sexta-feira, 25 de maio de 2018

Cabo Frio


CRONOLOGIA

Em 1503, o explorador florentino Américo Vespucci,  na terceira expedição  portuguesa ao Brasil,  reconhece o sítio da atual cidade de Cabo Frio, construindo uma pequena casa de barro na barra da lagoa de Araruama, nela deixando 24 homens para guarnecer o litoral. A guarnição é destruída pelos índios tupinambás em 1512. Em 1556 os franceses, que traficavam pau-brasil da região desde 1503, constroem uma fortaleza no mesmo local da antiga casa da Barra da Lagoa, servindo de feitoria para a exploração do pau-brasil. 

Em 1575 acontece a batalha de Cabo Frio, expulsando os franceses de Cabo Frio, que lá se encontravam a quase 20 anos. Afim de guarnecer a região, contra invasões estrangeiras, no dia 13 de novembro de 1615, é fundada a  cidade de Santa Helena do Cabo Frio, considerada a sétima cidade mais antiga da América Portuguesa.  Após a fundação de Cabo Frio tem-se o início do processo de ocupação do norte do Estado, visando principalmente acabar com o contrabande de pau-brasil por estrangeiros. Em 1617 os Jesuítas fundam a aldeia de São Pedro, atual São Pedro d´Aldeia. Logo em seguida, em  1619,  é fundado o povoado de Barra de São João.

Em 1952, o Município de Cabo Frio,  era servido pelas viações 1001, Salineira, Rápido Fluminense e Fazendeira, além da Estrada de Ferro Maricá, que contava com um trem diário por sentido, partindo de Neves, em São Gonçalo.

Em 1929, início da reconstrução da estrada Iguaba - Cabo Frio, com 24,5 metros de extensão. Um trecho de 4 km é alargado para 6 metros.

No início de 1939, entrega do primeiro trecho da rodovia litorânea Niterói-Campos (atual Amaral Peixoto) ainda sem pavimentação, até Cabo Frio, aproveitando, em parte, trechos de estradas existentes.

No dia 13 de setembro de 1971, em caráter provisório, a  Viação Salineira recebe autorização para explorar a linha Cabo Frio – São Vicente de Paulo, distrito do município de Araruama.

No dia 7 de outubro de 1976,  é inaugurada a linha de ônibus com ar-condicionado Rio-Cabo Frio, operada pela Viação 1001, com tarifa de Cr$ 39,25, cerca de 85% mais cara que a tarifa dos ônibus convencionais, que custava Cr$ 21,35. Na época, no Estado, já haviam linhas com ar-condicionado para Campos, Petrópolis, Teresópolis e Friburgo.

No dia 28 de junho de 1977, a empresa Útil  inaugura a linha Cabo Frio – Belo Horizonte, operada com ônibus Mercedes Benz monobloco,  com tempo de viagem de 10 horas e parada na rodoviária de Juiz de Fora. 

Em 1978, a Companhia de Desenvolvimento Rodoviário e Terminais Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (CODERTE), inicia a construção dos terminais rodoviários de Nova Iguaçu, Nilópolis, Cabo Frio, Bom Jardim, Casimiro de Abreu, e Cachoeira de Macacu. O Terminal de Cabo Frio é entregue ao público em fevereiro de 1979.

Em 1985, o Distrito de Arraial do Cabo emancipa-se de Cabo Frio, transformando-se em Município. Em abril de 1985 o DER-RJ inicia o asfaltamento de um trecho de 6 Km da  estrada Cabo Frio – Búzios, entre Manguinhos e Búzios.

Em 1996, o distrito de Armação dos Búzios, desmembrado de Cabo Frio,  é transformado em município.

Em setembro de 1998, durante o Governo Marcello de Alencar, inauguração da duplicação da avenida América Central,  no acesso à cidade de Cabo Frio (RJ-140), no trecho entre  a ponte do canal Palmer e a rótula da Volkswagen (avenida Adolfo Berenger).

No dia 28 de dezembro de 1998, inauguração das obras de melhorias e ampliação do  aeroporto de Cabo Frio.

Em 2001, início da operação do sistema de bilhetagem eletrônica, através do Cartão Setransol, válido nos carros das empresas Salineira, Montes Brancos e São Pedro. O sistema foi o segundo a ser implantado no estado, atrás somente do município de Angra dos Reis, implantado pela  Viação Senhor do Bonfim.

No dia 2 de abril de 2005, inauguração do sistema de integração temporal por bilhetagem eletrônica nos ônibus municipais, com duração de 60 minutos.

Em maio de 2005, início das obras de duplicação das rodovias RJ-106 e RJ-140, no trecho entre o entroncamento da rodovia RJ-124 em São Pedro da Aldeia (Via Lagos) até Cabo Frio. A duplicação do trecho da RJ-140, entre o entroncamento de São Pedro da Aldeia até Cabo Frio, é entregue em 2006.

No dia 13 de novembro de 2006, inauguração da pavimentação da Estrada do Guriri, paralela à RJ-102, entre Cabo Frio e Búzios.

Em novembro de 2006, em Cabo Frio, inauguração da reforma da rótula do bairro de Jardim Esperança, junto à estrada de Búzios (RJ-102).

Em 2007, a Viação Itapemirim inaugura a linha  Rio das Ostras – São Paulo, via Cabo Frio.

Em 2007, inauguração da ciclovia no canteiro central da avenida Julia Kubitschek. 

No dia 9 de maio de 2007, o secretário de transportes apresenta ao público do Plano de Reformulação do Transporte Coletivo de Cabo Frio, que prevê a implantação de sistema tronco-alimentador baseado em dois terminais de integração: o primeiro, o terminal Centro, localizado junto à praça da Rodoviária, o segundo, o terminal  Jardim Esperança, localizado junto ao Hospital.

Em 2008, no dia 5 de janeiro, início dos vôos regulares da Gol Transportes Aéreos para Cabo Frio, o 60º destino da companhia.


Marcelo Almirante
Página lançada em 25 de maio de 2018












Nenhum comentário:

Postar um comentário