segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Zona Oeste do Rio é palco de mais uma manifestação de motoristas de vans

14/10/2013 - Agência Rio

Da Redação

Motoristas de vans da comunidade de Rio das Pedras, na zona oeste da cidade do Rio, voltaram a tomar as ruas do bairro em mais uma manifestação contra a restrição na circulação do transporte na Zona Oeste da cidade. Eles bloquearam ruas e atearam fogo a pedaços de madeira, borracha e entulho no início da manhã, quando os manifestantes bloquearam a Avenida Engenheiro Sousa Filho, que cruza a comunidade, com pneus e lixo queimados.

Bombeiros do quartel de Jacarepaguá estiveram no local e apagaram o fogo, mas o trânsito continua interrompido. A Estrada de Jacarepaguá também ficou fechada durante duas horas, informaram moradores, revoltados por estarem impedidos de sair para trabalhar. A prefeitura atribuiu o protesto às milicias que atuam na comunidade e exploram o serviço de vans.

As vias de acesso à comunidade, para quem vem da Barra da Tijuca, ficaram fechadas. Agentes da Companhia de Limpeza Urbana (Comlurb) chegaram ao local depois do protesto para apagar o fogo e retirar o entulho do meio da rua. Moradores e policiais disseram que, apesar do bloqueio das vias, não houve confronto entre manifestante e PMs.

Na última sexta-feira (11), no sábado e no domingo os motoristas de van já haviam feito um protesto semelhante, com bloqueio de vias da comunidade. Os manifestantes protestaram contra a medida da prefeitura de restringir a circulação de vans autorizadas pela zona oeste da cidade a partir desta segunda-feira. Apenas 392 vans estão autorizadas, das mais de mil existentes na região. Além disso, elas não poderão circular por algumas avenidas.

Segundo a Secretaria Municipal de Transportes, a frota de ônibus foi reforçada para suprir a redução do número de vans. O objetivo das mudanças, segundo a secretaria, é melhorar a qualidade do serviço prestado à população nas áreas mais carentes de transporte coletivo, oferecendo segurança, conforto e regularidade.

MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário