terça-feira, 21 de julho de 2015

Transolímpica deve desafogar estações do BRT Transoeste

19/07/2015 - O Dia, Observátorio da Mobilidade

Primeira via expressa em construção no Rio depois da Linha Amarela - inaugurada há 18 anos -, a Transolímpica não vai só beneficiar os bairros cortados por ela. É também esperança para desafogar o BRT Transoeste, que recebe 184 mil passageiros por dia. Com uma faixa exclusiva para ônibus articulados e duas para carros entre o Recreio e Deodoro, em cada sentido, o corredor atingiu a marca de 65% das obras executadas esta semana.

Para a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), os moradores de bairros entre Bangu e Campo Grande, que trabalham no Recreio e na Barra, deverão utilizar o novo BRT, tirando a sobrecarga existente hoje na Estação Mato Alto, do Transoeste. Para isso, eles poderão fazer conexão entre as linhas de ônibus comuns e os serviços da Transolímpica nos futuros terminais de Sulacap ou de Deodoro.

O presidente do CONSÓRCIO operador do BRT, Jorge Dias, também acredita que o ajuste de demandas será uma consequência positiva da Transolímpica. Ainda não há uma estimativa precisa de quanto poderá ser a redução do fluxo no Mato Alto, que recebe 14 mil passageiros por dia.

Inauguração está prevista para maio

Com início das operações previsto para maio do ano que vem, o Transolímpica vai interligar nove bairros: Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Camorim, Curicica, Taquara, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos, Vila Militar e Deodoro, sendo uma alternativa à Linha Amarela para quem vive na Baixada Fluminense e nas regiões próximas à Avenida Brasil. O novo BRT fará conexão com o Transcarioca, em Curicica, com o Transoeste, no Recreio, e com a SuperVia, em Deodoro. Segundo a SMTR, passageiros dos ramais Santa Cruz e Japeri, que fazem conexão com o BRT em Madureira, poderão passar a fazer essa integração em Magalhães Bastos ou Deodoro e seguir para a Baixada de Jacarepaguá via Transolímpica. Segundo a prefeitura, o Terminal Recreio será concluído daqui a cinco meses e servirá de integração para toda a malha de BRTs.

Passageiros terão ligação expressa Recreio-Madureira

Quando o Lote Zero do Transoeste (trecho entre a Alvorada e o Jardim Oceânico) e o Transolímpica estiverem prontos, serão criados dez serviços novos de transporte, segundo a SMTR. Haverá ligações diretas, sem baldeação, por exemplo, entre Madureira e o Recreio, já que os ônibus poderão sair de um corredor de alta capacidade e entrar em outro.

Em 2016, será possível fazer VIAGENS expressas nas seguintes rotas: Recreio - Jardim Oceânico, Tanque - Jardim Oceânico, Centro Olímpico - Jardim Oceânico, Alvorada - Sulacap, Recreio - Deodoro e Madureira - Recreio. Serão também criadas as linhas paradoras Recreio - Jardim Oceânico, Alvorada - Jardim Oceânico, Centro Olímpico - Jardim Oceânico e Recreio - Sulacap. Ao todo, 214 veículos articulados com 180 lugares serão incorporados ao sistema.

Os especialistas em Engenharia de Transportes Alexandre Rojas, da Uerj, e Eva Vider, da UFRJ, concordam que a via expressa vai melhorar o desenvolvimento urbano, além de permitir a ligação da rede de transporte público, mas desconfiam se a obra desafogará o Transoeste. "O Transoeste atende mais a região de Santa Cruz e Campo Grande. O Transolímpica fica em outra direção", diz Rojas.

"Esse corredor tem um caráter estratégico muito importante, porque vai ser o primeiro a integrar com os dois já existentes (Transoeste e Transcarioca), aumentando as opções dos passageiros seja nos transbordos ou até mesmo para se criar serviços que saiam de um corredor e entrem em outro", afirma.

O BRT Transolímpica terá mais dois terminais (um nas Avenidas Salvador Allende e Abelardo Bueno e outro na Avenida das Américas - Recreio) e 18 estações. A prefeitura estima que o tempo de VIAGEM entre Deodoro e Recreio será reduzido de 1h30 para 40 minutos, beneficiando 70 mil passageiros por dia. Serão 25 km de extensão. Como o projeto é feito em Parceria PúblicoPrivada, haverá pedágio para carros, que deve ter como parâmetro o da Linha Amarela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário