quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Rio cassa linhas de ônibus por ineficiência na operação

05/07/2013 - Agência Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (5), decreto do prefeito Eduardo Paes cassando o direito da empresa Translitorânea, integrante do consórcio Intersul, de operar as linhas circulares 521 (São Conrado x Botafogo – via Copacabana), 522 (São Conrado x Botafogo – via Jóquei), 546 (São Conrado x Leblon – via Estrada da Gávea), 591 (São Conrado x Leme – via Copacabana), 592 (São Conrado x Leme – via Rocinha) e 593 (Leme x São Conrado – via Rocinha).

A decisão, que passa a valer já a partir desta sexta-feira, foi tomada após a empresa ser notificada, advertida e multada pela SMTR por operar de forma recorrente abaixo da frota determinada, prejudicando a qualidade dos serviços. Para o trabalho de fiscalização, as equipes da prefeitura realizaram monitoramento por meio dos equipamentos GPS instalados nos ônibus.

O consórcio Intersul deverá assumir imediatamente a operação das referidas linhas cassadas sem prejuízo a continuidade dos serviços. A SMTR definirá novos itinerários das linhas para atender a demanda da Rocinha, Vidigal e bairros atendidos, no prazo de 30 dias.

Até que as mudanças sejam realizadas, o consórcio Intersul fica responsável pela operação das linhas 521, 522, 546, 591, 592 e 593, garantindo a continuidade dos serviços com a frota determinada pela prefeitura e o pleno atendimento à população.

MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário