quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Zona sul do Rio deverá ter faixa para ônibus entre Jardim Botânico e Botafogo

19/01/2011 - Transporte Idéias

A prefeitura do Rio de Janeiro definiu os prazos para a implantação das faixas preferenciais que serão instaladas na cidade após a implementação da faixa na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, marcada para 19 de fevereiro. Em março será a vez da Rua Barata Ribeiro, também em Copacabana, zona sul do Rio. As informações são do jornal “O Globo”.

O objetivo da prefeitura é implantar também uma faixa preferencial entre os bairros Jardim Botânico e Botafogo ainda no primeiro semestre deste ano. E, na segunda metade de 2011, a meta é levar o projeto para a zona norte da cidade, implantando a faixa na Radial Oeste, Vinte e Quatro de Maio, Marechal Rondon, Vinte e Oito de Setembro e Teodoro da Silva.

Para garantir o fluxo do tráfego, serão proibidas paradas para carga e descarga em qualquer horário em toda a Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Agentes de trânsito e radares vão garantir que os veículos utilizem a pista da direita somente para entrar em garagens, centros comerciais ou para dobrar nas ruas que dão mão à a direita.

“Temos tecnologia mais moderna e reorganizamos os ônibus, que deixarão de concorrer entre si. Antes, tínhamos 45 empresas concorrendo pelos passageiros. Agora, são quatro consórcios, a concorrência é inútil. Vamos acabar com ciclo vicioso no qual havia mais ônibus, que andavam vazios e causavam engarrafamentos”, afirmou o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão.

A Secretaria municipal de Transportes espera que a velocidade dos coletivos passe de 13km/h para 24km/h. Nos BRTs, nos quais os ônibus transitam em corredores exclusivos, a velocidade média é de aproximadamente 30km/h. O número de viagens, além disso, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana deverá passar de 419 para 320 por hora, o que significa uma redução de 24%. Por outro lado, a prefeitura estima que o número de passageiros por viagem aumentará 30%, de 23 para 30. Os ônibus também vão parar em menos pontos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário