terça-feira, 30 de setembro de 2014

BRT Transcarioca leva uma hora e sete minutos da Avenida Brás de Pina à Barra da Tijuca

Viagem feita pela reportagem do GLOBO começou com ônibus vazio, mas passageiros lotaram coletivo em Vicente de Carvalho

POR CLARISSA PAINS

14/09/2014 - O Globo

RIO — Às 10h deste domingo, um ônibus expresso do BRT Transcarioca saía da estação Penha I, inaugurada na véspera, com lotação, digamos, simbólica: oito pessoas, incluindo a repórter. Os escassos passageiros sumiam em meio aos assentos do coletivo, que, com mais de 20 metros de comprimento, pode transportar até 200 pessoas. Com as duas mais recentes estações do bairro (Penha I e Penha II) ainda pouco conhecidas, e em pleno domingo, foram poucos os que embarcaram no novo terminal, que agora liga o bairro à Alvorada, na Barra da Tijuca. O teste de fogo será mesmo nesta segunda-feira, primeiro dia útil da nova linha. Antes disso, porém, O GLOBO acompanhou todo o trajeto, de um terminal ao outro: desde que os pneus do ônibus começaram a rolar pela Avenida Brás de Pina até o desembarque de todos os passageiros na Zona Oeste, foram exatos uma hora e sete minutos, com paradas em oito estações.

— Esse ônibus é chamado de expresso, mas para em várias estações! Não dá para entender — comentaram muitos passageiros que, ao se confundirem na hora de embarcar, pegaram o expresso em vez do semidireto, que para apenas em Vicente de Carvalho antes de seguir para a Barra.

A dúvida em relação a onde pegar cada linha e quais paradas elas fazem ainda perturba a cabeça de muitos. Além do expresso, há o semidireto, que liga o Galeão à Alvorada, parando em Vicente de Carvalho; e o parador, que pega passageiros em 39 estações, entre Penha e Alvorada. Entre elas, Madureira, Praça Seca e Rio 2, por exemplo.

Os assentos vazios, no entanto, durariam pouco tempo. Já na primeira parada do expresso, em Vicente de Carvalho, que tem integração com o metrô, o ônibus lotou. De repente, cadeiras de praia e chapéus de abas largas coloriram o coletivo. Seus donos aproveitavam a nova opção de transporte para chegar mais rapidamente ao mar.


Ônibus do BRT Transcarioca ficou cheio na estação de Vicente de Cavalho - Clarissa Pains / Agência O Globo

Ao entrar nessa estação, uma moça que equilibrava nas mãos um enorme bolo azul e branco se sentou. E isso, para ela, foi novidade. Denise Lima pega o BRT todos os dias durante a semana para voltar do trabalho, na Barra. Os 45 minutos da Alvorada até Vicente de Carvalho — em contraste com cerca de uma hora e meia que levaria se fosse pela Linha Amarela, por exemplo — compensam. Mas a regra é ir de pé.

— Na volta do trabalho, eu prefiro pegar o BRT, mesmo cheio, para chegar em casa o quanto antes. Depois que a estação de Madureira foi inaugurada, em julho, percebi que as linhas semidireto e expresso ficaram menos cheias, porque muita gente pega o parador para chegar até Madureira. Ainda assim, não tem jeito de ir sentada. Só no domingo mesmo que acontece esse milagre — conta ela.

Já na ida para o trabalho, ela prefere encarar a Linha Amarela em um ônibus regular.

— De manhã, é sufoco demais para entrar no BRT. Aí é melhor demorar mais para chegar do que chegar estressada — dispara.

E o destino quis que, mesmo no fim de semana, Denise tivesse que "passear" pela Transcarioca. Boleira nas horas vagas, ela levava uma encomenda a uma cliente do Recreio.

— Hoje, o BRT é minha melhor opção para ir e minha única opção para sair da Barra — diz ela. — Antes dele, já teve dias de eu sair às 17h30m do trabalho e chegar em casa apenas às 22h. À noite, o trânsito piora muito. Todo dia eu tinha que pensar formas mirabolantes para sair da Barra.

Durante a viagem deste domingo, quando o BRT parou na penúltima estação, a de Santa Efigênia, o coletivo estava tão cheio que mais nenhum passageiro entrou.

Com partidas a cada dez minutos, entre 5h e 23h, o expresso Alvorada-Penha é a terceira etapa do sistema do BRT Transcarioca. Serão inauguradas ainda Ibiapina, Olaria, Cardoso de Moraes, Santa Luzia, Maré e Fundão. Até lá, a previsão é de que o número de passageiros chegue a 320 mil.

Read more: http://oglobo.globo.com/rio/brt-transcarioca-leva-uma-hora-sete-minutos-da-avenida-bras-de-pina-barra-da-tijuca-13933813#ixzz3Eq37RssJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário