quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Impacto profundo

01/12/2010 - O Globo Barra

Iniciadas em 8 de julho deste ano, as obras do corredor Transoeste avançam paulatinamente sobre a Avenida das Américas. Em quase cinco meses, máquinas pesadas e um batalhão de funcionários transformaram a paisagem do Recreio, onde um viaduto está sendo construído a toque de caixa para o verão. Com a multiplicação dos canteiros de obra, no entanto, vieram também os transtornos. Além do impacto no trânsito e da poeira, dois acidentes se sucederam em apenas cinco dias. No mais grave, em 14 de setembro, uma retroescavadeira rompeu a tubulação de gás natural em frente ao condomíno San Remo, próximo ao supermercado Mundial, onde será construída a pista lateral.

Desde então, segundo moradores, o movimento de operários no local é pouco ou nenhum. Ao mesmo tempo em que deixam claro que a obra é fundamental e o incômodo, inevitável, moradores temem que novas falhas comprometam sua segurança, durante os dois anos necessários para a conclusão do trabalho.

O gerente administrativo Flávio Senedo estava em casa com a mulher e os dois filhos, de 4 e 9 anos, às 16h45m do dia 14 se setembro, quando ouviu um forte estrondo. Pela varanda do apartamento, no sétimo andar do condomínio San Remo, avistou um jato de gás subindo aos céus.

— O gás começou a vir na nossa direção — conta. — Descemos e fomos para a rua, por temermos uma explosão e porque não conseguíamos respirar dentro de casa. Deu até uma certa ardência nos olhos.


Ao lado de vizinhos que também haviam saído de casa, Senedo filmou o vazamento (veja o vídeo ao final do post). Quase uma hora depois, apareceu um supervisor da CEG, que, sem um caminhão para fechar a tubulação, nada pôde fazer. Três horas e meia mais tarde, o problema foi finalmente resolvido. O abastecimento, porém, só foi restabelecido durante a madrugada. 

Síndico do condomínio Sea Coast, que fica ao lado do San Remo, Mauro Araújo (foto) também testemunhou o acidente:

— O despreparo era tamanho que, quando a tubulação estourou, os operários saíram correndo e deixaram a retroescavadeira ligada, em cima do local onde o gás estava vazando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário