segunda-feira, 27 de maio de 2013

Transoeste já está de novo cheio de buracos

21/01/2013 - O Globo

Nem mesmo trecho que foi recapeado pela prefeitura no início do mês, na altura da estação Mato Alto, resistiu
Bolsão d´água tomou conta de pistas de veículos de passeio em Guaratiba
Empresa diz que está cumprindo cronograma da prefeitura

RUBEN BERTA

Próximo da estação Pingo D´Água, um dos buracos na pista do BRT: motoristas são obrigados a reduzir velocidade O Globo / Rafael Moraes

RIO — Cenas de crateras explícitas, proibidas para bicicletas, ônibus e carros voltaram a ser exibidas no corredor Transoeste nesta segunda-feira. Além da reprise de um buraco mostrado pelo GLOBO no dia 6 de janeiro, na altura da estação Mato Alto do BRT, e recapeado pela prefeitura em seguida, há pelo menos outros dois, que surgiram próximos da estação Pingo D´Água, no sentido Santa Cruz, e já obrigam os motoristas dos ônibus articulados a reduzir a velocidade no trecho.

VEJA TAMBÉM
GALERIA Buracos e alagamento na pista do BRT Transoeste
Intervenção no Túnel da Grota Funda
VÍDEO Túnel da Grota Funda terá reforço de galeria
Túnel da Grota Funda será reaberto na segunda, mas somente à tarde
Empreiteira já começou reparos no BRT Transoeste

Os problemas também continuam ao longo da ciclovia, em Guaratiba. Próximo da estação Magarça, nesta segunda-feira, havia um trecho completamente destruído, onde mal era possível ver o pavimento. Na pista do BRT, no sentido Santa Cruz, também há um buraco na mesma altura. A chuva que cai desde a manhã na Zona Oeste ainda criou um grande bolsão d´água nas pistas dos veículos de passeio, entre as estações Magarça e Pingo D´Água, próximo à Rua dos Construtores.
O trecho próximo à estação Mato Alto já havia sido interditado no início do mês por causa de buracos. Os ônibus articulados foram desviados para uma das pistas dos veículos de passeio por pelo menos três dias. A prefeitura recapeou a via, mas nesta segunda-feira uma cratera voltou a aparecer no mesmo local.
O curioso é que, em declaração publicada no GLOBO em 8 de janeiro, o presidente da Sanerio, empresa responsável por esse trecho da Transoeste, Luis Carlos Matos, já havia feito a previsão: "Essa obra (uma via que teria sido construída pela prefeitura ao lado do corredor) está causando infiltração e os remendos feitos são apenas um tapa-buraco. Na primeira chuva que cair, tudo vai sair e vai esburacar de novo". Nesta segunda-feira, após ser informada sobre o novo buraco no Mato Alto, a Sanerio se limitou a informar que está cumprindo um cronograma de obras estabelecido com o município para reparos.
Sobre os buracos na pista do BRT na altura da estação Pingo D´Água e o bolsão d´água, a Sanerio informou, na semana passada, que realizou todas as obras de drenagem necessárias durante a construção do trecho do Transoeste pelo qual foi responsável, mas destacou que, após a conclusão dos trabalhos, houve ligações de água e esgoto clandestinas, realizadas por moradores, que estão prejudicando o escoamento na região.
Procurada pelo GLOBO, a Secretaria municipal de Obras ainda não se manifestou sobre os novos problemas. Este mês, além do surgimento de buracos, houve problemas também no Túnel da Grota Funda, que chegou a ficar interditado por três dias no sentido Guaratiba por causa de uma fissura na abóboda da galeria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário