sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Obra de BRT fechará faixas em trecho de 350 metros da Avenida Brasil por quatro meses

A partir deste sábado, motoristas que passarem pela Refinaria de Manguinhos precisarão de paciência

POR TAMYRES MATOS

09/01/2015 - O Globo


Trânsito intenso na Avenida Brasil: via expressa vai ganhar corredor BRT - Domingos Peixoto / Agência O Globo
PUBLICIDADE


RIO — Os cariocas vivem a expectativa de uma das mais difíceis intervenções no tráfego da cidade dos últimos anos. A partir das 14h deste sábado, começam as alterações no trânsito da Avenida Brasil para a construção das faixas e das estações do primeiro lote do BRT Transbrasil, que vai ligar Deodoro ao Caju. Segundo a prefeitura, a obra será executada em etapas, e a primeira delas será no Caju e em Manguinhos. O segundo lote vai avançar até o Centro.

A obra vai ocupar um trecho de 350 metros, na altura do Canal do Cunha, próximo à Refinaria de Manguinhos. Duas faixas da pista central no sentido Zona Oeste e meia faixa no sentido Centro vão ser interditadas. A previsão de duração dessa etapa é de quatro meses. Depois disso, serão iniciadas outras frentes de trabalho ao longo do trecho inicial da Avenida Brasil.

Stanley Borges de Souza, de 41 anos, trabalha como motorista há seis anos e, para ele, a mudança vai dificultar a vida de quem usa a Avenida Brasil com frequência.

— Eu moro na Ilha do Governador e trabalho no Centro. Minha expectativa é a pior possível, afinal é mais uma grande obra em uma das principais vias do Rio. Acho que minha ida para o serviço, que já leva de uma hora e meia a duas horas, vai piorar muito — disse.

A prefeitura reconheceu que a interdição vai reduzir a capacidade de escoamento do tráfego na via, onde o trânsito é sempre muito pesado. Por isso, deverá haver reflexos até a altura de Irajá e nas rodovias Presidente Dutra e Washington Luís. São esperados impactos ainda no tráfego da Linha Vermelha, da Ponte Rio-Niterói e da Avenida Binário, na Zona Portuária.

PUBLICIDADE


FAIXAS SELETIVAS REVERSÍVEIS

As faixas seletivas para ônibus na Avenida Brasil vão ser mantidas durante as obras. Segundo a prefeitura, foram programados ajustes operacionais nas faixas exclusivas para coletivos, que vão operar de dois modos, priorizando sempre o sentido com o maior volume de tráfego.

Para tentar reduzir os impactos no trânsito, a CET-Rio atuará diariamente com 182 agentes, que vão cobrir 80 pontos. Mais de 50 câmeras vão monitorar a Avenida Brasil, a Linha Vermelha e todas as rotas alternativas.

O BRT Transbrasil deverá ser concluído no primeiro semestre de 2017 e transportar 820 mil passageiros por dia. Haverá dois terminais intermediários (Margaridas e Missões), conectando o sistema à Via Dutra e à Washington Luís. Haverá ainda ligação com os BRTs Transcarioca (Barra-Tom Jobim) e Transolímpico (Recreio dos Bandeirantes-Deodoro). O usuário também poderá fazer integração com o metrô e o trem.



Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/obra-de-brt-fechara-faixas-em-trecho-de-350-metros-da-avenida-brasil-por-quatro-meses-15004134#ixzz3OJjx1WsP 
© 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário