terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Perimetral: ônibus intermunicipais já circulam em novo trajeto

10/11/2013 - Jornal do Brasil

Todas as linhas de ônibus intermunicipais com destino à Praça Mauá, Castelo, Passeio e Praça XV já circulam pelo trajeto paralelo (Binário II), deixando de operar pela Avenida Rodrigues Alves. Desde o dia 3 de novembro, as linhas intermunicipais com destino ao Terminal Américo Fontenelle já utilizavam o trajeto paralelo.

O trajeto paralelo faz a ligação da Avenida Rodrigues Alves à Praça Mauá, ao Terminal Rodoviário Padre Henrique Otte, ao Túnel Santa Barbara e ao Terminal Rodoviário Américo Fontenelle, na Central do Brasil. Essa medida faz parte do plano de fechamento do Elevado da Perimetral.

Mudança no itinerário das linhas de ônibus

1. As linhas municipais 483 e 2101 e as demais linhas intermunicipais, que circulavam na Perimetral, no trecho compreendido entre a Avenida General Justo e o Viaduto do Gasômetro, deverão permanecer praticando os seguintes itinerários:

A) com destino ao Centro ou à Zona Sul (sentido Avenida General Justo): …, Viaduto do Gasômetro, nova alça de descida junto à Rodoviária Novo Rio, nova Via Binário do Porto (Rua Equador, Rua da Gamboa, Rua Arlindo Rodrigues, Via B1), Avenida Venezuela, Rua Sousa e Silva, Avenida Rodrigues Alves, nova alça de acesso à Perimetral, Perimetral, Avenida General Justo.

B) com destino à Ponte Rio-Niterói ou à Avenida Brasil (sentido Viaduto do Gasômetro): …, Avenida General Justo, Perimetral, alça de descida junto à Praça Mauá, Avenida Rodrigues Alves, Avenida Rio de Janeiro.

2. As linhas municipais, que têm pontos finais no Terminal Rodoviário Urbano Padre Henrique Otte, deverão permanecer praticando os seguintes itinerários:

 A) com destino ao Terminal Padre Henrique Otte:

 ? provenientes do Túnel João Ricardo (linhas 110, 111, 126, 128, 129, 170, 173, 178): …, Túnel João Ricardo, Rua Rivadavia Correia, Rua da Gamboa, Rua da União, Praça Santo Cristo, Rua Professor Pereira Reis, Avenida Cidade de Lima, nova Via D1, Rua General Luiz Mendes de Morais, Terminal Padre Henrique Otte

? provenientes da Praça Mauá / Rua do Livramento (linhas 127, 172): …, Praça Mauá, Avenida Rodrigues Alves, Avenida Barão de Tefé, Rua Sacadura Cabral, Rua do Livramento, Rua Rivadavia Correia, Rua da Gamboa, Rua da União, Praça Santo Cristo, Rua Professor Pereira Reis, Avenida Cidade de Lima, nova Via D1, Rua General Luiz Mendes de Morais, Terminal Padre Henrique Otte

? proveniente da Praça Mauá / Rua Professor Pereira Reis (linha 190): …, Praça Mauá, Avenida Rodrigues Alves, Avenida Barão de Tefé, Rua Sacadura Cabral, Rua do Livramento, Rua Rivadavia Correia, Rua da Gamboa, Rua da União, Praça Santo Cristo, Rua Professor Pereira Reis, Avenida Cidade de Lima, nova Via D1, Rua General Luiz Mendes de Morais, Terminal Padre Henrique Otte

? provenientes da Avenida Francisco Bicalho (linhas 133, 136, 301, 302, 305, 353, 606): …, Avenida Francisco Bicalho, Rua Comandante Garcia Pires, Rua Santo Cristo, Terminal Padre Henrique Otte

? provenientes da Avenida Brasil, via Linha Amarela (linhas 181, 303, 339): …, Avenida Brasil, alça de acesso para a Avenida Francisco Bicalho, Rua Comandante Garcia Pires, Rua Santo Cristo, Terminal Padre Henrique Otte

B) com destino à Zona Sul

? via Rua da América / Túnel Rebouças (linha 110): Terminal Padre Henrique Otte, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Avenida 31 de Março, …

? via Avenida Francisco Bicalho / Túnel Rebouças (linha 111): Terminal Padre Henrique Otte, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua Professor Pereira Reis, Via Trilhos, Rua Equador, Rua General Luiz Mendes de Morais, Viaduto Engenheiro Paulo de Souza Reis, ...

? via Túnel Santa Bárbara (linhas 126, 129,173): Terminal Padre Henrique Otte, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Avenida 31 de Março, …

? via Avenida Venezuela / Praça Mauá (linhas 127, 170,190): Terminal Padre Henrique Otte, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Rua Barão da Gamboa, Rua da Gamboa, Rua Pedro Ernesto, Praça Coronel Assunção (Praça da Harmonia), Rua Antonio Lage, Avenida Venezuela, Praça Mauá, Avenida Rio Branco, ...

? via Túnel João Ricardo / Praça Mauá (linhas 128,172): Terminal Padre Henrique Otte, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Rua Senador Pompeu, Rua Bento Ribeiro, Túnel João Ricardo, Rua Rivadavia Correia, Rua da Gamboa, Rua Pedro Ernesto, Praça Coronel Assunção (Praça da Harmonia), Rua Antonio Lage, Avenida Venezuela, Praça Mauá, Avenida Rio Branco, ...

? via Rua da América / avenida marechal floriano (linha 178): Terminal Padre Henrique Otte, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Rua Senador Pompeu, Rua Visconde da Gávea, Avenida Marechal Floriano, ...

? via Avenida Francisco Bicalho (linhas 133, 136): Terminal Padre Henrique Otte, Rua General Luiz Mendes de Morais, Viaduto Engenheiro Paulo de Souza Reis, …

C) com destino às Zonas Norte ou Oeste

? via Avenida Francisco Bicalho (linhas 301, 302, 305, 353, 606): Terminal Padre Henrique Otte, Rua General Luiz Mendes de Morais, Viaduto Engenheiro Paulo de Souza Reis, …

? via Avenida Brasil / Linha Amarela (linhas 181, 303, 339): Terminal Padre Henrique Otte, Rua General Luiz Mendes de Morais, Praça Dinah de Queirós, Avenida Francisco Bicalho (pista lateral), agulha de acesso para a pista central, Avenida Francisco Bicalho (pista central), Viaduto do Gasômetro, ...

3. A linha municipal 444 deverá permanecer praticando os seguintes itinerários:

A) com destino à Zona Sul (via Túnel Santa Bárbara): …, Avenida Brasil, alça de acesso para a Avenida Francisco Bicalho, Avenida Francisco Bicalho, Rua Comandante Garcia Pires, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Avenida 31 de Março, …

B) com destino à Avenida Brasil (via Túnel João Ricardo): …,Túnel João Ricardo, Rua Rivadavia Correia, Rua da Gamboa, Rua Pedro Ernesto, Praça Coronel Assunção (Praça da Harmonia), Rua Antonio Lage, Avenida Venezuela, Rua Edgard Gordilho, Avenida Rodrigues Alves (pista sentido Avenida Barão de Tefé), agulha de acesso para a pista sentido Avenida Rio de Janeiro, Avenida Rodrigues Alves (pista sentido Avenida Rio de Janeiro), ...

4. A linha municipal 2017 (que tem ponto final na Via Trilhos) deverá permanecer praticando os seguintes itinerários:

 A) com destino à Rodoviária Novo Rio: …, Praça Mauá, Avenida Rodrigues Alves, Avenida Barão de Tefé, Rua Sacadura Cabral, Rua do Livramento, Rua Rivadavia Correia, Rua da Gamboa, Rua da União, Praça Santo Cristo, Rua Professor Pereira Reis, Via Trilhos

B) com destino à Zona Sul: Via Trilhos, Rua Equador, Rua General Luiz Mendes de Morais, Praça Dinah de Queiroz, Avenida Francisco Bicalho (pista lateral), Rua Comandante Garcia Pires, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Rua Barão da Gamboa, Rua da Gamboa, Rua Pedro Ernesto, Praça Coronel Assunção (Praça da Harmonia), Rua Antonio Lage, Avenida Venezuela, Praça Mauá, Avenida Rio Branco, ...

? ATENÇÃO: a linha municipal 2014 (Gávea x Rodoviária), que tinha ponto final na Via Trilhos (próximo à Rodoviária Novo Rio), passa a circular apenas até a Rua Sousa e Silva, e terá seus itinerários alterados da seguinte forma:

IDA

De: …, Praça Mauá, Avenida Rodrigues Alves, Avenida Barão de Tefé, Rua Sacadura Cabral, Rua do Livramento, Rua Rivadavia Correia, Rua da Gamboa, Rua da União, Praça Santo Cristo, Rua Professor Pereira Reis, Via Trilhos

Para: …, Praça Mauá, Avenida Rodrigues Alves, Avenida Barão de Tefé, Rua Sacadura Cabral, Rua Sousa e Silva (ponto terminal próximo à esquina com a Avenida Venezuela)

VOLTA

De: Via Trilhos, Rua Equador, Rua General Luiz Mendes de Morais, Praça Dinah de Queiroz, Avenida Francisco Bicalho (pista lateral), Rua Comandante Garcia Pires, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Rua Barão da Gamboa, Rua da Gamboa, Rua Pedro Ernesto, Praça Coronel Assunção (Praça da Harmonia), Rua Antonio Lage, Avenida Venezuela, Praça Mauá, Avenida Rio Branco, ...

Para: Rua Sousa e Silva, Avenida Venezuela, Praça Mauá, Avenida Rio Branco, ...

5. A linha municipal 2018 (que tem ponto de parada na Via Trilhos, somente no sentido Aeroporto Internacional), deverá permanecer praticando os seguintes itinerários:

A) com destino à Zona Oeste:…, Avenida Brasil, alça de acesso para a Avenida Francisco Bicalho, Rua Comandante Garcia Pires, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Rua Barão da Gamboa, Rua da Gamboa, Rua Pedro Ernesto, Praça Coronel Assunção (Praça da Harmonia), Rua Antonio Lage, Avenida Venezuela, Praça Mauá, Avenida Rio Branco, ...

B) com destino ao Aeroporto Internacional: …, Praça Mauá, Avenida Rodrigues Alves, Avenida Barão de Tefé, Rua Sacadura Cabral, Rua do Livramento, Rua Rivadavia Correia, Rua da Gamboa, Rua da União, Praça Santo Cristo, Rua Professor Pereira Reis, Via Trilhos, Rua Equador, Rua General Luiz Mendes de Morais, Viaduto Engenheiro Paulo de Souza Reis, …

6. A linha municipal 2330, que tem ponto final no interior da Rodoviária Novo Rio, permanece com seu itinerário inalterado:

A) com destino ao Terminal Rodoviário Novo Rio: …, Avenida Brasil, Avenida Rodrigues Alves, Rua Cordeiro da Graça, Rodoviária Novo Rio

B) com destino à Zona Oeste: Rodoviária Novo Rio, Rua Equador, Rua General Luiz Mendes de Morais, Praça Dinah de Queirós, Avenida Francisco Bicalho (pista lateral), agulha de acesso para a pista central, Avenida Francisco Bicalho (pista central), Viaduto do Gasômetro, ...

7. As linhas intermunicipais, que têm pontos finais no Terminal Rodoviário Urbano Américo Fontenelle, deverão permanecer praticando os seguintes itinerários:

A) com destino ao Terminal Américo Fontenelle: …, Avenida Brasil, alça de acesso para a Avenida Francisco Bicalho, Avenida Francisco Bicalho, Rua Comandante Garcia Pires, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Rua Senador Pompeu, Terminal Américo Fontenelle

? ATENÇÃO : ESTAS LINHAS DEVERÃO EFETUAR EMBARQUE / DESEMBARQUE DE PASSAGEIROS EM PONTO DE PARADA LOCALIZADO NA Rua Santo Cristo, ENTRE A VIA D1 E A RUA PEDRO ALVES, não sendo permitida a parada na Avenida Francisco Bicalho e na Rua Comandante Garcia Pires

B) com destino à Avenida Rodrigues Alves / Avenida Rio de Janeiro: Terminal Américo Fontenelle, Rua Bento Ribeiro, Túnel João Ricardo, Rua Rivadavia Correia, Rua da Gamboa, Rua Pedro Ernesto, Praça Coronel Assunção (Praça da Harmonia), Rua Antonio Lage, Avenida Venezuela, Rua Edgard Gordilho, Avenida Rodrigues Alves (pista sentido Avenida Barão de Tefé), agulha de acesso para a pista sentido Avenida Rio de Janeiro), Avenida Rodrigues Alves (pista sentido Avenida Rio de Janeiro), ...

8. As linhas intermunicipais, cujo destino é a Avenida Venezuela, deverão praticar os seguintes itinerários (DEIXAM DE CIRCULAR PELA AVENIDA RODRIGUES ALVES, SOMENTE NO SENTIDO CENTRO):

A) com destino à Avenida Venezuela: …, Avenida Brasil, alça de acesso para a Avenida Francisco Bicalho, Avenida Francisco Bicalho, Rua Comandante Garcia Pires, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Rua Barão da Gamboa, Rua da Gamboa, Rua Pedro Ernesto, Praça Coronel Assunção (Praça da Harmonia), Rua Antonio Lage, Avenida Venezuela, Rua Edgard Gordilho, Rua Sacadura Cabral, Rua Sousa e Silva (pontos reguladores)

B) com destino à Avenida Rodrigues Alves / Avenida Rio de Janeiro (inalterado): Rua Sousa e Silva, Avenida Venezuela, Rua Edgard Gordilho, Rua Sacadura Cabral, Rua do Livramento, Rua da Gamboa, Rua da União, Praça Santo Cristo, Rua Professor Pereira Reis, Avenida Rodrigues Alves, Avenida Rio de Janeiro, …

? ATENÇÃO : ESTAS LINHAS DEVERÃO EFETUAR EMBARQUE / DESEMBARQUE DE PASSAGEIROS EM PONTO DE PARADA LOCALIZADO NA Rua Sacadura Cabral, ENTRE AS RUAS EDGARD GORDILHO E ANÍBAL FALCÃO, não sendo permitida a parada na Avenida Venezuela

? ATENÇÃO : ESTAS LINHAS DEVERÃO EFETUAR EMBARQUE / DESEMBARQUE DE PASSAGEIROS EM PONTO DE PARADA LOCALIZADO NA Rua Santo Cristo, ENTRE O TERMINAL RODOVIÁRIO URBANO PADRE HENRIQUE OTTE E A VIA D1, não sendo permitida a parada na Avenida Francisco Bicalho e na Rua Comandante Garcia Pires

9. As linhas municipais, que circulam na Avenida Rodrigues Alves, em todo o trecho compreendido entre a Rodoviária Novo Rio a Avenida Barão de Tefé, em ambos os sentidos, permanecem com seus itinerários inalterados.

? ATENÇÃO : NOS PERÍODOS NOS QUAIS OCORRER A INTERDIÇÃO DA AVENIDA RODRIGUES ALVES, EM AMBOS OS SENTIDOS (no trecho compreendido entre a Rua da Gamboa e a Rua Silvino Montenegro) – das 23h às 5h, nos dias úteis, e, das 19h dos sábados às 5h das segundas-feiras – ESTAS LINHAS DEVERÃO PERMANECER PRATICANDO OS SEGUINTES ITINERÁRIOS:

A) com destino ao Centro: …, Avenida Rodrigues Alves, Rua da Gamboa (acesso para a Via Binário do Porto), Via Binário do Porto, Avenida Venezuela ou Avenida Barão de Tefé, ...

B) com destino à Avenida Rio de Janeiro / Avenida Brasil: …, Avenida Rodrigues Alves, Rua Silvino Montenegro, Via Binário do Porto (ATÉ A Rua Professor Pereira Reis), Rua Professor Pereira Reis, Avenida Rodrigues Alves, …

10. As linhas municipais 110, 111, 126, 127, 128, 129, 170, 172, 173, 178 e 190 (que têm pontos finais no Terminal Rodoviário Urbano Padre Henrique Otte, com destino à Zona Sul), também deverão permanecer efetuando embarque de passageiros, no período das 5h às 10h, na Via D1, praticando o seguinte itinerário : Terminal Padre Henrique Otte, Rua Santo Cristo, via d1, via d2 (acesso à rua pedro alves), rua pedro alves, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, ...

11. Não será permitido o embarque / desembarque de passageiros na Rua Comandante Garcia Pires

? ATENÇÃO : o ponto de parada foi transferido para Avenida Francisco Bicalho, cerca de 20m antes da esquina com a Rua Comandante Garcia Pires

12. As LINHAS INTERMUNICIPAIS, cujos destinos são CASTELO, PRAÇA XV e PASSEIO PÚBLICO / AVENIDA AUGUSTO SEVERO, assim como as linhas intermunicipais, cujo o destino é a  Avenida Venezuela (indicadas no ITEM 8), TAMBÉM DEIXAM DE CIRCULAR PELA AVENIDA RODRIGUES ALVES, SOMENTE NO SENTIDO CENTRO, e deverão praticar os seguintes itinerários:

A) com destino ao CENTRO: …, Avenida Brasil, alça de acesso para a Avenida Francisco Bicalho, Avenida Francisco Bicalho, Rua Comandante Garcia Pires, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Rua Barão da Gamboa, Rua da Gamboa, Rua Pedro Ernesto, Praça Coronel Assunção (Praça da Harmonia), Rua Antonio Lage, Avenida Venezuela / Praça Mauá / Avenida Rio Branco ou Avenida Venezuela / Avenida Barão de Tefé / Rua Camerino, ...

B) com destino à AVENIDA RODRIGUES ALVES / AVENIDA RIO DE JANEIRO: itinerário inalterado

? ATENÇÃO : ESTAS LINHAS DEVERÃO EFETUAR EMBARQUE / DESEMBARQUE DE PASSAGEIROS EM PONTO DE PARADA LOCALIZADO NA Rua Santo Cristo, ENTRE O TERMINAL RODOVIÁRIO URBANO PADRE HENRIQUE OTTE E A VIA D1, não sendo permitida a parada na Avenida Francisco Bicalho e na Rua Comandante Garcia Pires

? ATENÇÃO : NOS PERÍODOS NOS QUAIS OCORRER A INTERDIÇÃO DA AVENIDA RODRIGUES ALVES, EM AMBOS OS SENTIDOS (no trecho compreendido entre a Rua da Gamboa e a Rua Silvino Montenegro) – das 23h às 5h, nos dias úteis, e das 19h dos sábados às 5h das segundas - feiras – ESTAS LINHAS DEVERÃO PRATICAR OS SEGUINTES ITINERÁRIOS:

A) com destino ao CENTRO (inalterado): …, Avenida Brasil, alça de acesso para a Avenida Francisco Bicalho, Avenida Francisco Bicalho, Rua Comandante Garcia Pires, Rua Santo Cristo, Praça Santo Cristo, Rua da América, Rua Barão da Gamboa, Rua da Gamboa, Rua Pedro Ernesto, Praça Coronel Assunção (Praça da Harmonia), Rua Antonio Lage, Avenida Venezuela / Praça Mauá / Avenida Rio Branco ou Avenida Venezuela / Avenida Barão de Tefé / Rua Camerino, ...

B) com destino à AVENIDA RIO DE JANEIRO / Avenida Brasil: …, Avenida Rodrigues Alves, Rua Silvino Montenegro, Via Binário do Porto (ATÉ A Rua Professor Pereira Reis), Rua Professor Pereira Reis, Avenida Rodrigues Alves, …

ROTAS ALTERNATIVAS

Em função dos impactos iniciais que as alterações na circulação causarão, a Prefeitura do Rio recomenda que os motoristas busquem rotas alternativas para seus trajetos. A sugestão principal é utilizar os caminhos pelos bairros de Benfica e São Cristóvão, para acessar Tijuca, Zona Sul (via Túnel Rebouças) e Centro sem transitar na área mais impactada pelas alterações.

Avenida Brasil – Centro

Avenida Brasil, Rua Célio Nascimento (acesso a Benfica), Rua Couto de Magalhães, Rua Senador Bernardo Monteiro, Rua Visconde de Niterói, Viaduto Agenor de Oliveira (Viaduto da Mangueira), Radial Oeste, Praça da Bandeira.

Linha Vermelha – Tijuca

Linha Vermelha, Campo de São Cristóvão, Rua São Luiz Gonzaga, Rua Chaves Faria, Rua Catalão, Rotary Internacional, General Herculano Gomes, Viaduto Oduvaldo Cozzi, Avenida Maracanã.

Avenida Brasil – Rebouças

Avenida Brasil, Rua Bela, Campo de São Cristóvão, Viaduto Professor Rufino de Almeida Pizarro, Elevado Engenheiro Freyssinet (Elevado Paulo de Frontin), Túnel Rebouças.

Centro – Linha Vermelha

Presidente Vargas, Praça da Bandeira, Rua Ceará, Rua Francisco Eugênio, Rua José Eugênio, Rua Almirante Balthazar, Avenida Rotary Internacional, Avenida do Exercito, Campo de São Cristóvão.

Centro – Avenida Brasil

Presidente Vargas, Praça da Bandeira, Rua Ceará, Rua Francisco Eugênio, Rua José Eugênio, Rua Almirante Balthazar, Avenida Rotary Internacional, Rua Dom Meinrado, Rua São Luiz Gonzaga, Prefeito Olympio de Melo, Viaduto Ataulfo Alves, Avenida Brasil pista lateral sentido Zona Oeste.

Empresas do Rio vão à Justiça por aumento das passagens de ônibus

31/12/2013 - O Globo

Consórcios que atuam no município alegam quebra de contrato e pedem indenização de R$ 137,5 milhões

Tarifas estão congeladas em R$ 2,75 desde 1º de janeiro de 2012

LUIZ ERNESTO MAGALHÃES 
MAIÁ MENEZES 

Ônibus do Rio podem ter aumento na tarifa no ano que vem Foto: Marcelo Piu / Agência O Globo (29/05/2013)
Ônibus do Rio podem ter aumento na tarifa no ano que vem Foto: Marcelo Piu / Agência O Globo (29/05/2013)

RIO — Com as tarifas congeladas em R$ 2,75 desde 1º de janeiro de 2012, os empresários de ônibus do Rio decidiram endurecer o jogo com a prefeitura. Alegando quebra do contrato firmado em 2010 para a primeira concessão pública dos serviços, as mais de 40 empresas que integram os consórcios Internorte, Intersul, Santa Cruz e Transcarioca entraram na Justiça reivindicando indenização que, em valores atuais, já chegaria a R$ 137,5 milhões. Além disso, pedem que a prefeitura seja condenada a reajustar a passagem imediatamente, sob pena de multa diária de R$ 1 milhão. O montante exato da indenização — referente à diferença entre o valor que deveria ser cobrado e a tarifa em vigor — seria fixado no momento da sentença, de acordo com processo que tramita na 8ª Vara de Fazenda Pública.

A ação ainda não tem data para ser julgada, porque o Tribunal de Justiça está em recesso. Mas a disputa ocorre em meio a uma nova polêmica sobre o valor das passagens. Este mês, o prefeito Eduardo Paes chegou a anunciar que haveria reajuste de tarifa — sem, no entanto, citar valores —, mas voltou atrás por recomendação do Tribunal de Contas do Município (TCM). O órgão sugeriu a suspensão do reajuste até o fim dos trabalhos da comissão criada em agosto deste ano para investigar a chamada caixa-preta das empresas de ônibus.

Procurado, Paes preferiu não comentar a ação, alegando que o município ainda não foi notificado.

Em dezembro de 2012, a prefeitura anunciou um reajuste das tarifas de R$ 2,75 para R$ 2,90, a partir de janeiro de 2013, com base no contrato de concessão. Mas o aumento foi suspenso a pedido da União. Em maio deste ano, Paes determinou que a passagem subiria para R$ 2,95 a partir do dia 1º de junho — com base nos custos acumulados ao longo de 18 meses —, mas o aumento foi revogado em meio às manifestações de rua que tomaram conta do país.

No processo, os advogados das empresas argumentam que a prefeitura chegou a reconhecer o direito dos consórcios aos reajustes por decretos publicados no Diário Oficial em 18 de dezembro de 2012 e 28 de maio de 2013.

"Não é preciso muito esforço para demonstrar a gravidade da situação tratada nesta demanda e a ilegalidade que ela representa. Tanto o edital quanto os contratos de concessão previram, de forma expressa, que o reajuste do valor da tarifa seria feito anualmente, a partir de uma planilha", informa um trecho da ação.

Os advogados reconhecem ainda que a suspensão dos reajustes ocorreu em momentos políticos delicados, mas acrescentam que existe um contrato em vigor e que ele precisa ser respeitado sob o risco de os serviços prestados piorarem. Eles citam ainda uma entrevista que o prefeito Eduardo Paes concedeu em 2 de setembro ao programa "Roda Viva", da TV Cultura, admitindo que houve "quebra contratual", com a suspensão dos reajustes.
Em entrevista ao GLOBO, o empresário Jacob Barata Filho disse ter feito, em agosto, um requerimento à Secretaria municipal de Transportes pedindo o cumprimento do contrato; ou seja, que o valor da passagem voltasse aos R$ 2,95 praticados antes da decisão do prefeito de reduzir a tarifa. Ele argumenta que a situação do setor piorou no começo do mês, quando as empresas tiveram de pagar o 13º dos funcionários.

— Não houve resposta formal da prefeitura. Mas que fique claro: não há intuito de briga. Isso não é uma guerra. É um posicionamento. Tem que cumprir o contrato. Cada um tem que cumprir a sua parte.

Barata se diz surpreso

O empresário, que fala em nome dos consórcios, sustenta ainda que a prefeitura agiu politicamente, especialmente depois da "pressão política das ruas", sem se ater a critérios técnicos, ao reduzir a tarifa. Barata disse também ter ficado surpreso com a decisão do prefeito de suspender o aumento da passagem, previsto para janeiro deste ano.

— Foi um baque. Mas a ação não tem nada a ver com isso. Não tínhamos ideia. Não contávamos com isso (que ele voltaria atrás). Mas temos certeza de que, diante de todos os argumentos, o TCM vai voltar atrás.

De acordo com o empresário, o cálculo para chegar aos R$ 137,5 milhões foi simples: R$ 0,20 multiplicado pelo número de passageiros que usam o sistema. Segundo ele, a consultoria Ernst & Young continua auditando os valores das tarifas, para dar respaldo técnico ao valor que pleiteia


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/empresas-do-rio-vao-justica-por-aumento-das-passagens-de-onibus-11183572#ixzz2p2ydK2JP 
© 1996 - 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Trecho do Transbrasil vai custar o estimado para todo o projeto

30/12/2013 -  O Dia - RJ

Rio - O primeiro trecho das obras do BRT Transbrasil — o chamado lote 2, entre os bairros do Caju e Deodoro — vai custar R$ 1,5 bilhão, valor inicialmente estimado para todo o trajeto, que vai de Deodoro ao Centro. O secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto, admitiu ontem o encarecimento das intervenções, alegando que houve correção monetária desde 2011, quando foi divulgado o custo, além de mudanças no projeto. O corredor passará ao longo da Avenida Brasil e a licitação para esta etapa está prevista para 21 de janeiro. A previsão é de conclusão das obras em 30 meses.

 "A primeira licitação é do lote 2, de Deodoro ao Caju, com preço atual de R$1,5 bilhão. Nós tínhamos previsão inicial, em 2011, quando assinamos contrato com a Caixa Econômica Federal (financiadora de parte do empreendimento), de valor menor, mas era uma estimativa. Com os projetos prontos e lançando as licitações, nós vamos corrigindo os problemas e tendo os valores corretos", justifica o secretário.

Especialista em Transportes, o professor da Uerj, Alexandre Rojas, rebate. "Essa mudança de orçamento não encontra respaldo lógico. Não houve aumento de custo significativo de 2011 para agora, nem no projeto, que justifique quase dobrar o valor. As desapropriações ao longo da via, que são necessárias para construção do BRT, são o que aumentam o custo, mas isso já é visto no projeto inicial", disse Rojas. Ele avalia que a solução para transporte no local seria o VLT — veículo leve sobre trilhos. "O BRT é a solução mais rápida e barata, mas não a melhor".

O secretário afirmou também que não há estimativa para os custos do outro trecho da obra, que vai do Caju ao Centro. Nesta etapa, o Transbrasil vai passar pelas avenidas Presidente Vargas e Francisco Bicalho.

BRT é o último a ser licitado

Com 32 quilômetros, o Transbrasil é o quarto BRT a ser implantado na cidade e o único cujas obras ainda não foram licitadas. Os outros corredores são o Transoeste, em operação desde junho de 2012, Transcarioca, a ser inaugurado no primeiro semestre de 2014, e Transolímpica, que deve entrar em operação até 2016.

A Prefeitura do Rio afirma que o Transbrasil será o BRT de maior capacidade de transporte do mundo, podendo levar até 820 mil passageiros por dia. Serão 881 ônibus articulados que vão circular em duas faixas, por sentido, ao longo da Avenida Brasil. O corredor será integrado com o BRT Transolímpico, em Deodoro, e com o Transcarioca, na altura da Ilha do Governador, e deve reduzir o tempo de viagem ao Centro em 40%.

sábado, 28 de dezembro de 2013

Transoeste recebe cinco novas estações no sábado

26/12/2013 - Brtrio.com

No próximo sábado, dia 28, entram em operação mais cinco estações no eixo Cesário de Melo do BRT Transoeste. São elas: Julia Miguel, Parque São Paulo, Cosmos, Icurana e Vilar Carioca. Elas funcionarão das 4h30 às 23h30, todos os dias da semana. Na foto, um detalhe do interior da estação de Cosmos.

Com o novo trecho, o BRT Transoeste fica mais perto de Campo Grande, onde as obras do corredor deverão estar concluídas no próximo ano. Para orientação dos usuários, agentes do Consórcio BRT trabalharam na distribuição prévia de panfletos informativos em toda a região do entorno das estações.

Inauguração da ponte estaiada na Barra da Tijuca deixa BRT Transcarioca com 85% de obras concluídas

26/12/2013 - Agência Brasil

A prefeitura do Rio de Janeiro inaugurou terça-feira (24) uma ponte estaiada na Barra da Tijuca que marca a conclusão de 85% do segundo corredor de ônibus articulados da cidade, o BRT Transcarioca. Batizada com o nome do cardeal dom Eugênio Salles (arcebispo da cidade durante 30 anos), a obra foi inaugurada com a presença do atual arcebispo, dom Orani Tempesta. Também foram entregues as obras de modernização do Terminal Alvorada.

A ponte, que cruza o canal de interligação das lagoas de Jacarepaguá e da Tijuca, já está aberta a veículos e deve receber os ônibus do BRT Transcarioca no primeiro semestre do ano que vem, quando começa a operação do corredor. A obra custou R$ 120 milhões e levou pouco mais de dois anos. Os quatro mastros de sustentação da estrutura têm altura equivalente a de um prédio de 16 andares. Deles saem 56 estais (cabos de aço).

"O BRT Transcarioca talvez seja o mais importante de toda a cidade, porque cruza o subúrbio e áreas já consolidadas. Não é só pelo impacto urbano. Ele muda a mobilidade na cidade", disse o prefeito Eduardo Paes. Os BRTs (bus rapid transit ou trânsito rápido de ônibus) são vias expressas exclusivas para transporte coletivo por meio de ônibus articulados.



O Transcarioca tem 39 quilômetros e liga o Terminal Alvorada ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão - Antonio Carlos Jobim, na Ilha do Governador. Cerca de 320 mil pessoas devem usá-lo diariamente, enquanto o Transoeste é usado por 130 mil. O custo do corredor chega a R$ 1,7 bilhão, sendo R$ 1,1 bilhão em recursos do governo federal.

Os quatro BRTs do Rio têm previsão de conclusão em 2016, mas o Transbrasil, que liga o bairro de Deodoro, na zona oeste, ao centro, deve ficar pronto só no fim daquele ano, após as Olimpíadas. Paes acredita que a obra na Avenida Brasil, a principal via da cidade, não deve causar problemas à mobilidade nos Jogos, mas sim à população, durante os dois a três anos da construção.

O secretário municipal de Transporte, Carlos Roberto Osório, explicou que os 15% ainda não concluídos do Transcarioca estão localizados, principalmente, na Penha e na Ilha do Governador, e são essencialmente obras de arte (como as pontes estaiadas).

Segundo o secretário, a inauguração da ponte da Barra e sua abertura para carros vai aliviar o trânsito, mesmo sem o BRT: "A ponte elimina um sinal de trânsito complicado, que é um gargalo na chegada à Barra. E, com ela, o carioca ganha um monumento arquitetônico que diferencia e destaca a paisagem", ressaltou.

Informações: Agência Brasil

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Pontos do BRS vão informar tempo de espera

10/12/2013 - Band.com.br

Em Copacabana, oito monitores vão repassar on-line o percurso de coletivos.

A partir de sexta-feira, oito pontos do BRS de Copacabana vão contar com informações on-line sobre o tempo de percurso e de espera das linhas, atendendo a uma reivindicação dos passageiros que utilizam o sistema.

Trata-se de um teste que, se der certo, vai ser levado aos outros BRS da cidade a partir de janeiro, seguindo a data de inauguração de cada um. Os oito monitores, importados da China, custaram R$ 100 mil. Os equipamentos utilizam um software americano adaptado por brasileiros.

Segundo o presidente da Federação de Transportes do Rio de Janeiro (Fetranspor) e da Rio Ônibus, Lélis Marcos Teixeira, o mais caro do sistema é a manutenção. Preocupada com o vandalismo nos pontos, a Fetranspor equipou os painéis com GPS.

"Não há como utilizar ele de outra forma, como televisão, por exemplo. Acreditamos que a recepção dos usuários será muito boa e que os equipamentos serão preservados", explica Lélis.

Essa foi uma das novidades do setor apresentada ontem, durante o Prêmio Mobilidade Urbana 2013 (PMU), organizado pela Fetranspor. Lélis ainda destacou que o passageiro tem mais opções para utilizar aplicativos que o ajude a monitorar as linhas de ônibus como o "Meu BRT", que informa em quantos minutos o coletivo articulado vai chegar em sua estação, e o Moovit, que disponibiliza dados em tempo real das linhas de toda a cidade utilizando os sistemas da Fetranspor e do Centro de Operações do Rio de Janeiro.

http://noticias.band.uol.com.br/cida...de-espera.html

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Viação Translitorânea deixa de operar nesta quinta por falta de recursos para combustível e salários

19/12/2013 - O Globo

Rio Ônibus informou que consórcios Intersul e Transcarioca estão suprindo a ausência

RIO - Funcionários da Viação Translitorânea encontraram as portas da empresa fechadas na manhã desta quinta-feira. Não foi permitida a saída de nenhum ônibus da garagem na Rua Bergamo, em Triagem, na Zona Norte do Rio. Empregados ficaram de plantão na porta do estabelecimento. Segundo o dono da Viação, Álvaro Lopes, a empresa está sem dinheiro para pagar seus funcionários. Os carros não saíram da garagem nesta quinta-feira por falta de recursos para colocar diesel. Ela é responsável pelas linhas 158, 176, 186, 308, 314, 315, 523 e 524.

Em nota, a Rio Ônibus informou que os consórcios Intersul e Transcarioca estão operando de forma conjunta nesta manhã para suprir a ausência dos ônibus da Translitorânea. Segundo informe, "foi feito um reforço nas linhas operadas pela empresa, de modo a não afetar a população. Os intervalos de saídas dos ônibus estão sendo regularizados, a fim de não reduzir a oferta de lugares aos passageiros."
De acordo com os empregados, o problema vem acontecendo desde o início do ano, quando surgiram informações sobre uma crise na Translitorânea. Mesmo assim, eles foram informados que o problema seria solucionado, e a empresa continuaria aberta.

- Eles informaram que as coisas iam melhorar. E agora acontece isso às vésperas do Natal - desabafou a cobradora Monica Messias.
Os funcionários reclamam que, desde setembro, o pagamento referente às férias não vem sendo efetuado. O salário de novembro dos cobradores também não foi depositado, e o 13º já está atrasado.

- Há famílias aqui que estão sendo expulsas da casa onde moram pois não têm dinheiro para pagar aluguel. Estamos desesperados - contou o cobrador Paulo Fernando.

Nas últimas semanas, além dos salários atrasados, os funcionários também precisavam utilizar o dinheiro recebido das passagens para abastecer os veículos. Segundo informações dos motoristas, o dono da empresa pediu que o dinheiro que fosse sendo arrecadado fosse utilizado para abastecer o carro em postos de gasolina. Com isso, a diária dos empregados não foi paga.

De acordo com o dono da empresa, Alvaro Lopes, 100% do valor arrecadado com os vale-transportes está sendo retido pela Justiça. Assim, a verba - que é a maioria no pagamento das passagens - não pode ser utilizada para pagamento das obrigações da empresa.

Ao todo, cerca de 600 funcionários estão sem saber seu destino neste fim de ano. Eles organizam um protesto na porta da Prefeitura, ainda nesta quinta-feira, e se movimentam para uma greve de rodoviários. Cerca de 200 carros ficaram parados nesta quinta.

Em julho deste ano, a Secretaria municipal de Transportes cassou seis linhas da Translitorânea que ligavam Rocinha e Vidigal à Zona Sul, redistribuindo o serviço para outras empresas do mesmo consórcio Intersul. Em agosto passado, funcionários da mesma Translitorânea já tinham cruzado os braços, alegando que os salários estavam atrasados.

http://oglobo.globo.com/rio/viacao-t...arios-11111502

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Linha de ônibus vai ligar metrô ao Aeroporto Santos Dumont, no Rio

29/11/2013 - G1

Ônibus com ar-condicionado fará trajeto entre Cinelândia e aeroporto. Além disso, agulha viária será feita para ajudar na circulação de táxis

Enviar por E-mail Imprimir Comunicar Erro Tamanho da fonte| Voltar ao tamanho original Notícias
Autor: Guilherme Brito, G1 Rio

Ônibus deve começar a circular a partir de 20 de dezembro
créditos: Divulgação

O ministro da Aviação Civil Moreira Franco e o secretário de transportes do Rio de Janeiro, Carlos Roberto Osório, se reuniram nesta quinta-feira (28), no aeroporto Santos Dumont para definir mudanças na logística de chegada e saída de passageiros no local. Medidas como um ônibus com ar-condicionado ligando a região da Cinelândia ao aeroporto, e a construção de uma agulha para táxis que interliga os terminais devem ser implementadas até o dia 20 de dezembro.

Moreira Franco informou que entrou em contato com o secretário de transportes após a piora dos serviços viários no aeroporto. Segundo Franco, pesquisas feitas pelo ministério apontaram que a demora para conseguir um táxi e a desorganização no serviço são as principais reclamações. "As pesssas chegam no fim do dia cansadas e enfrentam uma confusão sem fim e uma gritaria por parte dos balcões das cooperativas de táxi. Isso é ruim para os clientes, para as empresas e para a cidade", disse.


Trajeto feito atualmente pelos táxis
(Foto: Reprodução/ TV Globo)
Segundo Carlos Roberto Osório, para minimizar esses problemas a secretaria propôs algumas alternativas imediatas. Uma delas é fazer pequenas obras, custeadas pela Infraero com colaboração da Prefeitura, para construir uma agulha viária para táxis cooperados.

O objetivo é fazer com que os táxis que saiam do embarque possam retornar para a área de desembarque em menos tempo. "O motorista de táxi atualmente demora 30 minutos para voltar para o desembarque, já que tem que passar pelo Centro do Rio. Agora esperamos reduzir esse tempo para cinco minutos", afirmou.

Outra medida é disponibilizar ônibus de tarifa comum interligando o Santos Dumont a Cinelândia, no Centro, onde há estação do Metrô. A ideia é diminuir a pressão de demanda por táxis no local e, assim, diminuir filas de espera. Essa alternativa já havia sido usada durante a recepção de grandes eventos como a Jornada Mundial da Juventude mas, segundo o secretário, vai ser permanente.

Ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, e o
secretário municipal de Transportes, Carlos Osório,
ser reúnem no Rio para falar sobre mudanças no
Santos Dumont (Foto: Guilherme Brito/G1)
A terceira novidade será a unificação do balcão de atendimento das cooperativas para dar conforto e civilidade ao cliente que solicitar uma corrida de táxi no aeroporto. "Não teremos mais essa disputa desorganizada para conseguir passageiros", disse Osório, que pretende aumentar também as faixas de veículos para os taxis e dobrar a capacidade de embarques simultâneos, de 3 para 6.

Mais táxis disponíveis
Osório informou também que vai autorizar o aumento da frota de táxis que atende ao aeroporto. O número deve aumentar de 430 para 600 veículos. "Queremos que o tempo de espera seja de, no máximo, 15 minutos para o táxi."

Alem de Carlos Osório e Moreira Franco, a reunião contou com a presença de representantes de cooperativas de táxi do aeroporto e do secretario nacional de navegação aérea Juliano Norman. O ministro Moreira Franco finalizou a conversa com as autoridades dizendo que pretende fiscalizar se as medidas prometidas estão sendo postas em prática em janeiro do ano que vem.

Leia também:
Renovação de frota de ônibus do Rio é reduzida para menos da metade
Rio testa pagamento de passagens com smartphones
Custo de arenas da Copa sobe R$ 1 bi e supera investimento em mobilidade

Voltar
Compartilhe:
Comentários
Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!
Clique aqui e deixe seu comentário
Mais lidas
Do diaDa semanaDo mêsGeral
27.11 | Políticas Públicas - A incrível cidade com 22 mil habitantes e somente 1 carro

28.11 | Políticas Públicas - Ipea sugere desoneração do serviço para oferecer transporte gratuito para classes baixas

27.11 | Políticas Públicas - A incrível cidade com 22 mil habitantes e somente 1 carro

25.06 | Ônibus - Quer saber onde está seu ônibus? Olha no Google!

25.06 | Ônibus - Quer saber onde está seu ônibus? Olha no Google!

27.11 | Bicicleta - Taxistas amigos da bicicleta, espalhe essa ideia!

ver mais




Notícias relacionadas
ÔNIBUS
Renovação de frota de ônibus do Rio é reduzida para menos da metade
ÔNIBUS
No Rio de Janeiro, motoristas de ônibus denunciam más condições de trabalho e práticas abusivas

BRT E ÔNIBUS
Caminho azul para o ônibus em Recife
ÔNIBUS
Após instalar GPS na frota, Rio flagra menos ônibus circulando nas ruas
Últimas notícias
ÔNIBUS
Linha de ônibus vai ligar metrô ao Aeroporto Santos Dumont, no Rio
ÔNIBUS
Renovação de frota de ônibus do Rio é reduzida para menos da metade

METRÔ
Metrô renova sem licitação contrato de manutenção no DF por R$ 43 milhões
PEDESTRE
Fiscalização desobstrui calçadas em Maceió

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Após retirada de vans, Rio reforça operação de ônibus em Jacarepaguá

17/10/2013 - Agência Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), convocou os operadores do consórcio Transcarioca para reunião de avaliação do sistema na Barra da Tijuca, Jacarepaguá e Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste da cidade.

Na reunião, foram analisados os relatórios da fiscalização da SMTR realizadas desde o início da semana, bem como relatórios operacionais. Foi constatado o cumprimento da determinação do aumento de frota de 20% e determinado que sejam realizados ajustes operacionais para melhor atender a população.

As equipes da SMTR seguem monitorando o atendimento aos usuários e, caso haja necessidade, novos ajustes serão implantados de forma que a população fique plenamente atendida.

1) Aumento da frequência no período noturno

1.1 - Rio das Pedras
Linha 862 Rio das Pedras X Barra da Tijuca - frequência de até 20 minutos.
Linha 557 Rio das Pedras X Copacabana - frequência de até 20 minutos.
Linha 748 Cascadura X Barra (via Rio das Pedras) - frequência de até 20 minutos.
Linha 550 Cidade de Deus X Gávea (via Rio das Pedras) - frequência de até 20 minutos.
Linha 880 Rio das Pedras X Recreio - frequência de até 30 minutos.

1.2 - Taquara
Linha 747 Madureira x Vargem Grande (Via Taquara) - frequência de até 30 minutos.
Linha 757 Cascadura x Rio Centro (Via Taquara) - frequência de até 30 minutos.
Linha 758 Cascadura x Recreio (Via Taquara) - frequência de até 30 minutos.-
frequência de até 30 minutos.
Linha 332 Castelo x Taquara (Via Barra ) - frequência de até 30 minutos.

1.3 - Curicica
Linha 832 Colônia Juliano Moreira x Joatinga (Via Autódromo) - frequência de até 30 minutos .

2) Criação de serviço buster
A Prefeitura determinou a criação de serviços buster, com ônibus saindo vazios para o atendimento às seguintes regiões:

2.1) Rio das Pedras
Linha 478 Cascadura x Barra (via Rio das Pedras) - serviço buster saindo de Rio das Pedras com direção à Barra da Tijuca
Linha 343 Barra x Praça XV (via Rio das Pedras) - serviço buster saindo de Rio das Pedras com direção à Praça XV

2.2) Taquara
Linha 757 Cascadura x RioCentro (via Taquara) - serviço buster saindo da Taquara para o Riocentro
Linha 747 Madureira x Vargem Grande (via Taquara) - serviço buster saindo da Taquara para o Vargem Grande
Linha 810 Cardoso Fontes x Piabas (via Taquara) - serviço buster saindo da Taquara para Piabas
Linha 758 Cascadura x Recreio (via Taquara) - serviço buster saindo da Taquara para Recreio

2.3) Curicica
Linha 832 colônia Juliano Moreira x Barra (via Curicica ) - serviço buster saindo de Curicica para a Barra da Tijuca (manhã) e buster saindo do Barra Shopping para Curicica (tarde/noite).

MS

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Nova rodoviária em São Cristóvão começa a operar no Natal

6/12/13 - O Globo

Terminal provisório será construído para desafogar operação na Novo Rio durante a alta temporada
Objetivo é receber ônibus de cidades próximas, como Petrópolis, Teresópolis e Cabo Frio

TAÍS MENDES 

 Projeto mostra instalações do novo terminal provisório em São Cristóvão Foto: Divulgação
Projeto mostra instalações do novo terminal provisório em São Cristóvão
Foto: Divulgação

RIO - Uma rodoviária provisória, em frente ao Maracanã, na Zona Norte, começará a funcionar a partir do Natal e durante a alta temporada para desafogar a operação na Rodoviária Novo Rio, na região do porto. O novo terminal, anunciado nesta sexta-feira na coluna do jornalista Ancelmo Gois, vai receber ônibus de cidades próximas, como Petrópolis, Teresópolis e Cabo Frio, até a Semana Santa, quando o terreno será entregue à Fifa para a Copa do Mundo. Depois do torneio, a prefeitura fará uma licitação para a construção no local de uma segunda rodoviária para a cidade.
— Primeiro, vamos fazer uma rodoviária provisória para os momentos de pico da Novo Rio durante a alta estação e eventos. O objetivo é acabar com aquela fila dupla de ônibus tentando entrar na Novo Rio para embarque e desembarque — disse o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osorio.

A prefeitura, segundo o secretário, só vai ceder o terreno em São Cristóvão, que era do Exército. A rodoviária provisória será operada pela empresa responsável pela Novo Rio e pela Fetranspor. Os custos da montagem provisória ficarão a cargo das empresas. De acordo com Osorio, duas pistas já construídas dentro do terreno facilitarão a operação.

— O terminal vai operar com uma quantidade menor de ônibus e estamos vendo os trajetos que eles farão, mas certamente vai gerar pouco impacto porque o terreno está entre a linha do trem e a Quinta da Boa Vista. E os ônibus ficarão todos no terreno. Há espaço, e vamos colocar uma quantidade adequada — afirmou Osorio.

Sobre a construção de um terminal definitivo no local após a Copa do Mundo, o secretário disse que estudos ainda vão apontar a capacidade que a rodoviária poderá ter:

— A princípio, não daria para transferir toda a Nova Rio para lá, mas daria pra dividir e reduziu o impacto dos ônibus no Porto. Os estudos vão mostrar qual o tamanho viável para um terminal ali e quanto é preciso retirar da Novo Rio.

Ele lembrou que a localização do novo terminal é privilegiada porque estará mais próximo dos transportes públicos de alta capacidade:
— Reduzir o impacto no Porto é bom para o funcionamento da cidade, mas o novo terminal também é uma boa solução para os passageiros. Ele integrará com o metrô, os trens e várias linhas de ônibus, o que a Novo Rio não tem. Além disso, a nova passarela ao lado ligará a Radial Oeste ao Maracanã. Ela deve ficar pronta em pouco mais de uma semana e será mais uma facilidade.

A necessidade de uma novo terminal ficou clara durante o feriado da Proclamação da República, quando uma fila dupla de ônibus se formou para embarque e desembarque no terminal Novo Rio.

— Essa fila, antigamente, ficava escondida na Via Trilho. A Via Binário abriu uma cortina para um problema de muitos anos — comentou o secretário.

Logo depois do feriado, o prefeito Eduardo Paes chegou a anunciar a construção de um novo terminal em Vigário Geral, a cerca de 28 quilômetros do Centro, mas a ideia não foi adiante. Na época, a Socicam, concessionária que desde 1990 administra a rodoviária (inaugurada em 1965), disse ver positivamente a construção de um novo terminal, mas ressaltou que era preciso avaliar o fluxo. A média de embarques e desembarques na Novo Rio é de 20 mil por dia, sendo que cerca de 60% do movimento são para Região dos Lagos, Região Serrana e interior.
O desejo de construir um novo terminal não é novo. Em 1987, a Companhia de Desenvolvimento Rodoviário e de Terminais (Coderte) já afirmara que a rodoviária precisava ser substituída "com urgência". A ideia era instalá o novo terminal em um terreno do Dnit. Em 1991, voltou-se a tocar no assunto, mas, mais uma vez, o projeto não saiu do papel. Em 2011, Paes se disse disposto a transferir a Novo Rio para esse mesmo terreno. No ano passado, porém, ele abandonou a ideia de mudança, mostrando-se, em vez disso, favorável à construção de um segundo terminal.


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/nova-rodoviaria-em-sao-cristovao-comeca-operar-no-natal-10990066#ixzz2mhyoPe2A 
© 1996 - 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Rio terá R$ 1,2 bilhão para investir no transporte

04/12/2013 - O Globo

O Banco Mundial aprovou nesta terça-feira um empréstimo de US$ 500 milhões (cerca de R$ 1,2 bilhão) para o Estado do Rio desenvolver políticas para melhorar a integração dos diferentes meios de transporte da Região Metropolitana. Segundo nota da secretaria estadual de Fazenda, os recursos serão liberados em uma parcela e investidos em uma agenda de melhoria dos serviços públicos do Governo estadual, principalmente no setor de mobilidade urbana, "para o qual será desenvolvido um plano de integração regional voltado para ônibus, trens, metro, barcas e teleféricos". Ainda segundo a secretaria, a ação permitirá a ampliação do alcance desses modais e beneficiará mais de 11 milhões de pessoas.

O projeto prevê, ainda, a implantação de serviços de monitoramento on line da operação dos diferentes modais. Essas informações serão repassadas simultaneamente aos usuários, gerenciadores e gestores, permitindo o melhor controle e gestão da operação. Com a maior integração dos meios de transporte, como trens e ônibus, haverá ainda a possibilidade de abertura de novas frentes de emprego, tendo em vista que 55% das vagas abertas estão na capital, enquanto que a maioria das famílias de baixa renda se encontra na periferia.

De acordo com o Banco Mundial, o Programa de Aperfeiçoamento da Gestão Pública para Oferta de Serviços no Rio de Janeiro também apoiará a melhoria do planejamento e da supervisão dos gastos públicos, além de um programa especial para expandir o acesso das mulheres às oportunidades sociais e econômicas (a fim de reduzir a violência doméstica e de gênero, usando a infraestrutura de transporte para oferecer serviços sociais de apoio às mulheres). Outro objetivo é contribuir para o aumento do uso de bicicletas e melhorar a segurança nas vias dedicadas a esse meio de transporte.

O empréstimo tem vencimento final de 26 anos e dez anos de carência. Participaram da cerimônia a diretora do Banco Mundial Deborah Wetzel , o governador Sérgio Cabral, o secretário de Estado de Fazenda Renato Villela, a subsecretária de Finanças Rebeca Villagra.









« Voltar


As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do site Revista Ferroviária.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Linha de ônibus vai ligar metrô ao Aeroporto Santos Dumont, no Rio

29/11/2013 - G1

Ônibus com ar-condicionado fará trajeto entre Cinelândia e aeroporto. Além disso, agulha viária será feita para ajudar na circulação de táxis

Ônibus deve começar a circular a partir de 20 de dezembro
créditos: Divulgação

O ministro da Aviação Civil Moreira Franco e o secretário de transportes do Rio de Janeiro, Carlos Roberto Osório, se reuniram nesta quinta-feira (28), no aeroporto Santos Dumont para definir mudanças na logística de chegada e saída de passageiros no local. Medidas como um ônibus com ar-condicionado ligando a região da Cinelândia ao aeroporto, e a construção de uma agulha para táxis que interliga os terminais devem ser implementadas até o dia 20 de dezembro.

Moreira Franco informou que entrou em contato com o secretário de transportes após a piora dos serviços viários no aeroporto. Segundo Franco, pesquisas feitas pelo ministério apontaram que a demora para conseguir um táxi e a desorganização no serviço são as principais reclamações. "As pesssas chegam no fim do dia cansadas e enfrentam uma confusão sem fim e uma gritaria por parte dos balcões das cooperativas de táxi. Isso é ruim para os clientes, para as empresas e para a cidade", disse.


Trajeto feito atualmente pelos táxis
(Foto: Reprodução/ TV Globo)
Segundo Carlos Roberto Osório, para minimizar esses problemas a secretaria propôs algumas alternativas imediatas. Uma delas é fazer pequenas obras, custeadas pela Infraero com colaboração da Prefeitura, para construir uma agulha viária para táxis cooperados.

O objetivo é fazer com que os táxis que saiam do embarque possam retornar para a área de desembarque em menos tempo. "O motorista de táxi atualmente demora 30 minutos para voltar para o desembarque, já que tem que passar pelo Centro do Rio. Agora esperamos reduzir esse tempo para cinco minutos", afirmou.

Outra medida é disponibilizar ônibus de tarifa comum interligando o Santos Dumont a Cinelândia, no Centro, onde há estação do Metrô. A ideia é diminuir a pressão de demanda por táxis no local e, assim, diminuir filas de espera. Essa alternativa já havia sido usada durante a recepção de grandes eventos como a Jornada Mundial da Juventude mas, segundo o secretário, vai ser permanente.

Ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, e o
secretário municipal de Transportes, Carlos Osório,
ser reúnem no Rio para falar sobre mudanças no
Santos Dumont (Foto: Guilherme Brito/G1)
A terceira novidade será a unificação do balcão de atendimento das cooperativas para dar conforto e civilidade ao cliente que solicitar uma corrida de táxi no aeroporto. "Não teremos mais essa disputa desorganizada para conseguir passageiros", disse Osório, que pretende aumentar também as faixas de veículos para os taxis e dobrar a capacidade de embarques simultâneos, de 3 para 6.

Mais táxis disponíveis
Osório informou também que vai autorizar o aumento da frota de táxis que atende ao aeroporto. O número deve aumentar de 430 para 600 veículos. "Queremos que o tempo de espera seja de, no máximo, 15 minutos para o táxi."

Alem de Carlos Osório e Moreira Franco, a reunião contou com a presença de representantes de cooperativas de táxi do aeroporto e do secretario nacional de navegação aérea Juliano Norman. O ministro Moreira Franco finalizou a conversa com as autoridades dizendo que pretende fiscalizar se as medidas prometidas estão sendo postas em prática em janeiro do ano que vem.

Leia também:
Renovação de frota de ônibus do Rio é reduzida para menos da metade
Rio testa pagamento de passagens com smartphones
Custo de arenas da Copa sobe R$ 1 bi e supera investimento em mobilidade

Voltar
Compartilhe:
Comentários
Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!
Clique aqui e deixe seu comentário
Mais lidas
Do diaDa semanaDo mêsGeral
27.11 | Políticas Públicas - A incrível cidade com 22 mil habitantes e somente 1 carro

28.11 | Políticas Públicas - Ipea sugere desoneração do serviço para oferecer transporte gratuito para classes baixas

27.11 | Políticas Públicas - A incrível cidade com 22 mil habitantes e somente 1 carro

25.06 | Ônibus - Quer saber onde está seu ônibus? Olha no Google!

25.06 | Ônibus - Quer saber onde está seu ônibus? Olha no Google!

27.11 | Bicicleta - Taxistas amigos da bicicleta, espalhe essa ideia!

ver mais




Notícias relacionadas
ÔNIBUS
Renovação de frota de ônibus do Rio é reduzida para menos da metade
ÔNIBUS
No Rio de Janeiro, motoristas de ônibus denunciam más condições de trabalho e práticas abusivas

BRT E ÔNIBUS
Caminho azul para o ônibus em Recife
ÔNIBUS
Após instalar GPS na frota, Rio flagra menos ônibus circulando nas ruas
Últimas notícias
ÔNIBUS
Linha de ônibus vai ligar metrô ao Aeroporto Santos Dumont, no Rio
ÔNIBUS
Renovação de frota de ônibus do Rio é reduzida para menos da metade

METRÔ
Metrô renova sem licitação contrato de manutenção no DF por R$ 43 milhões
PEDESTRE
Fiscalização desobstrui calçadas em Maceió