sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Ônibus híbrido elétrico é apresentado no Rio

06/12/2010 - O Globo - Ronaldo Braga

RIO - Com o objetivo de incentivar a adoção pelo mercado de transporte coletivo urbano, de tecnologias limpas, capazes de reduzir a emissão de gases do efeito estufa em mais de 30%, foi apresentado, nesta segunda-feira, no Restaurante Porcão Rio's, no Aterro do Flamengo, um ônibus híbrido elétrico, financiado pela Fundação Clinton, do ex-presidente dos EUA Bill Clinton, com recursos de US$ 1,5 milhão do Banco Interamericano de Desenvolvimento. O coletivo da Volvo será testado na linha 172 (Rodoviária - Leblon), operada pelo Consórcio Intersul.

A parceria, inédita no campo do desenvolvimento sustentável, é da Prefeitura do Rio de Janeiro, da Federação das Empresas de transportes de passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), da Volvo e da Fundação Clinton, através da Clinton Climate Initiative.

Foi assinado também no encontro, um convênio de cooperação técnica entre a Prefeitura do Rio de Janeiro, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Fetranspor. O convênio visa à elevação do desempenho ambiental do setor de transportes; à promoção de experiências com combustíveis alternativos e de tecnologias mais limpas. Além disso, o acordo vai tratar de temas como o monitoramento e controle da poluição sonora; o licenciamento ambiental das empresas de ônibus e o apoio à implantação de um núcleo de educação ambiental no Parque Municipal da Catacumba.

Segundo a Volvo, testes na Europa revelaram economia de 35% no consumo e corte de 80% a 90% no lançamento de gases poluentes no ar. As negociações entre a Fetranspor e a Fundação Clinton duraram cerca de um ano. Segundo o diretor de operações da Fetranspor, Guilherme Wilson, o teste deve durar, no mínimo, dez semanas, período em que serão avaliados emissão de gases poluentes, consumo e performance do veículo. Os ônibus híbridos são 40% mais caros do que os comuns, porém a sua vida útil pode ultrapassar os 25 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário