quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Carros abusam da seletiva da Alameda São Boaventura, no Fonseca

19/02/2015 - O Fluminense, Cícero Borges 

A via é constantemente vigiada por agentes de trânsito que orientam o tráfego para coibir esse tipo de ação. Foto: Mauricio Gil
Para escapar dos engarrafamentos, motoristas usam indevidamente a via expressa. Em 2014, quase 2,5 mil multas foram aplicadas pela fiscalização eletrônica e agentes de trânsito

Motoristas que trafegam pela Alameda São Boaventura, no Fonseca, na Zona Norte de Niterói, estão desrespeitando a sinalização do corredor viário, faixa seletiva exclusiva aos ônibus e vans regularizadas. Segundo a Prefeitura de Niterói, a NitTrans emitiu só no ano passado mais de 1.597 autuações por escrito e 837 pela fiscalização eletrônica que flagra veículos irregularmente na seletiva. 

O artigo 184 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) diz que é ilegal "trafegar com o veículo na faixa ou pista da esquerda regulamentada como circulação exclusiva para determinado tipo de veículo". A infração incide em pena grave, com a perda de cinco pontos na carteira e multa de R$ 127,69.

A estratégia de muitos condutores não autorizados a passar pela seletiva é a mesma. O carro só vai até um determinado trecho e, quando se aproxima do radar, sai da seletiva para não ser flagrado pela fiscalização eletrônica. Por isso, a via é constantemente vigiada por agentes de trânsito que orientam o tráfego.

Há 17 anos como motorista de ônibus, Carlos Roberto, de 34 anos, explica que muitos carros são vistos a todo momento cometendo irregularidades. Para ele, é preciso maior rigor nas fiscalizações.

"Os carros não respeitam. Vira e mexe eles se metem aí [na seletiva] para fugir dos engarrafamentos. Já houve até acidente em alguns trechos por conta dessas irregularidades. Mas a gente não pode fazer nada. Tem que ter gente pra fiscalizar", argumenta. 

Diariamente muitos motoristas são flagrados circulando pela seletiva para fugir dos constantes engarrafamentos na via. Ao longo da Alameda não há informações de placas sobre exceções ou horários para que os veículos sejam autorizados a trafegarem por lá. 

A seletiva foi construída com o objetivo de desafogar o trânsito fazendo com que os coletivos e vans trafeguem apenas pela faixa exclusiva. No entanto, alguns motoristas não respeitam a sinalização, mesmo a via sendo monitorada por câmeras de segurança.

 A prefeitura lembra ainda que para dar mais mobilidade ao trânsito, muitas vezes os veículos são autorizados por agentes de trânsito a circularem pela faixa seletiva, baseados no artigo 89 do CTB, sobre a prevalescência de gestos e apitos do agente de trânsito sobre as demais sinalizações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário