sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Rodoviária Novo Rio

Desde 1965


Resumo Histórico

Aberta ao público no dia 6 de dezembro de 1965. 



Maquete da futura Rodoviária Novo Rio



No dia 29 de dezembro de 1965, visando melhorar o acesso à Rodoviária, a CTC inaugura a linha C-5 (Rodoviária – Praça XV). As linhas 128 (Santo Cristo - Antero de Quental) via Copacabana, e 162 (Santo Cristo - Antero de Quental) via Jockey,  são prolongadas até a Rodoviária.

Linhas em empresas em 1966


Cotidiano da Rodoviária em 1969


Linhas em empresas em 1969
AMPLIA



Em janeiro de 1970, o diretor presidente da Fundação dos Terminais Rodoviários do Estado da Guanabara (FTREG), anuncia a construção de um novo terminal interestadual em Madureira, ao lado do Viaduto Negrão de Lima, desafogando em 25% a Rodoviária Novo Rio. O terminal nunca foi construído. Também estava prevista a construção de um terminal intermunicipal ao lado da Central, desafogando o Terminal Mariano Procópio, que só veio a ser inaugurado em 1978. Também em 1970 ano é elaborado um estudo de construção de um terminal rodoviário no Meyer, na antiga estação de bondes, onde se encontrava uma agência do Banco do Estado da Guanabara.

No dia 21 de agosto de 1974, a Fundação dos Terminais Rodoviários do Estado da Guanabara (FTREG) realiza concorrência para ampliação da Rodoviária Novo Rio. A firma vencedora deveria construir uma estação de desembarque com 25 baias e um edifício garagem com 400 vagas para automóveis.



Movimento de Ônibus e Passageiros no período 1992 - 2016
AMPLIA



REFERÊNCIAS:

"Licitação da Rodoviária abre amanhã". Jornal do Brasil. 1974, agosto, 20. Primeiro Caderno, página 12.


Marcelo Almirante
Página lançada em 18 de maio de 2018













Nenhum comentário:

Postar um comentário