quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Aplicativo permite pagar tarifa de ônibus com cartão

23/11/2016 - O Globo

Plataforma está presente em duas linhas de ônibus executivo no Rio
   
POR RENAN FRANÇA 

Tecnologia. Jessica usa QR Code para embarcar - Hermes de Paula

RIO - Para alguns cariocas, fazer sinal no ponto para os motoristas de ônibus é algo já considerado arcaico. Com smartphone em mãos, o grupo antenado com a tecnologia consegue reservar poltronas, pagar a tarifa e informar o local onde deseja embarcar. Esse novo jeito de usar coletivos do Rio é possível por meio do aplicativo de celular Moov. Lançada antes da Olimpíada, a plataforma, que lembra o Uber e suas funcionalidades, está presente em duas linhas de ônibus executivo da cidade, os chamados frescões. Usuários garantem que a viagem melhorou: ficou mais rápida e segura.

— O sistema oferece mais conforto, pois o ônibus só para em pontos onde há passageiros para embarcar — diz João Zecchin, CEO da Moov. — E todos que embarcam têm cadastro na empresa, o que minimiza a chance de um assalto.

As duas linhas que estão no sistema são a 2333sv (Recreio-Centro, via Zona Sul), da Expresso Recreio, e a sva2343 (Ribeira-Candelária), da Viação Ideal. Uma vez comprada a passagem pelo cartão de crédito, internautas escolhem o ponto de ônibus para embarque e podem monitorar a chegada do coletivo via aplicativo. A única coisa que o passageiro precisa apresentar ao motorista é o QR Code (código que confirma a compra) no celular. Um iPad ao lado do condutor faz a leitura e libera a roleta. O bilhete custa R$ 14, e o passageiro não é cobrado pelo serviço virtual.

— Sou usuária assídua. Para mim, o serviço é melhor que o do metrô, pois a viagem é mais confortável — afirma a advogada Jessica Ricc

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/aplicativo-permite-pagar-tarifa-de-onibus-com-cartao-20523100#ixzz4QqKdJKlf 
© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário