sexta-feira, 16 de julho de 2010

Rio lança edital para licitar linhas de ônibus turísticos



16/07/2010 Transporte Idéia
O Rio de Janeiro vai ganhar, enfim, uma linha de ônibus turísticos à altura da beleza de suas paisagens. A Riotur publicou nesta sexta-feira, no Diário Oficial, uma licitação para concessão de operação de serviço de transporte turístico regular, em ônibus no estilo “double deck” panorâmicos, similares aos largamente utilizados em grandes cidades turísticas internacionais, em um sistema que integre os pontos turísticos e as atrações culturais cariocas. A concorrência pública será do tipo técnica e preço, sendo que a Riotur já estabeleceu o teto máximo de R$ 60 para o preço do bilhete.
O usuário do ônibus turístico irá adquirir um bilhete que valerá por período, e não por trecho. A tarifa a ser cobrada do usuário terá validade por um ou mais dias, concedendo direito no período determinado a múltiplas entradas em qualquer dos veículos, permitindo, assim, a visitação a diversos pontos turísticos com o mesmo preço.
O serviço deverá ser operado necessariamente com a presença constante de guia habilitado, falando no mínimo três idiomas (Português, Inglês e Espanhol), apesar da obrigatoriedade de equipamento de tradução simultânea eletrônica nos ônibus. O funcionamento deverá ocorrer das 8h às 18h com intervalo máximo de 30 minutos em cada ponto.
Serão contempladas duas áreas, abrangendo cada uma delas as atrações e pontos de interesse de seu entorno, que deverão ter paradas de embarque e desembarque devidamente sinalizadas pela empresa vencedora da licitação. A empresa deverá oferecer no mínimo cinco veículos para atender a Área 1 e três para a Área 2 - todos necessariamente 0km. O trajeto deve obrigatoriamente passar nos seguintes pontos:
Área 1:
o        Praias:
o        Copacabana – Av. Atlântica
o        Ipanema – Av. Vieira Souto
o        Leblon – Av. Delfim Moreira
o        Lagoa Rodrigo de Freitas
o        Jardim Botânico
o        Corcovado
o        Pão de Açúcar
o        Aterro do Flamengo – Marina da Glória, Monumento dos Pracinhas, MAM
o        Aeroporto Santos Dumont
o        Praça XV – Museu da Marinha, CCBB
o        Cinelândia – Teatro Municipal, Museu de Belas Artes
o        Arcos da Lapa
o        Porto
o        Deverá, ainda, prever expansão para Maracanã, Sambódromo e Cidade do Samba
Área 2:
o        Delfim Moreira
o        Av Niemeyer
o        São Conrado
o        Av. das Américas
o        Cidade da Música
o        Av. Sernambetiba
o        Deverá haver previsão de expansão para Autódromo, Rio Centro, Parque Aquático Maria Lenk, e Arena Esportiva.
Fonte: Agência Rio

Nenhum comentário:

Postar um comentário