quarta-feira, 4 de junho de 2014

Ônibus do Rio terão botão de pânico contra vândalos e bandidos

04/06/2014 - O Globo

RIO - O vice-presidente do RioÔnibus (sindicato das empresas de ônibus da capital), Otacílio Monteiro, revelou, nesta terça-feira, durante audiência da Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), que os cerca de 9 mil coletivos que circulam na cidade terão botões de pânico para que os motoristas alertem a polícia em casos de ataque de vândalos e criminosos. Segundo Monteiro, uma central que receberá imagens e o posicionamento dos veículos por GPS.

Segundo Otacílio, um sistema similar já é adotado na frota que circula pelos corredores expressos Transoeste e Transcarioca. Nos BRTs, as imagens do interior dos veículos serão enviadas em tempo real para o centro de operações construído no Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, e, de lá, à Polícia Civil.

Ainda de acordo com o dirigente, só nos quatro dias de paralisação de rodoviários, em maio, 48 foram ônibus incendiados e 723 depredados, causando um prejuízo estimado R$ 2,16 milhões. Em nota, a Alerj informou que o presidente da comissão de transportes, deputado Marcelo Simão (PMDB), pretende discutir a questão com o Tribunal de Justiça e com o Ministério Público.

— Quem coloca fogo em ônibus com trabalhadores dentro está praticando uma tentativa de homicídio. Quem joga uma pedra no vidro de um ônibus corre o risco de praticar um crime de lesão corporal. Precisamos de punições mais rígidas para evitar esses casos — disse o parlamentar.

Também participaram da audiência os deputados Dionísio Lins (PP) e Átila Nunes (PSL), além de representantes do Sindicato dos Rodoviários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário