sábado, 28 de janeiro de 2012

No Rio, Implantação da BRS Presidente Vargas é adiada por conta dos desabamentos

28/01/2012 - O Dia Online

A implantação da BRS Presidente Vargas, prevista para o dia 8 de fevereiro, foi adiada para o dia 27 em função da continuidade dos trabalhos de resgate e remoção de escombros dos prédios que desabaram na Avenida Treze de Maio, no Centro. A Secretaria Municipal de Transportes informou que todas as informações relativas ao projeto estão mantidas.

Inicialmente, o corredor funcionará exclusivamente nas pistas centrais em toda a sua extensão, ou seja, no trecho compreendido entre a descida do Trevo das Forças Armadas e a Candelária. 

"Com mais este BRS, a cidade passa a contar com 24km de corredores preferenciais para transporte público", comentou o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão.

A partir do dia 27, 187 linhas circularão pelo corredor de 3,5 km de extensão por sentido e os pontos serão organizados da seguinte forma: BRS 1, BRS 2, BRS 3, BRS 4, BRS 5 e um exclusivo para as linhas intermunicipais.

Ao todo, 25 linhas terão os trajetos modificados. Haverá 17 pontos seletivados por sentido ao longo da Presidente Vargas.  

2 comentários:

  1. ,Os caminhões que passam pelaFrancisco Bicalho, sentido Presidente Vargas, ao ultrapassar a Estação da Leopoldina, são obrigados entrar na faixa AZUL do ônibus, pois, esqueceram das barras de ferro que sustentam a linha do trem antes do viaduto,e caminhões altos,so podem passar no meio e como estão pesados, só podem sair da faixa após ultrapassar o viaduto. Será se os responsaveis pela fiscalização irão multalos, pois são muito inteligentes.

    ResponderExcluir