segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Estação Rodoviária Mariano Procópio


Resumo Histórico


No dia 22 de outubro de 1949, é assinado um termo de concessão por parte da União Federal, outorgando ao Touring Club do Brasil, a título precário, a administração da primeira estação rodoviária da cidade, a ser construída no local antes ocupado por um posto do Corpo de Bombeiros da Polícia Marítima, no prédio do Ministério da Justiça e Negócios Interiores. 

O terminal foi inaugurado no dia 25 de março de 1950,  com o nome "Estação Rodoviária Mariano Procópio", em homenagem ao idealizador e construtor da estrada União e Indústria. 


Inauguração da Rodoviária Mariano Procópio, em 25 de março de 1950
Foto Arquivo Nacional.

Em 1956 o terminal atendia a 12 empresas de ônibus, com 9 bilheterias e 23 linhas interestaduais, com movimento diário médio de 1.250 passageiros ao longo de 1956. 


Década de 1950


Em fins de 1965, pouco antes da inauguração da Rodoviária Novo Rio, o terminal contava com 46 empresas, 85 linhas e movimento anual de 7,92 milhões de passageiros. A Rodoviária Novo Rio entra em operação no dia 6 de dezembro de 1965.

Em novembro de 1973, o terminal contava com apenas 9 vagas para ônibus, abrigando os terminais das linhas da Baixada Fluminense. No entanto fora do Terminal , haviam 12 pontos finais de linhas na Avenida Venezuela e mais 6 na rua Edgard Gordilho. Planejava-se a construção de um novo terminal, abrigando todas as linhas de ônibus.


REFERÊNCIAS:

"Inaugurada a estação rodoviária". Diário da Noite. 1950, março, 25. Página 2

"Praça Mauá já não comporta ônibus para a Baixada". Jornal do Brasil. 1973, novembro, 6. Primeiro Caderno, página 19.


Marcelo Almirante
Página lançada em 19 de fevereiro de 2018
















Nenhum comentário:

Postar um comentário