segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Rio: tradicional Avenida Rio Branco tem primeiro dia de interdições para obras do VLT

01/12/2014 - O Globo

O secretário municipal de Transportes do Rio, Alexandre Sansão, informou nesta manhã de segunda-feira (1) que, nesta primeira semana de mudanças na Avenida Rio Branco - que teve três faixas interditadas para as obras do VLT, Veículo Leve sobre Trilhos - motoristas que trafegarem indevidamente pela via não serão multados. As punições só começarão a ser aplicadas na próxima semana.

— Nesta semana, a preocupação é orientar os motoristas. É uma semana educativa. A partir da próxima segunda-feira, as nossas câmeras e agentes aplicarão multas para quem invadir a via sem autorização - disse o secretário.

Nesta segunda-feira, os motoristas encontraram trânsito intenso na Avenida Antônio Carlos e na Avenida Presidente Vargas, no sentido Candelária, entre a Cidade Nova e a Central do Brasil. Também foi grande a movimentação de veículos na Rua Primeiro de Março; na Avenida General Justo, na altura do aeroporto; e na Avenida Beira Mar, na altura do acesso para a Avenida Presidente Antônio Carlos.

O fechamento de três faixas da Avenida Rio Branco para o início das obras de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) aconteceu no último sábado. Foi interditado o trecho da via entre a Avenida Presidente Vargas e a Avenida Beira Mar, sentido Candelária. Em outubro, a obra para implantar o VLT na avenida começou pelo trecho entre a Praça Mauá e a Rua Visconde de Inhaúma.

Com a mudança, a Avenida Rio Branco passa a funcionar apenas em uma mão, com duas faixas em direção ao Aterro do Flamengo. De segunda a sexta-feira, das 5h às 21h, e aos sábados, das 5h às 15h, a circulação na via é exclusiva de ônibus municipais. Fora desses horários e aos domingos, a circulação é livre.

Ônibus que seguiam nas duas faixas no sentido Candelária tiveram o percurso desviado para a pista lateral da Avenida Presidente Antônio Carlos e para a Rua Primeiro de Março. As linhas foram distribuídas em cinco pontos pelo sistema BRS. Com a mudança, a Rua Primeiro de Março volta a ter faixa exclusiva para ônibus.

Com a diminuição de três para duas faixas da Avenida Rio Branco sentido Cinelândia, táxis ficaram proibidos de circular nos horários exclusivos para ônibus. Portaria do dia 18 de novembro estabeleceu sete novos pontos de táxi no Centro.

Desde segunda-feira, dia 24 de novembro, 44 explicadores distribuídos pela Avenida Rio Branco detalham a operação aos usuários de ônibus. A partir deste sábado (29/11), uma equipe será posicionada também na Avenida Presidente Antônio Carlos e na Rua Primeiro de Março para apoio aos novos pontos de parada. Serão destacados 20 explicadores para informação aos taxistas. Um total de 270 operadores de tráfego atuam na região.

- O maior desafio é explicar aos passageiros essas mudanças. A população precisa colaborar para que a operação seja bem sucedida, se todo mundo observar as novas regras tudo vai correr bem. Quanto aos táxis, os novos pontos estão localizados nas esquinas das ruas paralelas à Rio Branco – apontou Alexandre Sansão.

MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário