quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Scania pega carona em nova linha de ônibus no Rio

14/09/2011 -

Montadora aposta no mercado urbano com modelo para sistema de transporte rápido

Ana Paula Machado

A Scania, tradicional fornecedora de ônibus rodoviários, está entrando forte no mercado urbano.Em parceria com a Neobus desenvolveu um veículo para atender a demanda do novo sistema de transporte adotado na cidade do Rio de Janeiro, o BRS (Bus Rapid Service), e aproveitar as oportunidades que devem surgir na expansão deste sistema no país.O RBS não usa estações de embarque e o tráfego é feito em corredores exclusivos. O ônibus da Scania para o sistema tem 13 metros, piso baixo e pode levar até 105 passageiros. "É grande, mas ao mesmo tempo menor que os que são vendidos para aplicações nos tradicionais sistemas BRTs (Bus Rapid Transit), que são em sua maioria, articulados", diz o diretor de vendas da montadora,Wilson Pereira.O executivo relata que já foram comercializados 200 veículos desse tipo para o grupo de transportes Breda Rio.A grande diferença entre este modelo para o ônibus que a Scania vende para o sistema de transporte de outras cidades do Brasil, é justamente a caixa de câmbio. Nesse ônibus a transmissão é semi-automática e a Scania fez uma adaptação nas caixas automáticas que a empresa produz aqui no Brasil."Hoje, não temos um câmbio semi-automático em nosso portfólio, mas fizemos uns ajustes para atender o cliente.
O desenvolvimento durou um ano", diz Pereira.
Além das mudanças na transmissão, o novo ônibus da Scania prioriza o espaço interno já que o motor é instalado na parte traseira do veículo e com isso permite uma carroceria mais larga que os ônibus convencionais.
"Com esse ônibus vamos aumentar nossa gama de produtos no segmento de veículos urbanos.
Hoje, somos fortes em rodoviários, 80% das nossas vendas são para empresas desse segmento", disse o executivo.Até agosto, a Scania vendeu 670 ônibus, uma queda de 10,4% em relação aos números do ano passado. 

O segmento de ônibus rodoviário vem sofrendo uma desaceleração, pois, as empresas não fazem encomendas.
"A licitação das linhas interestaduais deve dar um novo gás aos negócios. Mas queremos diminuir nossa dependência do segmento e fortalecer nossa posição em urbanos, que é o mercado que mais cresce no país."
Carroceria futurista
Coube a Neobus desenvolver a carroceria para o ônibus da Scania.O diretor da companhia, André Hoffmann, disse que a empresa criou uma nova linha de produto e o BRS foi adaptado do novo conceito. "São ônibus mais modernos, com câmeras para manobras, sensor de estacionamento com indicação de distância, wireless, sistema anunciador de voz (junto às portas), monitores informativos e GPS. Um ponto importante, o modelo tem espaços maiores para propagandas, o que pode dar ao empresário mais uma fonte de renda", disse Hoffmann.Para a fabricação da nova linha, a Neobus está aumentando a capacidade de produção de sua unidade em Caxias do Sul de 14 unidades por dia para 20 ônibus diários. "Em dois meses concluímos as obras e teremos espaços para atender a demanda crescente", ressaltou. A Neobus espera comercializar 4,5 mil ônibus em 2011, 500 unidades a mais que o negociado em 2010.
"Hoje, 80% das nossas vendas são no segmento de ônibus rodoviários, que sofre uma desaceleração"

Wilson Pereira

O NOVO MODELO DA SCANIA
36 pessoas É o número de passageiros que poderão viajar sentados no novo modelo de ônibus.Em pé, poderão trafegar 47 passageiros.

PARTICIPAÇÃO NO PAÍS
32% É a participação da Scania no segmento de ônibus pesados, veículos acima de 13 metros esses modelos são usados em sua maioria em estradas.
Fonte da Matéria: Brasil Econômico/AC

Nenhum comentário:

Postar um comentário