quinta-feira, 15 de abril de 2010

No Rio, prefeitura vai fechar a Av. Rio Branco em junho para testar projeto de parque



15/04/2010
A prefeitura do Rio de Janeiro vai começar a redistribuir um grupo de 15 linhas de ônibus que atualmente circulam pela Avenida Rio Branco, no centro da cidade. O objetivo é abrir caminho para o projeto de transformação da via num grande parque urbano para pedestres. O tamanho: dois milhões de metros quadrados. Com isso, a avenida terá que ser fechada em junho. As informações são do jornal “O Globo”.
De acordo com o secretário municipal de Urbanismo, Sérgio Dias, a meta é reduzir pela metade o número de ônibus que circula na Rio Branco, aproximadamente 1.800 veículos. Os itinerários, segundo ele, serão modificados para que o desembarque aconteça em outros pontos, como a Praça Tiradentes e Praça Quinze. Já outras linhas, de acordo com o secretário, vão passar a fazer ponto final nos terminais Américo Fontenelle e Procópio Ferreira, na Central do Brasil.
Um levantamento realizado pela prefeitura para o projeto de transformação da Rio Branco em parque urbano mostra que os ônibus rodam, em média, com 40% de sua capacidade quando trafegam pela avenida. Centenas de táxis estão sempre no local, tornando, assim, o local caótico.
O secretário Sérgio Dias não informou quantas linhas serão extintas ou transferidas, mas adiantou que o governo estadual deverá participar da reorganização do sistema. A explicação é simples: muitas das linhas são intermunicipais.
A prefeitura pretende autorizar a circulação somente de ônibus elétricos ou movidos a gás natural, em seis linhas gratuitas que deverão ser criadas. Os pontos de táxis também deverão ser redistribuídos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário