domingo, 2 de maio de 2010

Onze empresas de ônibus do Rio têm número reclamações acima do tolerável



30/04/2010 - Transporte Idéia
A secretaria municipal de Transportes do Rio de Janeiro (SMTR) divulgou a nova versão do ranking de empresas com maior número de reclamações dos usuários, com uma boa notícia: entre janeiro e março houve redução, de 16 para 11, do número de empresas acima da linha de tolerância em relação ao primeiro levantamento. Os meses de novembro e dezembro de 2009 e janeiro deste ano serviram de base. As informações são da “Agência Rio”.
As cinco empresas com os maiores índices de pontos negativos agora são: Zona Oeste (56,33 pontos), Campo Grande (35,55), Rubanil (29,99), Breda Rio (21,79) e Pégaso (19,30).
A medição é feita utilizando as denúncias dos passageiros por telefone ou na internet, que são o parâmetro para as ações de fiscalização da prefeitura. A fiscalização da SMTR avisou que manterá o foco nas empresas que detém maior número de pontos, calculados a partir das “multas virtuais”.
Entre as reclamações que deram margem à elaboração do ranking no último trimestre, destacam-se o não atendimento do sinal de parada para embarque e desembarque; transporte de passageiros em excesso por linha; atitudes inconvenientes dos funcionários; comprometimento da segurança de terceiros; dificuldades para embarque ou desembarque seguro; mau estado dos veículos; e não cumprimento de determinações baixadas pela autoridade competente. Todos esses itens fazem parte do Código Disciplinar de Transportes do Município do Rio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário