terça-feira, 16 de junho de 2015

Prefeitura promete reduzir em 70%, até o ano que vem, total de vans na cidade do Rio

16/06/2015 - O Globo

RIO — Até janeiro de 2016, a prefeitura pretende limitar em 1.756 o número de vans autorizadas a circular no Rio. A quantidade equivale a 29,73% dos 5.905 veículos que, na década passada, receberam licenças para transportar passageiros cobrando tarifas. A informação foi divulgada pelo subsecretário municipal de Fiscalização de Transportes, Cláudio Ferraz, que recebeu, nesta segunda-feira, uma comissão de motoristas insatisfeitos com a proibição, desde o último sábado, das lotadas no Centro e em parte da Zona Norte.

Das 1.756 vans, a maioria vai operar na Zona Oeste (exceto Barra, Recreio e Jacarepaguá): serão 941 veículos para a região (53,5% do total). O processo de licitação para escolha dos operadores ainda não foi concluído.

Ferraz diz que parte da frota opera hoje de forma irregular:

— Dos quase seis mil veículos que temos, só a metade está em situação regular. Cerca de três mil motoristas não compareceram à última vistoria, realizada em 2013. Seus veículos podem ser apreendidos.

No sistema antigo, as vans podiam rodar por todo o Rio. Em maio de 2013, o modelo começou a mudar com a proibição das lotadas na Zona Sul e a escolha de 66 operadores para linhas recém-criadas, que passaram a ligar Rocinha e o Vidigal ao asfalto. Agora, as vans contam com validadores do RioCard e não operam mais no sistema de lotadas, mas, sim, na complementação de viagens de ônibus, trem e metrô.

Na reunião com os motoristas, Ferraz prometeu encaminhar as reivindicações ao prefeito Eduardo Paes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário