sábado, 9 de novembro de 2013

Estrela Azul

Transporte Estrêla Azul Ltda.
Desde 1950

Resumo Histórico

A Empresa foi fundada em 1950, iniciando suas operações ainda com lotações. 

O registro da firma social foi arquivado na Divisão de Registro do Comércio do Departamento Nacional de Indústria e Comércio, em 22 de dezembro de 1950, sob o número 30819-50. Por volta de 1955 a Empresa é transformada em sociedade anônima.

Em junho de 1952, explorava a linha de lotação Estrada de Ferro – Ipanema. No mesmo ano transfere suas operações para a linha de lotação Barão de Drumond – Leblon, com 13 carros de  13 e 16 passageiros. Em julho de 1954 a linha era operada com 17 carros.

Em 1964 a linha de lotação Barão de Drumond – Leblon recebe a numeração 434, e paulatinamente tem sua frota substituída por ônibus.

Linha 434 na Praça Eugênio Jardim, Copacabana, em 1966. Foto Arquivo Nacional

Em 1968, assume a operação da Linha 464 (Francisco Sá – Jardim de Alá), após o fim da Viação Francisco Sá.

Interior de um carro da Linha 434 em 1969. Foto Arquivo Nacional, acervo Correio da Manhã





Em abril de 1969,  inaugura a operação dos 5 primeiros ônibus modelo “Alfacinha”, inicialmente na linha 434 (Grajaú – Leblon).


Modelo Metropolitana Novo Rio, apelidados de "Alfacinha"

Praça Malvino Reis, no Grajaú, na década de 1970

No dia 17 de janeiro de 1976, com o objetivo de desafogar o trânsito no centro da cidade, são inauguradas as linhas 432, 435 e 475, via túnel Santa Bárbara, desmembradas respectivamente das linhas 433, 434 e 474. Na época já circulavam pelo túnel Santa Bárbara as linhas 416 (Usina-Forte de Copacabana), 454 (Grajaú-Leblon), 456 (Meyer-Copacabana), e 485 (Olaria-Copacabana).

Linhas da Empresa em novembro de 1978:

434 (Grajaú - Leblon)
435 (Grajaú - Leblon) via túnel Santa Bárbara
464 (Maracanã - Jardim de Alá)

Na década de 1980, visando dar maior destaque aos painéis publicitários, adota nova pintura de cor alaranjada.

Em 1981, assume a operação da Linha 310 (Praça XV – Del Castilho), após o fim da Viação Forte.

Ponto final da linha 435 no Leblon, na avenida Ataulfo de Paiva, em julho de 1982

Linha 434, modelo Caio Gabriela, na rua do Catete, em julho de 1982


Dados Operacionais da Empresa em dezembro de 1982:

Frota autorizada: 120
Linhas em operação: 4
Passageiros/mês: 2.199.061


Fonte: "Transporte Urbano Rodoviário na Cidade do Rio de Janeiro". Superintendência Municipal de Transportes urbanos. 1982, dezembro.


Em 1987, no dia 2 de agosto, com o fim da Colúmbia Auto Ônibus, a Estrela Azul assume a operação de 3 linhas:

292 (Castelo - Inhaúma)
296 (Castelo - Irajá)
299 (Castelo - Inhaúma)

A linha 299, no entanto, praticamente não chegou a ser operada, sendo logo extinta.

Ainda em 1987, é criada a Linha 311 (Praça XV – Inhaúma), logo prolongada até Cavalcanti. Por volta de 1990 a linha é prolongada até Engenheiro Leal.

Na década de 1990, a Empresa adota nova pintura, com estrela azul e fundo branco.

No dia 28 de março de 1992, são inauguradas as linhas de micro-ônibus 502 (Leblon – Rio Sul) via Lagoa e 503 (Leblon – Rio Sul) via praça General Osório, operadas em “pool” pelas empresas Braso Lisboa, Verdun, São Silvestre e Estrela Azul, cada uma com 5 carros. O serviço, com poltronas mais confortáveis e música ambiente, tinha tarifa seletiva de Cr$ 1.060, contra a tarifa de Cr$ 300 do ônibus comum.

No dia 2 de dezembro de 1994, início da operação das duas linhas  de microônibus seletivos batizados de "Lagoa Orla", S-504 e S-505, entre a Gávea o o centro comercial Rio Sul, operadas em pool,  pelas empresas Vila Isabel, São Silvestre, Estrela Azul, Braso Lisboa, Alpha, Verdun e Real, com veículos modelo Carolina, em maioria, e Senior G4. Tarifa de 1,45 R$, quase três vezes o valor da tarifa de ônibus convencional. Em março de 1996, as duas linhas com frota de 16 veículos, com 15 assentos cada, transportavam uma média de 2.100 passageiros/dia.

Na década de 2000, inaugura a operação dos primeiros ônibus convencionais com ar-condicionado.





Em junho de 2007, a Estrela Azul adquire novos carros Neobus Spectrum City com relógio digital no interior do veículo, uma novidade na frota municipal.

Em 2008, é inaugurada a Linha 436 (Grajáu - Leblon), via túnel Rebouças.

No dia 21 de fevereiro de 2011, é inaugurado o corredor BRS (Bus Rapid System) da Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Em função do novo corredor, são inauguradas novas linhas com serviços parciais, entre elas a  423 (Grajaú-Real Grandeza) parcial da linha 434. 

Em dezembro de 2011, com 150 ônibus, a Empresa explorava 7 linhas:

434 (Grajaú - Leblon)
435 (Grajaú - Leblon)
464 (Maracanã - Leblon)
292 (Praça XV – Engenho da Rainha)
296 (Castelo - Irajá)
310 (Praça XV - Engenho da Rainha)
311 (Praça XV – Engenheiro Leal)


Linhas da Empresa em maio de 2018:

292 (Castelo – Engenho da Rainha)  
SP 292 (Engenho da Rainha – Candelária) circular   
311 (Candelária - Engenheiro Leal), via Cavalcanti, circular 
SP 311 (Candelária - Del Castilho) circular    
*434 (Grajaú - Siqueira Campos) via Lapa, circular 
435 (Grajaú – Gávea) via túnel Santa Bárbara 
436 (Grajaú – Leblon) via túnel Rebouças     
464 (Maracanã - Copacabana), circular 
503 (Leblon - Gávea)  




Prefixos da Frota: 

45 00
55 000

Sedes da Empresa: 

Rua Luís Barbosa, 55, Vila Isabel – Rio de Janeiro, RJ (década de 1950)
Rua São Paulo, 120, Sampaio


REFERÊNCIAS:

“Acachorrado”. Última Hora. 1952, junho, 28. Página 10.

“Mais de 2.200 camionetas aumentam ...”. A Manhã 1952, novembro, 25. Página 8.

“Salve-se quem puder”. Correio da Manhã. 1954, julho, 28. Primeiro Caderno, página 3.

"Capotagem espetacular de um lotação na Praia do Flamengo". A Noite. 1961, fevereiro, 15. Página 4.

Transportes Estrela Azul S.A. Relatório da Diretoria. Diário Oficial do Estado da Guanabara. 1962, junho, 1. Página 13543.

“Com vistas ao Departamento de Concessões”. Diário de Notícias. 1955, fevereiro, 4. Primeira Seção, sexta página.

“Microônibus da orla vazios na primeira semana”. O Globo. 1992, abril, 6. Jornais de Bairro, página 5.


Marcelo Almirante
Página lançada em 11 de junho de 2018

















Nenhum comentário:

Postar um comentário