quarta-feira, 12 de maio de 2010

Ônibus: uma frota retirada das ruas

12.05.10 às 01h24


Em 2 meses, 65% dos coletivos fiscalizados no Rio tiveram que parar de circular. O principal problema constatado foi a má conservação

POR DIEGO BARRETO - O Dia
Rio - Ônibus que circulam pelas ruas do Rio em mau estado de conservação e com problemas na documentação estão na mira da prefeitura. Balanço divulgado ontem pela Subsecretaria de Fiscalização de Transportes revelou que, nos últimos dois meses, de 279 veículos fiscalizados, 65% foram retirados de circulação.
Foto: Agência O Dia
Desde fevereiro, quando começaram as operações diárias, 163 ônibus foram multados | Foto: Ernesto Carriço / Agência O Dia
Desde fevereiro, quando começaram as operações diárias, 163 ônibus foram multados. Destes, 72 foram lacrados e 19, removidos para depósitos da prefeitura. Outros 72 foram lacrados e apreendidos. As principais irregularidades são pneus carecas, falhas no sistema elétrico, bancos soltos e vidros trincados e quebrados.
Somente nos primeiros 11 dias de maio, 112 ônibus foram vistoriados, e 66, retirados de circulação. Desse último grupo, 11 eram piratas — sem registro na Secretaria Municipal de Transportes. Em operação realizada ontem, fiscais flagraram cinco ônibus piratas, além de outros 11 veículos com problemas de conservação e documentação.
Na lista das empresas de ônibus campeãs em irregularidades, a liderança é da Viação Zona Oeste, seguida por Transportes Campo Grande, Rubanil, Breda Rio e Pégaso. Moradora de Bangu, a diarista Maria do Carmo Santos, 41, reclama da empresa Campo Grande. “São sujos e têm bancos quebrados”, enumera.
Segundo a Fetranspor, o processo de vistoria e licenciamento dos ônibus no Detran e na Secretaria Municipal de Transportes ainda está em curso. Ainda de acordo com a federação, o número de ônibus retirados de circulação representa menos de 2% da frota que atende o Município do Rio.
Detro apreende 20 piratas
Já o Departamento de Transportes Rodoviários (Detro-RJ) apreendeu ontem 16 veículos piratas. Os veículos faziam trajetos entre cidades da Região dos Lagos e a capital. Em Araruama, os fiscais apreenderam nove veículos, entre vans e carros de passeio. Cabo Frio teve duas vans apreendidas e São Pedro da Aldeia, um carro de passeio. Outros quatro veículos foram pegos na Central.
Baratas, ratos e queda de peças assustam passageiros
Morador de Santa Cruz, o autônomo Ednaldo Campos, 21, utiliza diariamente os ônibus da linha S15 (Santa Cruz-Carioca). Ele conta que já presenciou um acidente por causa da má conservação dos veículos da empresa Zona Oeste, apontada como a campeã de irregularidades entre março e maio. “A grade do sistema de ar condicionado caiu e feriu a cabeça de uma passageiro. Os veículos são sujos, com direito a baratas e ratos”.
De acordo com a Subsecretaria de Fiscalização, as operações de avaliação nos ônibus são realizadas tendo como base as reclamações feitas pelos passageiros. Para denunciar irregularidades nos ônibus, os passageiros podem ligar para 2286-8010 ou 2527-8347.
Mudança na ligação Barra-Deodoro
O prefeito Eduardo Paes disse que o traçado do corredor expresso de ônibus Transolímpica, que ligará a Barra da Tijuca a Deodoro, vai sofrer alterações. Segundo ele, apesar das mudanças, a proposta de cobrar pedágio continua valendo.
A concessão será feita por Parceria Público-Privada (PPP) e será anunciada segunda-feira. A Transolímpica terá 15 quilômetros, oito estações e seis pistas — sendo uma exclusiva para BRT (Ônibus de Trânsito Rápido, da sigla em inglês). Certo é que o corredor passará por Realengo, Magalhães Bastos, Deodoro, Boiuna, Guerenguê e Curicica, dando acesso rápido à Av. Brasil e à Linha Amarela.
Para construir a nova via a prefeitura terá que abrir caminho pelas montanhas: cinco túneis serão escavados. A previsão é que nos Jogos Olímpicos de 2016 a Transolímpica transporte 25.800 passageiros por hora, em cada direção. Outro corredor para ônibus, o Transcarioca, que ligará a Barra ao Aeroporto Tom Jobim, está previsto para ficar pronto em 2013, mas a obra está atrasada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário