sábado, 2 de abril de 2011

Rio Branco, que ia virar rua de pedestres, agora ganhará corredor de ônibus

02/04/2011 - O Globo, Paulo Marqueiro

RIO - Mesmo sem estudos sobre possíveis impactos no trânsito, a prefeitura anunciou na sexta-feira a implantação de corredores preferenciais para ônibus nas Avenidas Presidente Vargas, Rio Branco e Primeiro de Março, no Centro. Segundo a Secretaria municipal de Transportes, eles serão instalados ainda no primeiro semestre e vão funcionar nos moldes do BRS (Bus Rapid Service, ou serviço rápido de ônibus) da Avenida Nossa Senhora de Copacabana , já em operação, e das ruas Barata Ribeiro e Raul Pompeia , que começará a funcionar dia 9 de abril.

INFOGRÁFICO: Saiba o que já mudou nas linhas de ônibus da cidade em função do BRS em Copacabana

LEIA MAIS: Empresas de ônibus que não cumprem gratuidade a idosos estão na mira da Alerj

No início de 2010, o prefeito Eduardo Paes havia anunciado que a Avenida Rio Branco seria fechada aos carros , transformando-se numa rua de pedestres, espécie de "rambla" carioca, em referência à via de Barcelona. No fim do ano, o projeto já havia sido esquecido.

A prefeitura também tinha anunciado um corredor para a Rua Jardim Botânico, mas, depois de reportagem do GLOBO mostrar que o tráfego poderia piorar , ele foi descartado.

Em Copacabana, 236 ônibus deixarão de circular pelas Ruas Barata Ribeiro e Raul Pompeia quando entrar em operação o novo BRS. Das quatro faixas de tráfego, duas serão destinadas aos coletivos. Técnicos da Secretaria municipal de Transportes estimam que o tempo de viagem entre o Leme e o Posto 6, que hoje é de cerca de 25 minutos, cairá pela metade.

Como aconteceu no BRS da Nossa Senhora de Copacabana, a implantação do sistema na Barata Ribeiro levará a uma reordenação dos pontos de ônibus. Embarques e desembarques só poderão ser feitos nas 19 paradas localizadas entre a Rua Ronald de Carvalho e o trecho da Raul Pompeia entre Joaquim Nabuco e Francisco Otaviano.

As linhas que passam pela Barata Ribeiro e pela Raul Pompeia foram divididas em três grupos (BRS 1, BRS 2 e BRS 3). Cada BRS poderá parar no máximo em sete pontos ao longo do novo corredor.

Para impedir que as faixas sejam invadidas por carros - além dos ônibus, somente táxis e veículos de emergência têm permissão para usar o corredor - a prefeitura usará radares eletrônicos, como já ocorre na Nossa Senhora de Copacabana. Segundo a Secretaria municipal de Transportes, no entanto, a fiscalização na Barata Ribeiro não deverá começar imediatamente.

O novo corredor não funcionará ininterruptamente. As faixas azuis das Ruas Barata Ribeiro e Raul Pompeia estarão liberadas nos dias úteis, das 21h às 6h; aos sábados, a partir das 14h, e aos domingos e feriados, em qualquer horário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário