circular

382 - Carioca x Piabas (via Av. Benvindo de Novaes)

402 – Engenho da Rainha x Gávea

421- Vila Isabel x Prado Junior - Circular

443 - Mare x Leblon (via Central) - Circular

Linhas que serão encurtadas no dia 12 de dezembro:

124 - Jardim Botanico (Horto) x Central (via Copacabana) para Horto x Jardim de Alah - Circular

413 - Muda x Jardim de Alah (via Aterro do Flamengo) para Muda x Castelo - Circular

415 - Usina x Leblon –Circular para Usina x Candelária -Circular

426 - Usina x Jardim de Alah (via Tunel Santa Barbara)

432 - Vila Isabel x Leblon (via Tunel Santa Barbara) para Usina x Mourisco (via Túnel Santa Bárbara - Circular

433 - Vila Isabel x Gávea (via Copacabana) para Vila Isabel x Largo do Machado - Circular

435 - Grajau x Gávea (via Tunel Santa Barbara) para Grajau x Siqueira Campos (via Tunel Santa Barbara) - Circular

464 - Maracanã x Leblon para Maracanã x Glória - Circular

474 - Jacaré x Jardim de Alah para Jacaré x Candelária - Circular

503 - Alto Leblon x Ipanema - Circular para Alto Leblon x Gávea - Circular

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Veja as linhas de ônibus do município do Rio que serão excluídas, substituídas ou alteradas

Mudanças começam a partir de outubro

POR O GLOBO

19/08/2015 - O Globo


Os coletivos da linha 433 (Vila Isabel-Leblon) terão itinerário reduzido - Márcia Foletto / Agência O Globo

RIO - De outubro até o primeiro semestre de 2016, a prefeitura reduzirá em 35% o número de ônibus que circulam diariamente pela Zona Sul do Rio. O objetivo é diminuir a quantidade de linhas superpostas, que contribuem para engarrafamentos na região. Na primeira fase, que vai de outubro a dezembro, 33 linhas serão eliminadas, 21 substituídas e cinco novas linhas serão criadas. Quem sai da Zona Oeste com destino ao Centro vai ter que trocar de ônibus em Ipanema ou na Gávea. Para continuar até a Zona Norte será preciso fazer outra baldeação, na Central do Brasil.

INFOGRÁFICO: AS NOVAS LINHAS DE ÔNIBUS

AS LINHAS EXCLUÍDAS:

- 314 (Barra-Central), 332 (Alvorada-Castelo), 501 (Barra-Gávea), 502 (Recreio-Gávea), 318:(Barra Sul-Central), 177 (São Conrado-Central), 360 (Recreio-Carioca), 504 (Recreio-Gávea), 535 (Vidigal-Copacabana), 120 (Prado Júnior-Central), 121 (Copacabana-Central), 125 (General Osório-Central), 127 (Copacabana-Rodoviária), 411 (Prado Júnior-Usina), 442 (Maré-Copacabana), 129 (Praia de Botafogo-Rodoviária), 305 (Barra da Tijuca-Rodoviária), 404 (Cordovil-Leblon), 405 (Ramos-Cosme Velho), 441 (Caju-Lido), 454 (Méier-Prado Júnior), 458 (Norte Shopping-Botafogo), 480 (Olaria-Prado Júnior), 481 (Penha-Praia de Botafogo) e 505 (Recreio-Gávea).

VEJA AS NOVAS LINHAS:

- Integrada 1 (Alvorada-Rio Sul, via Lagoa-Barra), substitui as linhas 314 (Barra-Central), 332 (Alvorada-Castelo), 501 (Barra-Gávea) e 502 (Recreio-Gávea).

- Integrada 2 (Alvorada-Rio Sul, via Avenida Niemeyer) vai substituir as linhas 177 (São Conrado-Central), 360 (Recreio-Carioca), 504 (Recreio-Gávea) e 535 (Vidigal-Copacabana).

- Integrada 8 (Recreio-Rio Sul, via Lagoa-Barra) vai substituir a linha 318 (Barra Sul-Central).

- Troncal 1 (General Osório-Central, via Copacabana e Aterro do Flamengo) vai substituir as linhas 120 (Prado Jr.-Central), 121 (Copacabana-Central), 125 (General Osório-Central), 127 (Copacabana-Rodoviária), 411 (Prado Jr.-Usina), 442 (Maré-Copacabana), 129 (Praia de Botafogo-Rodoviária), 305 (Barra-Rodoviária), 404 (Cordovil-Leblon), 405 (Ramos-Cosme Velho), 441 (Caju-Lido), 454 (Méier-Prado Jr.), 458 (Norte Shopping-Botafogo), 480 (Olaria-Prado Jr.), 481 (Penha-Praia de Botafogo) e 505 (Recreio-Gávea).

- Troncal 3 (Gávea-Central, via Copacabana e Aterro do Flamengo) vai substituir as linhas 123 (Jardim de Alah-Praça Mauá), 128 (Rodoviária-Leblon), 132 (Leblon-Central), 382 (Piabas-Carioca), 402 (Engenho da Rainha-Gávea), 421 (Vila Isabel-Prado Jr.), 443 (Maré-Leblon) e 537 Rocinha-Leblon); a partir de dezembro.

LINHAS COM ITINERÁRIO REDUZIDO:

- As linhas 119 (Copacabana-Candelária), 455 (Méier-Copacabana), 456 (Norte Shopping-General Osório, via Túnel Santa Bárbara), 457 (Abolição-General Osório), 475 (Méier-Prado Júnior), 483 (Penha-Copacabana), 484 (Olaria-Copacabana, via Aterro), 485 (Penha-General Osório, via Túnel Santa Bárbara) e 486 (Fundão-General Osório) vão ser encurtadas; mas passageiros poderão usar a Troncal 1.

- As linhas 124 (Jardim Botânico-Central), 154 (Ipanema-Central), 413 (Muda-Jardim de Alah), 415 (Usina-Leblon), 426 (Usina -Jardim de Alah), 432 (Vila Isabel-Gávea), 433 (Vila Isabel-Leblon), 435 (Grajaú-Gávea), 464 (Maracanã-Leblon), 474 (Jacaré-Jardim de Alah), 503 (Alto Leblon-Ipanema) e 539 (Rocinha-Leme) serão encurtadas, mas passageiros poderão usar a Troncal 3.


quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Rio vai eliminar 33 linhas de ônibus e criar 5 novas rotas, na Zona Sul

20/08/2015 - Jornal do Brasil
 
As ruas da Zona Sul terão menos ônibus a partir da primeira semana de outubro quando 33 linhas saírão de circulação. A meta é fazer com que, aproximadamente, 700 ônibus deixem de rodar na região até a Olimpíada. Hoje dois mil veículos cruzam aqueles bairros.

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, vai encurtar também o itinerário de outras 21 linhas e criar cinco rotas. O objetivo é aumentar acabar com a sobreposição das linhas e a disputa por passageiros nos pontos, como acontece em bairros como Copacabana.

O plano será implantado gradativamente. A previsão é que até março de 2016, 35% dos ônibus da região estejam fora de operação. Os moradores da Barra da Tijuca terão que fazer integração na Zona Sul, caso o destino seja o Centro.

Segundo o subsecretário de Planejamento, Alexandre Sansão, as alterações devem encurtar o tempo de viagem e garantir mais fluidez no trânsito. As mudanças deverão impactar inclusive os corredores BRS. A meta é que o desempenho dos ônibus nas vias expressas melhore em 30%. No BRS da Nossa Senhora de Copacabana, por onde passam, em média, 300 ônibus por hora, a previsão é que o serviço seja feito por 120 veículos, após a reformulação do sistema.

Na primeira fase do projeto, que será iniciado em outubro, será criada a linha integrada 1 (Alvorada-Rio Sul, via Lagoa-Barra) para receber os passageiros das linhas 314, 332, 501 e 502, que serão eliminadas.

A integrada 8 (Recreio-Rio Sul, via Lagoa-Barra) vai atender os usuários da linha 318, a ser extinta.

A integrada 2 (Alvorada-Rio Sul, via Av. Niemeyer) substituirá as linhas 177, 360, 504 e 535, também eliminadas.

A quarta linha a ser criada será a Troncal 1 (General Osório-Central, via Copacabana e Aterro do Flamengo). Ela vai atender aos passageiros das linhas 120, 121, 125, 127, 411, 442, 129, 305, 404, 405, 441, 454, 458, 480, 481 e 505, que serão retiradas de circulação, e também dos usuários das linhas 119, 455, 456, 457, 475, 483, 484, 485 e 486, que serão encurtadas.

Já na segunda fase, que será implementada em dezembro, será implantada a Troncal 3 (Gávea-Central, via Copacabana e Aterro do Flamengo).

Esta quinta linha vai absorver os usuários das linhas 123, 128, 132, 382, 402, 421, 443 e 537, que serão eliminadas. Além dessas, os veículos que farão esse percurso vão atender a população que utiliza as linhas 124, 154, 413, 415, 426, 432, 433, 435, 464, 474, 503 e 539. Essas últimas serão encurtadas.

Melhor para todos

20/08/2015 - O Globo

Anunciado em julho como tentativa de solucionar um dos principais focos de trânsito da Barra, o projeto do novo Terminal Alvorada teve seus detalhes apresentados em audiência pública na Câmara Comunitária, na semana passada. As principais alterações serão a criação de uma alça viária para os motoristas que seguem do Recreio para a Avenida Ayrton Senna, o alargamento e a recuperação das pistas do entorno do Cebolão e o aumento do espaço interno, com a saída do posto do Detran. As obras já estão em andamento, e a previsão é que terminem até abril de 2016, ao custo de R$ 30 milhões. Ainda que satisfeitos com a perspectiva de melhora, os moradores da região pleiteiam outras mudanças: querem que os ônibus dos condomínios tenham permissão para entrar no Alvorada e que as linhas intermunicipais sigam apenas até o terminal, e não mais até o Downtown, como ocorre em muitos casos.

A grande expectativa em torno das alterações é explicada pelos números: segundo dados da CET-Rio, 30% dos carros que saem do Recreio pela Avenida das Américas fazem retorno na altura do BarraShopping para acessar a Avenida Ayrton Senna, e outros 30% descem a agulha à direita, em uma pista que só tem uma faixa. O resultado são congestionamentos constantes. Essas duas frentes, por isso, receberam maior atenção no projeto. Enquanto a nova alça, de 560m de comprimento (que será feita em via já existente porém bloqueada pelo estacionamento da Cidade das Artes) será uma nova opção para os motoristas que seguem para a Linha Amarela, a agulha ganhará mais uma faixa, numa tentativa de desafogar o trânsito.

— Já havia um problema de acessibilidade que só se agravou com as obras da Barra. Para quem vai para a Ayrton Senna, vindo do Recreio, pela Américas, o caminho mais lógico é pegar a agulha na altura da concessionária Toyota; mas, como só existe uma faixa, muitos preferem ir até o BarraShopping e fazer o retorno. No final, as duas opções ficam carregadas. Quem vem da praia também contribui para o trânsito, e nesse trecho ganharemos outra faixa — explica o subprefeito da Barra e Jacarepaguá, Alex Costa.

Ao todo, serão cinco faixas novas no entorno do terminal: uma na agulha, uma na pista entre a concessionária da Toyota e o condomínio Nova Ipanema (que passará a ter cinco), uma na pista de quem segue da praia em direção à Avenida das Américas e as duas da nova alça. O projeto também contemplará o reforço da iluminação pública e a ampliação da calçada.

— Temos de estar atentos também ao acesso a pé ao terminal. Hoje muitas pessoas atravessam irregularmente pelo canteiro central, em frente ao Carrefour, enfrentando os carros. Esse trecho será gradeado, e a passagem de pedestres já existente será ampliada — diz Costa, que prevê a conclusão das obras para janeiro de 2016, três meses antes do prazo.

Se no entorno do Alvorada haverá muitas mudanças, internamente as novidades também causarão impacto. A principal alteração será a saída do posto do Detran, o que permitirá o aumento do espaço para a circulação de ônibus convencionais e a construção de uma nova pista para o BRT. Com isso, a capacidade do terminal, que é de 35 mil pessoas por hora, deverá dobrar. Para o secretário municipal de Transportes, Rafael Picciani, o Alvorada hoje está "muito pequeno".

— O projeto é um benefício para todo o sistema público de transporte, e não só para os moradores da Barra. O Alvorada concentra Transoeste e Transcarioca, além das linhas de ônibus normais. Do jeito que está, temos perda de capacidade do BRT, porque os intervalos entre os ônibus precisam ser maiores.

O aumento do espaço físico do terminal permitirá a construção de mais uma pista de BRT, a ampliação das duas passarelas de pedestres e a instalação de uma nova bilheteria, bem como a criação de outros acessos para os ônibus alimentadores, além de aumento nas posições de embarque e desembarque do BRT, de 11 para 22. A parte que cabia ao Detran passará a ter um estacionamento de ônibus, com 60 vagas para BRT e 39 para os convencionais, e vias de circulação interna, o que viabilizará outra mudança: os portões de entrada e saída dos ônibus ficarão do mesmo lado, o mais próximo ao BarraShopping. Isso amenizará o trânsito no lado oposto do terminal, sempre mais congestionado.

— Atualmente, os ônibus que saem do terminal dividem espaço com os carros até chegar à Américas ou à Ayrton Senna. Vamos ganhar um pátio de manobras, e os coletivos já sairão pelo lado do BarraShopping — explica Picciani. Com a certeza de que encontrarão congestionamento no entorno do Terminal Alvorada, muitos moradores da Barra têm suas estratégias para ganhar tempo. O estudante Daniel Dayrell, por exemplo, que vive no Nova Ipanema, diz que é melhor saltar do ônibus do condomínio antes que ele contorne o Cebolão, em vez de esperar que entre no residencial.

— O trânsito é tão intenso que, quando estou chegando, salto no ponto do New York City Center e ando pela passagem subterrânea até minha casa; é mais rápido — explica.

As horas desperdiçadas no trânsito impulsionam a mobilização por melhorias. A Câmara Comunitária da Barra da Tijuca ( CCBT) é uma das associações do bairro que lutam, há anos, por mudanças na Alvorada. O presidente da instituição, Delair Dumbrosck, aprova o novo projeto, mas diz que os moradores têm mais reivindicações.

— Nós queremos limitar as linhas intermunicipais, para que elas sigam apenas até o Alvorada. Hoje os ônibus vão, na maioria dos casos, até o Downtown. É um problema, o trânsito fica impraticável. Nossa reivindicação é que a mudança seja imediata. Já falamos várias vezes com o secretário estadual de Transportes e o governador, e eles ficaram de avaliar — diz Dumbrosck, para quem os ônibus intermunicipais não precisariam mais entrar na Barra após a inauguração de todo o sistema de BRTs. — Acho que no futuro as pessoas poderão fazer baldeação em outros pontos da cidade, seja no Fundão, em Irajá ou em Deodoro. Afinal, o BRT serve para diminuir o número de linhas convencionais.

A alteração no trajeto dos ônibus intermunicipais já é "caso resolvido", segundo o secretário estadual de Transportes, Carlos Osório.

— De fato esse pedido já me havia sido feito em oportunidades anteriores, e eu me comprometi a restringir a circulação das linhas intermunicipais até o Alvorada, assim que o Lote Zero for concluído (em dezembro deste ano, segundo previsão do governo). Isso representará um ganho para a Avenida das Américas, com o BRT substituindo veículos no trânsito. Vai ser uma determinação do Estado, de uma portaria do Detro, e as empresas vão cumprir — diz Osório, que rechaça a possibilidade de impedir a chegada desses ônibus à Barra, no futuro. — Tirar de dentro do Alvorada é inviável. Ele é um terminal rodoviário, e precisa ser o ponto de chegada ou partida para as linhas da Baixada, inclusive porque o BRT não vai até lá.

A outra reivindicação dos moradores implicaria em mais um ajuste no projeto do novo terminal.

— Queremos que haja alguma forma de desembarque dos ônibus de condomínio dentro do Alvorada, o que facilitaria a baldeação para pegar o BRT. A intenção não é tirar carros da rua? Então, quanto mais facilidades para os ônibus de condomínios, que são utilizados pela maioria dos moradores, melhor — defende Dumbrosck. — Também recebi sugestões de que seja implantado um ponto de táxi dentro do Alvorada e que o limite de velocidade nos mergulhões passe de 40 km/h para 50 km/h.

Na audiência pública que apresentou os detalhes do projeto, na CCBT, estiveram presentes o subprefeito Alex Costa e o secretário municipal de Coordenação de Governo, Pedro Paulo Carvalho. Costa diz que o assessor do prefeito Eduardo Paes recebeu bem as reivindicações e prometeu avaliar sua viabilidade mais profundamente. Rafael Picciani, secretário municipal de Transportes, porém, acredita que a entrada de ônibus de condomínio no terminal não seja necessária.

— Eu não estava sabendo desse pleito, mas não vejo muito sentido, já que quase todos os condomínios terão BRT nas suas portas, com as aberturas das novas estações do Lote Zero. Acho que, no geral, essa cultura de não usar tanto o transporte público pode mudar na Barra; as pessoas vão precisar cada vez menos do serviço privado com a melhora do sistema. Será um ganho para a cidade.

O futuro do posto do Detran, que será deslocado, não está definido. Segundo o subprefeito Alex Costa, uma das possibilidades é sua transferência para um terreno atrás do Via Parque. Outra é a ida para o Recreio, entre a Estrada Vereador Alceu de Carvalho, a Avenida Teotônio Vilela e a Avenida das Américas.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Rio vai eliminar 33 linhas de ônibus a partir de outubro

19/08/2015 - O Dia

Prefeitura vai eliminar 33 rotas, encurtar 21 e criar cinco novos serviços de coletivos

MARIA LUISA BARROS

Rio - A partir da primeira semana de outubro, 33 linhas de ônibus que cruzam a Zona Sul serão retiradas de circulação. A medida, implantada pela Prefeitura do Rio, através da Secretaria Municipal de Transportes, vai encurtar o itinerário de outras 21 linhas e criar cinco rotas. A expectativa é aumentar a eficiência do sistema de transporte, acabando com a sobreposição das linhas e a disputa por passageiros nos pontos, como acontece em bairros como Copacabana. Hoje, dois mil veículos cruzam a Zona Sul. A meta é fazer com que, aproximadamente, 700 ônibus deixem de rodar na região até a Olimpíada. 
A racionalização da frota será feita gradativamente. A previsão é que, até o fim da implementação de todo o projeto, em março de 2016, 35% dos ônibus da região estejam fora de operação. Os moradores da Barra da Tijuca terão que fazer integração na Zona Sul, caso o destino seja o Centro. 


A Linha 121 (Copacabana-Central) será eliminada na primeira fase, entre outubro e novembro. Ela será substituída pela Linha Troncal 1
Foto:  João Laet / Agência O Dia

Segundo o subsecretário de Planejamento, Alexandre Sansão, as alterações devem encurtar o tempo de viagem e garantir mais fluidez no trânsito. "Racionalizar é evitar a sobreposição de linhas. Se você tem rotas muito longas sobrepondo as mais curtas e tem a finalidade de atendimento àquela região, essa linha longa deixa de existir para fazer integração com essas curtas. É algo parecido com o que fizemos com o BRT, que também usa a lógica da integração", explica Sansão. 
As alterações deverão impactar inclusive os corredores BRS. A meta é que o desempenho dos ônibus nas vias expressas melhore em 30%. No BRS da Nossa Senhora de Copacabana, por onde passam, em média, 300 ônibus por hora, a previsão é que o serviço seja feito por 120 veículos, após a reformulação do sistema.

A primeira fase de racionalização das linhas de ônibus na Zona Sul terá início na primeira semana de outubro e será concluída em dezembro. Confira as alterações nos itinerários.

PRIMEIRA FASE 

Criação da linha integrada 1 (Alvorada-Rio Sul, via Lagoa-Barra) para receber os passageiros das linhas 314, 332, 501 e 502, que serão eliminadas. A integrada 8 (Recreio-Rio Sul, via Lagoa-Barra) vai atender os usuários da linha 318, a ser extinta. A integrada 2 (Alvorada-Rio Sul, via Av. Niemeyer) substituirá as linhas 177, 360, 504 e 535, também eliminadas. A quarta linha a ser criada será a Troncal 1 (General Osório-Central, via Copacabana e Aterro do Flamengo). Ela vai atender aos passageiros das linhas 120, 121, 125, 127, 411, 442, 129, 305, 404, 405, 441, 454, 458, 480, 481 e 505, que serão retiradas de circulação, e também dos usuários das linhas 119, 455, 456, 457, 475, 483, 484, 485 e 486, que serão encurtadas. 

SEGUNDA FASE 

Em dezembro, começa a segunda etapa do planejamento, quando será implantada a Troncal 3 (Gávea-Central, via Copacabana e Aterro do Flamengo). Esta quinta linha vai absorver os usuários das linhas 123, 128, 132, 382, 402, 421, 443 e 537, que serão eliminadas. Além dessas, os veículos que farão esse percurso vão atender a população que utiliza as linhas 124, 154, 413, 415, 426, 432, 433, 435, 464, 474, 503 e 539. Essas últimas serão encurtadas.